A revista semanal dos entusiastas | jorn. resp. MTB 0088750/SP
FlatOut!
Image default
Car Culture

Esse cara passou nove horas sentado no seu carro e discutindo com a polícia para não ser rebocado

No último dia 23 um vendedor inglês de 34 anos chamado Matthew Sanders estacionou seu carro em uma vaga exclusiva para deficientes às 8:45 da manhã e saiu para comprar algumas coisas para o natal. Só que ele não é deficiente físico e, por isso, um policial o acabou multando em £ 80. Ele aceitou a punição, mas quando estava preparando o pagamento notou que um guincho estava começando a remover seu Vauhxall Tigra da vaga. Foi quando começou a confusão.

Ao ver que seu carro seria levado para o pátio — e que provavelmente passaria o natal apreendido — Sanders tomou uma atitude tão desesperada quanto racional para impedir que o Tigra fosse levado e arruinasse seu natal: ele entrou no carro e se trancou lá. De acordo com as leis britânicas (e de vários outros países), é proibido rebocar um carro com pessoas dentro — isso infringe e lei de Saúde e Segurança, pois colocaria em risco a integridade física dos ocupantes. Valendo-se dessa lei, Sanders decidiu ficar por ali mesmo e iniciou seu protesto de um homem só.

Unknown-4

Primeiro houve uma discussão de 90 minutos — Sanders no carro, já em cima do caminhão — e o agente de trânsito na calçada. O infrator teimoso insistiu dizendo que o carro é seu único meio de transporte e que a apreensão causaria “problemas imensos com sua filha e com sua viagem planejada”. Ele também afirmou que a empresa do reboque tinha “metas para bater” e que a remoção de seu veículo era desnecessária pois não obstruía o tráfego.

 

Como a hora e meia de bate-boca não resolveu, a polícia chamou reforços para tentar solucionar o caso de uma vez por todas, mas na Inglaterra você não pode simplesmente arrancar um motorista à força de seu carro. Sanders continuou firme em sua posição e foi até entrevistado ao vivo por um programa de televisão nesse meio tempo. Como toda boa confusão em público, os transeuntes começaram a parar e até o ajudaram com água e comida.

Os policiais cansados de esperá-lo, trancaram o caminhão e deixaram o local, voltando somente perto das 18:00 — ou nove horas depois do início da confusão. Foi quando Sanders e um dos agentes chegaram a um acordo e seu carro foi retirado do caminhão. Ele se livrou do rebocamento (irregular, é bom lembrar), mas não da multa de £ 80 — “exatamente o que eu queria desde o começo”, disse Sanders ao jornal Birmingham Mail.

Unknown-7

Por ter passado nove horas parado e discutindo com a polícia, Sanders disse também que pretende processar a instituição por perdas e danos. Isso por que, na Inglaterra, um carro não pode ser rebocado se não estiver parado no local por menos de oito horas. Contudo, Sanders não ficou com a cópia da multa, por isso não poderia provar a irregularidade da ação.

 

Matérias relacionadas

M535i, o super sedã que deu origem ao M5 – e já foi o BMW mais rápido do mundo

Dalmo Hernandes

Subaru Impreza STI 22B: a história do mais lendário dos WRX

Dalmo Hernandes

As categorias monomarca mais legais do automobilismo – parte 1

Dalmo Hernandes