A revista semanal dos entusiastas | jorn. resp. MTB 0088750/SP
FlatOut!
Image default
Projetos Gringos Sessão da manhã Vídeo

Este cara chegou a 200 km/h de patins agarrado a um Dodge Challenger SRT8

Sabe para que servem os 476 cv e 65,2 mkgf de torque do V8 Hemi 6.4 de um Dodge Challenger SRT8? Queimar borracha, acelerar em retas, intimidar os outros carros… e dar carona a um cara de patins agarrado à traseira do carro para chegar a 200 km/h. Sério, está escrito no manual.

Ok, a parte do manual era só brincadeira. Mas isso não significa que não possa ser feito, como este vídeo mostra. O nome do patinador é Dirk Auer, e digamos que ele é um cara bem experiente quando o assunto é atingir altíssimas velocidades de patins, quase sempre agarrado à traseira de algum veículo bem mais rápido. Lembra quando você pegava carona na traseira dos caminhões de bicicleta (muita adrenalina, mas um perigo)? Pois Dirk Auer te humilha. Veja só:

O alemão Auer também é dublê de cinema e recordista de velocidade em patins — ou seja: o que ele fez neste vídeo foi só mais um dia de treinamento para ele, aparentemente. Dirk Auer é detentor do recorde de velocidade pegando carona em carros e motos. O primeiro recorde foi conquistado quando ele chegou aos 307 km/h atrás de um Porsche 911 GT2 e o segundo, quando atingiu 291 km/h atrás de uma motocicleta. Não há vídeos disso, mas encontramos este outro, onde Auer pega uma garona em uma Kawasaki Ninja:

Ele também apareceu no Top Gear, no quarto episódio da 10ª temporada, em 2007. No quadro, ele disputou uma arrancada contra um Aston Martin V8 Vantage — que é movido por um V8 de 4,3 litros e 385 cv — de patins, com um jetpack nas costas. Ele não venceu, mas foi por pouco:

Só que Dirk Auer é mais famoso mesmo por descer uma montanha russa de patins. Pois é: conhecemos gente que tem medo de andar na montanha russa normalmente, e este cara resolve mostrar que, no fundo, todos somos covardes. Segundo ele, a maior dificuldade de se descer uma montanha russa de patins, mesmo que por apenas um minuto, é brigar com as forças G que ficam maiores a cada curva, subida e descida à medida que a velocidade aumenta.

Depois de centenas de horas de treinos, ele chegou a 90 km/h em pouco mais de um minuto. Parece pouco, mas é tempo o suficiente para várias coisas ruins acontecerem: um prego solto poderia desestabilizar os patins que, mesmo presos, poderiam se soltar. Cair de uma montanha russa a quase 100 km/h não dá muitas chances de sobrevivência.

Talvez seja melhor continuar “pegando rabeira” em muscle cars, Dirk. É menos perigoso.

 

Matérias relacionadas

Afinal, como foi que o Jaguar E-Pace deu aquele salto parafuso no lançamento?

Dalmo Hernandes

Camaro Z/28 encara o Nissan GT-R na pista. Quem você acha que levou essa?

Leonardo Contesini

770 cv montanha acima: você vai até esquecer que este Audi Quattro é uma réplica

Dalmo Hernandes