FlatOut!
Image default
Projetos Gringos

Este cara fez um Fusca 1959 gigante usando um chassi de picape – e ficou animal

O Fusca é um dos carros mais carismáticos de todos os tempos, com suas formas arredondadas, proporções diminutas e uma dianteira que parece uma carinha sorridente — dá até vontade de sorrir de volta. Além disso, sua mecânica confiável e simples e o baixo preço (quando novo) fizeram dele um enorme sucesso, mesmo que o espaço interno e o desempenho da mecânica original não sejam dos melhores.

Você já ouviu falar de Richard Tupper? A gente também não — ao menos até os últimos dias, quando ele ficou famoso (ao menos na Internet) por resolver estes dois problemas do Fusca de uma maneira bem criativa. Não se preocupe, ele não fez nenhuma adaptação tosca em um Besouro, o transformando em limusine ou algo do tipo: ele simplesmente decidiu construir um Fusca gigante!

fusca-gigante (15)

Não há tantas informações assim a respeito da criação, mas a ideia e o resultado eram bacanas demais para deixarmos passar. Com a ajuda de seu filho, Richard partiu de um chassi de picape Dodge (não se especifica que modelo) com motor V8 Hemi e fez todo o resto — todo o resto mesmo — do zero: carroceria, interior e detalhes de acabamento foram fabricados em sua oficina na Califórnia.

O carro que serviu de “inspiração” foi um VW Fusca conversível 1959, que aparece ao lado do “Huge Bug” em algumas das fotos. Aliás, à primeira vista, parece que estamos diante de um Fusca de tamanho normal e de uma miniatura, tamanha a atenção aos detalhes e a fidelidade às formas e proporções.

fusca-gigante (14)

Aparentemente, todas as peças da carroceria foram feitas de metal, e não de fibra — é só notar o acabamento do painel de instrumentos ou da tampa do motor (que tem até as aletas e dutos para arrefecimento). Maçanetas, velocímetro, tampa do porta-luvas, revestimentos de porta e bancos são extremamente fiéis aos originais, bem como os faróis, lanternas, retrovisores (que, nos anos 50, ficavam encaixados nas dobradiças das portas do Fusca) e para-choques.

Gene Routh, amigo de Richard, foi quem publicou as fotos do projeto em seu perfil no Facebook, junto a estas informações. Ele diz que o chassi da picape foi alongado e alargado e que o motor é um V8 Hemi — algo mais do que necessário para mover os mais de 2.900 kg do veículo. Ele não dá, contudo, detalhe a respeito do motor e nem diz se ele está na traseira ou na dianteira.

beetle

Richard, que tem 1,90 de altura, ao lado do “Huge Bug”

Ele também diz que não há um tópico em um fórum com detalhes do projeto nem nada do tipo, pois Richard “é um colecionador bastante reservado”. No entanto, diz que a ideia é falar com ele e tentar levar o Fuscão para alguns eventos logo que estiver 100% concluído. O que falta? Alguns emblemas e as setas em cima dos para-lamas dianteiros. A gente realmente gostaria de saber como é dirigir esta incrível criação!

Agora, não foi a primeira vez que alguém fez um Fusca gigante: há alguns anos, uma dupla de irmãos americanos construiu o Big Red. A ideia foi mais ou menos a mesma: colocar uma carroceria de Fusca construída em maior escala sobre o chassi de uma picape — ou, no caso, de um caminhão. A diferença é que o Big Red já ficou bem famoso pela região e sempre costuma dar passeios pelas ruas da cidade de Jefferson, Iowa.

bigRed

A carroceria é inspirada pelos Baja Bugs (Fuscas com suspensão elevada, pneus lameiros e para-lamas modificados, muito usados em circuitos off road) e o acabamento é bem mais rústico que o da criação de Richard Tupper, mas nem por isto o carro é menos interessante, concorda?

 

Matérias relacionadas

Sim, amigos, isto é um Skyline GT-R R34 com o motor V6 biturbo do Nissan GT-R

Dalmo Hernandes

Por que o Porsche 918 Spyder tem as saídas de escape em cima do motor?

Dalmo Hernandes

Bristol Fighter: um Dodge Viper feito pelos ingleses – com um V10 turbo de 1.025 cv!

Dalmo Hernandes