Este cara modernizou virtualmente os Lamborghini das antigas e… até que ficou bacana!

Dalmo Hernandes 14 setembro, 2016 0
Este cara modernizou virtualmente os Lamborghini das antigas e… até que ficou bacana!

O mais bacana do mundo moderno é que você não precisa de muito mais que um computador e habilidade no Photoshop para testar modificações visuais em um carro. Não é à toa que o tuning virtual ainda é bastante popular, mesmo depois da febre de “Velozes e Furiosos” e Need for Speed Underground. Ah, e é claro que ter talento também ajuda!

É por isso que, de tempos em tempos, uma projeção feita sobre um carro que já existe acaba se espalhando pela Internet – normalmente, dando forma a ideias que todos temos mas jamais conseguiremos realizar. Ou então simplesmente brincam com nossa imaginação, criando automóveis impossíveis que não deveriam sê-lo. Ou, às vezes, deveriam.

E é justamente uma série de projeções modernizando clássicos que vem circulando pela web nos últimos dias. O designer britânico Yasid Oozeear postou em sua página há cerca de duas semanas este Lamborghini Miura reimaginado para os dias atuais.

14212785_1157962814242486_5879685701011066120_n

O próprio Yasid brinca na descrição do desenho, dizendo que “às vezes, é bem divertido revisitar designs clássicos (e possivelmente arruiná-los)”. Pegando emprestados elementos estéticos do Huracán, como os difusors dianteiros, as saias laterais e as rodas, Yasid promoveu um facelift até interessante no Miura. As linhas limpas da carroceria até que receberam bem as retas do Huracán. No entanto, estamos felizes por não ser um Miura de verdade.

Aliás, a própria Lamborghini já nos mostrou que o visual do Miura não precisaria de tantas adaptações para ficar moderno. Foi há dez anos, em um evento no antigo Museu de Rádio e Televisão de Los Angeles, ao mesmo tempo em que ocorria o Salão de Los Angeles de 2006.

autowp.ru_lamborghini_miura_concept_9 autowp.ru_lamborghini_miura_concept_7

A ideia era celebrar os 40 anos da apresentação do conceito original do Miura, no Salão de Genebra de 1966. Para tal, Walter de Silva – que havia acabado de assumir o cargo de chefe de design da Lamborghini – desenhou um Miura atualizado para a década de 2000. O resultado? Incrivelmente, um carro bastante parecido com o Miura clássico nas linhas gerais, com apenas alguns detalhes modernizados, como faróis, lanternas, retrovisores, rodas e elementos aerodinâmicos. Tudo feito sobre um Lamborghini Murciélago.

Apesar da excelente repercussão do conceito, a Lamborghini jamais teve a intenção de transformar o novo Miura em realidade. Aliás, na época, o CEO Stefan Winkelmann, foi brutal na hora de explicar o motivo.

O conceito do novo Miura foi uma celebração de nossa história, mas a Lamborghini sempre olha para o futuro. Não estamos aqui para fazer carros retrô. Então não vamos fazer o Miura.

OK, então vamos dar uma olhada em outra projeção de Yasid – desta vez, o Lamborghini Countach, sucessor do Miura. Desta vez, ele usou elementos do Aventador SV (a cor e os elementos aerodinâmicos) e do Huracán (as saias laterais).

14225526_1160670337305067_34738683505064901_n

O Countach sempre teve fama de ser atemporal. Projetado no fim da década de 1960, ele foi lançado nos anos 1970 e tornou-se um ícone dos anos 1980: três décadas diferentes, e o supercarro não parece tão deslocado em nenhuma delas. Esta é uma das razões para gostarmos tanto dele.

lamborghini-countach-25th-anniversary-c270729112014191836_2 lamborghini-countach-25th-anniversary-c270729112014191836_1

Fotos: Autogespot

Aliás, às vezes ele parece ter vindo do futuro: apesar de ser menor, ele tem as proporções que vemos até hoje nos supercarros. Se a Lamborghini continuasse produzindo o Countach até hoje, talvez ele ficasse parecido com o carro imaginado por Yasid. Ou então com este outro aqui, também feito por ele, adicionando à mistura elementos do Huracán na dianteira e do Murciélago na traseira. Ele apelidou o carro de “Councielacan” por causa disso.

14222169_1165565593482208_8623737886225434388_n

Como era de se esperar, não demorou para que o Lamborghini Diablo, sucessor do Countach, também entrasse na brincadeira.

14263982_1162511920454242_6167126301562335541_n

A dianteira é inspirada pelo Murciélago SV, as rodas e as saias laterais vêm do Aventador e a asa traseira é igual à do Aventador SV. O resultado ficou surpreendentemente atual e, não fosse pelos faróis escamoteáveis e pelas setas na cor âmbar, é provável que este Diablo conseguisse se passar por um carro moderno.

Claro, tudo não passa de uma brincadeira. Estamos meio aliviados pelo fato de nenhuma das criações ter sido executadas em um Lamborghini de verdade. Como são apenas projeções virtuais, a gente até que curtiu o resultado. Além disso, as imagens provam que, apesar das mudanças na identidade visual ao longo dos anos, os Lamborghini são bastante consistentes em seu design.

Dito isto, os touros de Sant’Agata Bolognese não são os únicos superesportivos reimaginados por Yasid. Saca só esta Ferrari 458 Italia com elementos estéticos da Testarossa:

14344802_1167598506612250_2564286508135402815_n

Quer algo ainda mais ousado? Que tal, então, esta mistura de Ferrari F50 com a FXX K?

14212198_1163478447024256_1785812197657535857_n

Yasid também gosta de misturar dois mundos completamente diferentes em apenas um carro. Como no caso destes monoposto de corrida que parece um Fusca de Fórmula 1:

13344650_1093524447352990_7177693846590091851_n

E se alguém decidisse colocar um kit da RAUH-Welt Begriff (RWB) no Porsche 356? Bem, ficaria assim:

13925101_1132436063461828_6043728037355533394_n

Com direito às cores do Porsche 911 277 de Magnus Walker

Você pode acompanhar o trabalho de Yasid no Facebook. Mas diz aí: o que você achou de suas viagens estilísticas?