Este cara realizou o sonho de todo entusiasta e construiu uma pista de drift no quintal de casa

Dalmo Hernandes 23 outubro, 2018 0
Este cara realizou o sonho de todo entusiasta e construiu uma pista de drift no quintal de casa

Se você está lendo o FlatOut, temos certeza de que já teve a ideia de montar uma garagem completa, com ferramentas, decoração gearhead e espaço para vários carros – o refúgio que, em um mundo ideal, todo car guy teria em sua residência. Infelizmente este não é o caso – é preciso um bom investimento, é preciso espaço e, no caso de muita gente, é preciso convencer a namorada/esposa. A vida é dura, às vezes.

Ainda não é assinante do FlatOut? Considere fazê-lo: além de nos ajudar a manter o site e o nosso canal funcionando, você terá acesso a uma série de matérias exclusivas para assinantes – como conteúdos técnicoshistórias de carros e pilotosavaliações e muito mais!

 

ASSINE

Os assinantes possuem acesso livre para todo o conteúdo do FlatOut. incluindo matérias especiais, de R$ 14,90 por apenas R$ 9,90 por mês.

CROWDFUNDER

Membro especial, com descontos em nossa loja e em parceiros. Participe do nosso grupo secreto no Facebook e fique próximo à equipe do FlatOut

Por outro lado, há quem acredite que, como diz a máxima, “quem quer de verdade, dá um jeito”. É só ver o exemplo de um entusiasta chamado Takeshi Teruiya, 37, que nasceu no Japão mas mora atualmente na Nova Zelândia – onde, recentemente, construiu uma pista de drift… em volta de sua casa!

Enquanto este tipo de projeto geralmente envolve comprar uma pequena propriedade rural, afastada da cidade e com bastante espaço, Teruya resolveu aproveitar ao máximo seu terreno na cidade, mesmo – e só por isto ele já merece nosso respeito. A pista não é muito larga e, ao menos nos vídeos que publicou em seu canal no YouTube, Teruya não atinge velocidades alucinantes com seu Nissan Skyline 370GT preparado. Mas, francamente, estes são só pequenos detalhes. O cara tem uma pista de drift em volta de casa!

drift-track-around-house (3)

De acordo com uma entrevista que deu para o jornal NZ Herald, Teruya nasceu e cresceu em Saitama, ao norte de Tóquio, Teruya é fã do dorifuto desde que aprendeu a dirigir e já participou de competições regionais tanto no Japão quanto na Nova Zelândia, onde vive desde 2007. Ele contou ao jornal que a inspiração foi o Leadfoot Festival, que visitou há alguns anos.

É fácil entender o motivo: o Leadfoot Festival (“Festival Pé-de-chumbo”, em tradução literal), organizado pelo lendário piloto neozelandês Rod Millen, que já competiu em ralis, provas de turismo e subidas de montanha, e desde 2011 recebe em seu rancho, o Leadfoot Ranch, dezenas de pilotos conhecidos para acelerar na pista que ele mandou construir na propriedade. Na edição de 2018, por exemplo, entre os competidores estavam Alistair McRae, irmão de Colin McRae, e Vaughn Gittin Jr – além do filho de Rod, Rhys Millen. A primeira edição foi realizada para comemorar o 60º aniversário de Rod Millen e hoje se tornou um dos eventos mais aguardados pelos entusiastas da Nova Zelândia.

Teruya deixou o Leadfoot Festival com uma ideia na cabeça: por que não construir uma pista em seu quintal? Geralmente este é o tipo de devaneio que temos e deixamos para trás logo em seguida – é loucura demais. Mas Teruya seguiu adiante com o plano, e hoje não precisa ir a lugar algum quando está a fim de praticar sua técnica ao volante. É só sair pela porta da frente.

drift-track-around-house (6)

Há um bom motivo para isto: você não precisa ter ido ao Japão para saber que, naquele país, a falta de espaço é um problema real. Há muita gente e pouco território – as cidades são repletas de apartamentos pequenos e há poucas garagens. Os kei cars, que têm suas dimensões máximas limitadas por lei, existem por um motivo: eles consomem pouco combustível e ocupam pouco espaço, sendo ideais para o trânsito das grandes cidades. Um pedaço de terra no Japão é algo raro de se ver e caro para se ter, e mesmo uma casa com quintal é apenas um sonho distante para boa parte dos japoneses.

Ao se mudar para a Nova Zelândia, Teruya viu-se em outro mundo – o país é praticamente o oposto do Japão no que diz respeito à questão territorial. Em outras palavras, sobra espaço e falta gente.

Tempos depois, quando foi chamado por seu ex-chefe chefe para uma confraternização em sua casa, Teruya viu que o lugar era perfeito para colocar seu plano em prática – plano, razoavelmente grande e livre de vegetação. Então, tratou de juntar algum dinheiro e fazer uma oferta pela casa, que foi aceita. Imediatamente Teruya mudou-se para lá com a esposa e os dois filhos. E pouco depois deu início à construção da pista, que ficou pronta há poucos meses.

drift-track-around-house (2)

A ideia original era contratar uma construtora para colocar o projeto em prática, mas o orçamento de NZ$ 40.000 (cerca de R$ 96.000) em conversão direta mostrou-se proibitivo depois de pagar NZ$ 370.000 (quase R$ 900.000) pela casa. Então Teruya decidiu fazer tudo sozinho para economizar – e documentou parte do processo em seu canal no YouTube.

O material foi comprado de uma empresa que fornece asfalto reciclado, pneus usados e pintados de branco e vermelho foram usados para fazer as barreiras, e alguns vizinhos de Teruya – que para sua sorte também são entusiastas – o ajudaram na obra.

drift-track-around-house (4)

E eles não se incomodam com o barulho – Teruya nãficasse o tempo todo acelerando em sua pista particular. Ele só o faz aos fins de semana, e não deixou de levar seu Skyline para circuitos “de verdade”.

É claro que, no início, a esposa de Takeshi, Yoshie Teruya, não era muito fã da ideia. “Quem, em sã consciência, constrói uma pista de corrida em volta da própria casa?”, ela disse. No entanto, depois que tudo ficou pronto, ela ficou mais à vontade – especialmente porque seus dois filhos agora têm um ótimo lugar para brincar e não precisam mais ir ao parque.

drift-track-around-house (7)

E, dizemos mais: a casa de Teruya é o ambiente perfeito para criar futuros gearheads. Yoshie só não deve gostar muito quando Takeshi diz que é “o homem mais feliz do mundo” agora que tem sua própria pista de drift.