A revista semanal dos entusiastas | jorn. resp. MTB 0088750/SP
FlatOut!
Image default
Vídeo Zero a 300

Este cara tem um Tesla P100D depenado e apavora esportivos preparados

Se você está aqui é porque gosta de motores a combustão carburados, injetados, sobrealimentados ou de aspiração natural; em linha, em V ou flat. Eles são parte essencial do que nos faz gostar de carros. Acontece que é impossível ficar indiferente quando alguém compra um Tesla, depena o interior e começa a disputar corridas a fim de surpreender alguns incautos donos de esportivos preparados.

Quem fez este vídeo foi o pessoal do 1320Video, que acompanhou o cara durante uma noite que foi, digamos, bastante movimentada: com seu tesla P100D depenado, o rapaz que aparenta ter vinte-e-poucos anos disputa pegas de arrancada com alguns exemplares de diferentes gerações do Ford Mustang e também um Nissan GT-R, todos preparados para disputar corridas de rua valendo dinheiro vivo, como em “Velozes e Furiosos”. E ele não perde uma corrida sequer – o que nem todos aceitam numa boa.

O dono de um dos Ford Mustang de terceira geração com injeção de óxido nitroso, por exemplo, diz que sua faixa não estava totalmente seca e que só perdeu a corrida por causa disto. Então, em uma revanche valendo US$ 600… ele perde novamente. Aí, não tem jeito…

Acontece que não é uma questão de defender ou não o Tesla, e sim de encarar os fatos: estamos falando de um Tesla Model S P100D, a versão mais potente e veloz do sedã elétrico de luxo. O que define a força de um Tesla não é apenas a força o motor, mas também a potência da bateria. O Tesla Model S 60, por exemplo, tem uma bateria de 60 kWh sob o assoalho, tem apenas um motor elétrico para as rodas traseiras e é capaz de chegar aos 100 km/h em 5,8 segundos, com velocidade máxima de 210 km/h e autonomia de 400 km. O Tesla Model S P100D é um modelo de alta performance (P) com bateria de 100 kWh (100) e dois motores, um para cada eixo (D, de dual engine). Ele é capaz de chegar aos 100 km/h em 2,7 segundos, tem velocidade máxima limitada eletronicamente em 250 km/h e tem autonomia de 613 km.

Todo Tesla Model S P100D é equipado com o modo Ludicrous+, que precisa de um pequeno truque para ser liberado (segurar o botão “Ludicrous” na tela sensível ao toque por alguns segundos) e, de acordo com a Tesla, causa desgaste acelerado do motor e da bateria mas em compensação, mas é a melhor forma de aproveitar os 635 cv e 94,9 mkgf de torque dos dois motores elétricos disponíveis a partir do primeiro toque no acelerador. É um soco no estômago, você cola no banco e o carro simplesmente vai. Tudo o que se ouve é o barulho dos pneus no asfalto e das pedrinhas batendo sob o assoalho. Em números, o modo Ludicrous+ reduz o tempo de aceleração de 0 a 100 km/h de 2,5 segundos para 2,4 segundos.

O carro do rapaz teve o peso aliviado: perdeu o isolamento acústico, os carpetes, o banco traseiro e os revestimentos dos porta-malas dianteiro e traseiro; enquanto os bancos dianteiros originais foram substituídos por bancos de competição feitos de alumínio. O resultado, de acordo com o dono, é uma redução de cerca de 200 kg – de 2.250 kg para pouco mais de 2.040 kg, de acordo com a balança. No mais, nenhuma modificação foi feita na bateria ou nos motores elétricos.

model-s-aliviado

Além do torque máximo praticamente instantâneo de um carro elétrico e do alívio de peso, a tração integral também faz sua parte – tanto que o único carro do vídeo que parece ter alguma chance contra o Tesla é o Nissan GT-R.

Dito isto, carros de competição preparados para a dragstrip, não legalizados para as ruas, se dão melhor contra o Tesla. Sabemos disto porque o dono do sedã elétrico tem um canal dedicado exclusivamente a mostrar seu carro disputando arrancadas em drag strips. O Model S P100D dá trabalho para alguns bólidos, mas não ganha sempre. O que, claro, não deixa de ser impressionante:

O cara tem seu próprio canal, chamado Tesla Racing Channel, para mostrar do que o P100D é capaz na pista de arrancada. Em seu vídeo mais recente, ele colocou um jogo de pneus drag radial da Mickey Thompson calçados em rodas BBS no Model S P100D para ver a diferença.

Ainda não nos acostumamos direito a ver um carro acelerando sem ronco no motor, mas não podemos dizer que o P100D não é assustadoramente rápido.


z-gasrubberbranca-camiseta-1140x448

Matérias relacionadas

A morte de Justin Wilson na Indy, multas em 2015 já superam 2014 em SP, Hellcat flagrado no Brasil, Magnus Walker bate seu Porsche e mais!

Leonardo Contesini

Como saber se meu carro usado ou semi-novo foi reparado em recall?

Leonardo Contesini

Hennessey leva o Camaro “The Exorcist” aos 350 km/h, Rota 2030 será anunciado “nos próximos dias’, o fim dos Porsche diesel e mais!

Leonardo Contesini