A revista semanal dos entusiastas | jorn. resp. MTB 0088750/SP
FlatOut!
Image default
Car Culture

Este cara transformou um velho Ford em um Pagani Zonda “quase” perfeito. Ou não…

Todo entusiasta tem o sonho de construir um carro. O britânico Nick Truman é um entusiasta, e realizou este sonho com suas próprias mãos. E mais: transformando um Ford Granada velho em uma réplica perfeita do Pagani Zonda — isto é, se por “perfeita” estivermos falando que o carro é até parecido com um Zonda e que ele funciona mesmo, mas tem proporções bem diferentes e não parece ter saído da fábrica (quer dizer, ateliê) da Pagani. Impressionante, de qualquer forma.

Sério, quantas pessoas você conhece seriam capazes de pegar um motor, uma estrutura, freios, suspensão e juntar tudo para fazer um carro capaz de rodar normalmente? Poucas, obviamente, e Truman é uma delas. Não que a gente conheça o cara, nem nada disso, mas o que importa é o fato de ele ter feito tudo sozinho, usando como base um Ford Granada pelo qual pagou £ 89, ou R$ 345 em conversão direta. Sendo assim, você realmente esperava uma réplica perfeita?

Nick é britânico, e os jornais britânicos estão dizendo que o carro é idêntico a um Zonda original — obviamente não é, afinal um Zonda R, modelo no qual Nick se baseou, custa mais de £ 1 milhão e o custo total do projeto foi inferior a £ 15 mil, contando com a estrutura básica, os dois motores que já passaram pelo projeto, a fibra de vidro usada na carroceria e as peças de acabamento compradas no eBay depois de milhares de horas de buscas.

zondar

De fato, praticamente idêntico

A Pagani diz que o Zonda R, modelo que Nick copiou, não é “um supercarro”, mas “o supercarro”. Ele é dotado de um V12 AMG de seis litros  que, naturalmente aspirado, entrega 750 cv e 72,4 mkgf. O carro de Nick é mais modesto, e começou justamente com um motor — um V12 da Jaguar, que ele comprou com a intenção de fazer uma mesinha de centro para sua sala (todo mundo já pensou nisso, não?). Como o motor era grande demais e funcionava, ele decidiu fazer uma réplica do Zonda R com ele.

O garimpo no eBay começou a partir dali: rodas vindas de um Lexus, pneus de Porsche e até uma transmissão (manual, com grelha!) usada pela qual o dono pediu módicas £ 5. Sim, o equivalente a R$ 20 por um câmbio.

zonda-i (6)

Nick usou a estrutura básica do Granada para a suspensão e o entre-eixos, mas inverteu a posição do motor para central-traseira e colocou uma estrutura tubular adicional para a carroceria, que foi construída à mão usando como referência fotos e uma miniatura de brinquedo. O interior foi feito usando peças de outros carros e alguns acabamentos feitos por ele mesmo, e novamente a intenção foi recriar com a maior fidelidade possível o interior do Zonda, que é facilmente reconhecido por seu visual extravagante.

zonda-i (2)

Quase todo o trabalho foi feito na garagem de sua casa em Iver, Buckinghamshire — no início, com certa dose de obsessão. “Minha mulher me ligava e muitas vezes eu atendia com o celular em uma mão e a serra circular em outra”. Aliás, sua sua esposa, com quem tem três filhos, não gostou muito da ideia no início, mas acabou apoiando o projeto do marido.

“Ela gosta da cor e acho que se orgulha do que eu consegui fazer”, ele contou ao The Mirror. 

zonda-i (3)

Depois de pronto, o carro foi levado de barco ao Bahrain, no Oriente Médio, porque Nick conseguiu um emprego por lá. Ele também pode registrar o carro e circular pelas ruas normalmente, e disse ter adorado a experiência. “As pessoas passavam por mim dirigindo e sempre freavam para dar uma olhada. Quem nunca viu um Zonda antes, talvez não percebesse a diferença à primeira vista”, conta. É… talvez ele tenha dado uma exagerada.

De qualquer forma, o motor Jaguar acabou não aguentando e fundiu antes que Nick voltasse ao Reino Unido. Quando voltou, trouxe o carro consigo e colocou nele um V8 Audi de quatro litros, 32 válvulas e dois turbos. Nick acredita que a potência agora seja de cerca de 500 cv, embora nunca tenha testado o carro. E nem poderia, pois ainda não o legalizou para rodar nas ruas de sua terra natal.

zonda-i (10)

Hoje o carro fica parado em sua garagem, ao lado de uma Ferrari Dino 308 GT4, mas Nick diz que pretende regularizá-lo em breve — afinal, ele não trabalhou cinco anos em algo que lembra vagamente um Pagani Zonda para deixá-lo guardado, não é?

zonda-i (5)

Matérias relacionadas

Este cara pilota seu magnífico Mercedes-Benz 300SL com o pé no porão e deslizando de lado

Dalmo Hernandes

Esta é a única Ferrari que venceu as 24 Horas de Le Mans duas vezes – mas ninguém sabia disso

Dalmo Hernandes

O compartilhamento da Mercedes e da BMW: como os fabricantes se preparam para um mundo anti-carro

Gustavo Henrique Ruffo