FlatOut!
Image default
Car Culture Zero a 300

Este cara usou sua Toyota Tundra para socorrer vítimas dos incêndios da Califórnia – e agora ganhou uma picape nova

Já faz pelo menos três décadas que os incêndios florestais no Hemisfério Norte tem vêm se tornando catástrofes de nível mundial. Em 2018 foram registrados incêndios de grandes proporções na Rússia, na Suécia, na Austrália e em diversos estados dos EUA – em especial na Califórnia, onde foram registrados 7.579 incêndios nos últimos meses, entre junho e novembro, atingindo uma área total de aproximadamente 6.750 km². Milhares de famílias perderam suas casas, enquanto 97 civis e seis bombeiros morreram em decorrência dos incêndios.

Ainda não é assinante do FlatOut? Considere fazê-lo: além de nos ajudar a manter o site e o nosso canal funcionando, você terá acesso a uma série de matérias exclusivas para assinantes – como conteúdos técnicoshistórias de carros e pilotosavaliações e muito mais!

 

FLATOUTER

Membro especial, com todos os benefícios: acesso livre a todo o conteúdo do FlatOut, participação no grupo secreto no Facebook (fique próximo de nossa equipe!), descontos em nossa loja, oficinas e lojas parceiras!

A partir de

R$20,00 / mês

ASSINANTE

Plano feito na medida para quem quer acessar livremente todo o conteúdo do FlatOut, incluindo vídeos exclusivos para assinantes e FlatOuters.*

De R$14,90

por R$9,90 / mês

*Não há convite para participar do grupo secreto do FlatOut nem há descontos em nossa loja ou em parceiros.

É mesmo comum que ocorram incêndios espontâneos em florestas californianas durante as estações mais secas – e a situação se agrava a cada ano por conta do aquecimento global, mas também porque todos os anos são construídas mais e mais casas em zonas críticas, bem na linha de fogo. Já no dia 4 de agosto de 2018 foi decretado estado de national disaster na região norte da Califórnia – algo comparável ao que, no Brasil, chamamos de estado de emergência.

Neste tipo de situação crítica é que acabam surgindo heróis entre a população. Como Allyn Pierce, enfermeiro supervisor de um hospital em Paradise, na Califórnia, que sacrificou sua adorada Toyota Tundra para ajudar pessoas a evacuar uma área tomada pelas chamas. E, merecidamente, ganhou outra picape novinha depois de seu ato de puro heroísmo.

O incêndio em Paradise já havia feito 42 vítimas fatais e se alastrado por 473 km² – foi o incêndio mais destrutivo da história da Califórnia. No dia 12 de novembro Pierce foi uma das pessoas que precisaram enfrentar as chamas para sobreviver: a área ao ao hospital onde ele trabalhava foi tomada pelo fogo.

Em determinado momento, sua picape ficou presa entre dezenas de carros – todos eles vazios, pois as autoridades e as forças de combate a incêndio instruíram os ocupantes a deixar seus veículos no local e fugir a pé.

6174882-6389181-image-a-73_1542207086796

A visão de dentro da picape

Allyn contou ao New York Times que, àquela altura, chegou à conclusão de que seria seu fim. “Eu só pensava: ‘é isto, vou morrer no meio de um monte de plástico derretido'”, disse ele ao jornal. Allyn chegou a gravar uma mensagem de despedida à sua familia em seu celular, dizendo que havia tentado com todas as suas forças escapar daquela situação. E ligou o rádio, que tocava “In Your Eyes”, de Peter Gabriel, para tentar se acalmar nos últimos instantes de sua vida.

Então, enquanto Allyn tentava se proteger do calor insuportável usando seu casaco, um trator abriu espaço entre os veículos para que ele pudesse fazer uma manobra e deixar o local rumo à segurança. No entanto, em vez de fazer isto, o enfermeiro deu a volta e retornou ao hospital, onde ainda havia pessoas correndo risco de morte. Lá, ele se juntou a outros funcionários, juntou suprimentos e organizou um mutirão para transportar quem precisasse.

Allyn adorava sua Toyota Tundra, que carinhosamente chamava de “Pandra” (pois era branca com detalhes pretos), e até abriu para a picape uma conta no Instagram. O veículo, contudo, acabou extremamente danificado pelo fogo – a maioria dos componentes de plástico derreteu e a carroceria ficou literalmente tostada. Incrivelmente os faróis ainda funcionavam e a picape continuava rodando, mas a integridade de sua estrutura foi seriamente comprometida pelo calor.

 

Dr2Le43UcAAMfJn Dr2Lb1mVsAUf_hL Dr2Le4OUUAA7fLr

A história, naturalmente foi parar nas redes sociais, com um depoimento postado por Allyn exaltando a durabilidade da picape. E não demorou para que a própria Toyota ficasse sabendo do ocorrido – e prometesse a Allyn uma Tundra novinha em folha pelo Facebook.

44715185_1959850624317428_5635014813960346122_n

“Ficamos impressionados ao saber que você arriscou sua vida e sua Toyota Tundra para levar outras pessoas a um local seguro. Não se preocupe com sua picape, será uma honra te dar uma nova!”

Foi exatamente o que aconteceu. Na semana passada uma Toyota Tundra zero-quilômetro foi entregue a Allyn pela fabricante – uma TRD Pro 2018, equipada com um V8 de 5,7 litros e 386 cv. É a versão topo-de-linha da Tundra nos Estados Unidos, feita para brigar com a Ford F-150 Raptor.

toyota-tundra Dsoi-9uUUAARiLL

Trata-se do primeiro passo para que Allyn possa reconstruir sua vida. Além da picape, ele também perdeu seu teto e seu emprego para o incêndio – sua casa e o hospital, onde ele e a esposa trabalhavam, foram consumidos pelas chamas. Uma campanha no site GoFundMe foi aberta para ajudá-lo, e arrecadou US$ 28.000 (cerca de R$ 108.000) com as doações de 621 pessoas.

Matérias relacionadas

Ferrari 225S de R$ 10 milhões e outros clássicos atemporais: FlatOut em Águas de Lindóia 2017, parte 1

Juliano Barata

Subaru Levorg BTCC: uma perua WRX para acelerar no asfalto

Dalmo Hernandes

Lewis Hamilton manda seu carro de Fórmula 1 para fã de cinco anos com câncer terminal

Dalmo Hernandes