A revista semanal dos entusiastas | jorn. resp. MTB 0088750/SP
FlatOut!
Image default
Achados meio perdidos

Este Dodge Challenger SRT8 First Edition está à venda – e em plena forma

Dois dos três pony cars modernos que estão à venda atualmente são realmente modernos. O Ford Mustang, em sua sexta geração, abandonou por completo a estética retrô, que foi trocada por releituras mais sutis dos elementos de design clássicos. O Chevrolet Camaro é um pouco mais próximo do original dos anos 1960 e 1970, mas também não é descaradamente retrô. E ambos cederam a recursos modernos como motores downsized e aerodinâmica aprimorada.

Ainda não é assinante do FlatOut? Considere fazê-lo: além de nos ajudar a manter o site e o nosso canal funcionando, você terá acesso a uma série de matérias exclusivas para assinantes – como conteúdos técnicoshistórias de carros e pilotosavaliações e muito mais!

 

FLATOUTER

Membro especial, com todos os benefícios: acesso livre a todo o conteúdo do FlatOut, participação no grupo secreto no Facebook (fique próximo de nossa equipe!), descontos em nossa loja, oficinas e lojas parceiras!

A partir de

R$20,00 / mês

ASSINANTE

Plano feito na medida para quem quer acessar livremente todo o conteúdo do FlatOut, incluindo vídeos exclusivos para assinantes e FlatOuters.*

De R$14,90

por R$9,90 / mês

*Não há convite para participar do grupo secreto do FlatOut nem há descontos em nossa loja ou em parceiros.

E então, temos o Dodge Challenger de terceira geração, que completou 11 anos em 2019 – ele começou ser fabricado em Ontario, no Canadá, em abril de 2008. Diferentemente dos rivais, ele mantém a mesma plataforma desde o lançamento. Claro, a carroceria passou por algumas atualizações sutis; o interior já foi completamente remodelado; e a estratégia de ir acrescentando novidades – versões com supercharger de potência astronômica, para-lamas alargados, ou tração integral – tem sido eficaz na tarefa de manter alto o apelo do Dodge Challenger entre os entusiastas.

O efeito colateral disto tudo: um Challenger 2008 e um Challenger 2018 são carros bem parecidos – diferentemente do que acontece com o Mustang ou o Camaro, pois as gerações atuais de ambos envelheceram bastante as anteriores. Então, se você quer um pony car americano com fortes raízes no passado, o Challenger pode ser a melhor escolha.

O nosso Achado meio Perdido tem tudo para ser um bom exemplo – um Dodge Challenger SRT8 First Edition, série especial limitada a 6.400 exemplares para o mercado norte-americano, dos quais todos foram vendidos com reserva antecipada e produzidos a partir de maio de 2008.

O carro, anunciado pela revenda T2A Motors, em São Paulo, foi importado zero-quilômetro pela própria loja, e atualmente tem cerca de 49.500 km rodados – ou seja, é um seminovo de respeito. E, mecanicanemte, ele está completamente original – as únicas exceções são um filtro cônico K&N e o sistema de escape com abafadores Magnaflow. O motor é o V8 Hemi de 6,1 litros com 431 cv e 58,1 kgfm de torque, acoplado a uma caixa automática de cinco marchas – o que deixa evidente que, apesar da plataforma imutável, o Challenger evoluiu em outros aspectos nos últimos anos: atualmente o câmbio automático oferecido pela Dodge tem oito marchas.

De todo modo, era o suficiente para que o cupê de 1.880 kg fosse de zero a 100 km/h em 4,7 segundos, com máxima limitada em 280 km/h. O quarto de milha é cumprido em 13,3 segundos.

O anunciante deixa claro que o carro, originalmente, tem pintura prata “Bright Silver” – ele foi envelopado com um tom de roxo acetinado que lembra um pouco o famoso “Plum Crazy”. E, no fim das contas, o revestimento em couro preto do interior combinou bastante com a cor do lado de fora. As rodas de desenho exclusivo da versão receberam detalhes em cinza escuro. Fora isto, demais elementos do exterior – grade, emblemas, e spoilers dianteiro e traseiro exclusivos da versão – estão intactos. O painel de instrumentos traz uma plaqueta numerada, e mostra que este Challenger First Edition é o número 3.430 de 6.400 unidades comercializadas.

Um Chevrolet Camaro de quinta geração com potência equivalente, fabricado a partir de 2010, pode ser bem mais acessível – e também muito mais comum, considerando que foi importado oficialmente. O Challenger é muito mais difícil de encontrar à venda no Brasil, e isto pode ser um fator decisivo para quem quer um carro mais raro.

Se você ficou interessado, pode clicar aqui para acessar o anúncio e entrar em contato com o vendedor.


“Achados Meio Perdidos” é o quadro do FlatOut! no qual selecionamos e comentamos anúncios do GT40.com.br de carros interessantes ao público gearhead, como veículos antigos, preparados, exclusivos e excêntricos. Não se trata de publieditorial. Não nos responsabilizamos pelas informações publicadas nos anúncios nem pelas negociações decorrentes – todos os detalhes devem ser apurados atenciosamente com o anunciante!

Matérias relacionadas

Este Corona Dardo F 1.3 à venda pode ser uma bela opção de clássico nacional

Dalmo Hernandes

Chevrolet Ipanema: por R$ 8.500, salve uma perua robusta, bem conservada e barata

Dalmo Hernandes

O ano dos barn finds: coleção com Ferrari 250 GT e outros 60 clássicos é encontrada na França depois de quase 50 anos!

Dalmo Hernandes
error: Direitos autorais reservados