A revista semanal dos entusiastas | jorn. resp. MTB 0088750/SP
FlatOut!
Image default
Car Culture Lançamentos

Este é o Chevrolet Camaro ZL1 2017, agora com o V8 supercharged de 650 cv do Corvette Z06!

Parece que entramos de vez na era dos muscle cars estupidamente potentes. Claro, nenhum deles reproduziu ainda o choque do Dodge Challenger Hellcat e seu V8 Hemi supercharged de 6,1 litros e 717 cv, mas isto nem é preciso: estamos falando de outro muscle car com V8 e compressor mecânico — o Chevrolet Camaro ZL1 2017, que acabou de ser revelado e traz debaixo do capô o motor do insano Corvette Z06. E não é só isto!

Para quem não lembra, o Camaro ZL1 é uma versão mais radical do muscle car da gravata borboleta, com mais potência e tecnologia de pista, como amortecedores magnéticos e aerodinâmica especial. Diferentemente do Z/28, que aposta na leveza e na pureza mecânica, o negócio do ZL1 é força bruta. Assim, a antiga geração tinha um V8 LSA de 6,2 litros com compressor mecânico e 588 cv — o que já era muita coisa.

2017-camaro-zl1 (1)

Com a nova geração, apresentada em maio de 2015, o Camaro ficou menor e mais leve, além de adotar um visual mais moderno para fazer frente ao Mustang, que foi totalmente renovado em sua sexta geração e perdeu a cara retrô. Neste quesito, o Camaro ainda remete ao modelo antigo, porém ganhou proporções mais robustas e linhas mais agressivas — além de, a exemplo do Ford, adotar um quatro-cilindros turbinado como uma das opções de motor.

Mas a gente não está aqui para falar de downsizing, e muito menos de muscle cars com motor de quatro cilindros. O Camaro ZL1 2017 veio para mostrar que os americanos ainda querem que seus esportivos tenham oito cilindros e um caminhão de potência. E, se for o V8 LT4 usado no Corvette Z06, que também desloca 6,2 litros e também traz um supercharger em cima, melhor ainda, não?

2017-camaro-zl1 (1)

Vale observar: como o Corvette funciona como uma espécie de “halo car” para a Chevrolet, a marca teve o cuidado de reduzir um pouco sua potência: em vez de 658 cv e 89,8 mkgf de torque, são 649 cv e 88,5 mkgf. Mesmo com a pequena queda, ainda são 61 cv e 11,6 mkgf de torque a mais que o ZL1 anterior — uma brutalidade enorme. O motor difere do antigo em alguns aspectos importantes como injeção direta de combustível, desativação dos cilindros (para economizar combustível quando se anda mais devagar) e comando de válvulas continuamente variável.

2017-camaro-zl1 (9)

Ainda faltam alguns detalhes a serem revelados, como a faixa de rotações em que torque e potência chegam ao pico (que devem ser semelhante à do Corvette Z06) e os números de desempenho. No entanto, o novo ZL1 é cerca de 90 kg mais leve que o antigo, que pesa 1.837 kg, o que deve dar algumas pistas. O câmbio pode ser manual de seis marchas ou automático de nada menos que dez marchas — este, curiosamente, desenvolvido em parceria com a arquirrival Ford —, sendo o primeiro produto da GM com esta caixa.

2017 Chevrolet Camaro ZL12017-camaro-zl1 (2)

Choose your weapon

De acordo com a Car and Driver gringa, o ZL1 da geração anterior levava 4,1 segundos para chegar aos 100 km/h. Se a versão SS atual, com motor de 461 cv, faz o mesmo em 3,9 segundos, podemos imaginar do que os quase 650 cv do novo ZL1 são capazes…

A queda no peso se deve, principalmente, à adoção da nova plataforma Alpha da GM — a mesma dos Cadillac CTS e ATS, que entre outras novidades traz pela primeira vez a suspensão independente na traseira para o Camaro. No entanto, o ZL1 não recebeu apenas o motor do Corvette Z06. Na prática, ele é quase um Z06 com dois lugares extras na traseira — até os amortecedores magnéticos e o diferencial traseiro de deslizamento limitado (controlado eletronicamente) são os mesmos do Vette.

2017-camaro-zl1 (6)

A aerodinâmica também recebeu o mesmo tipo de atenção, com splitter frontal, difusor traseiro e asa traseira retrabalhados para melhorar o fluxo aerodinâmico. A gravata borboleta vazada, chamada pela Chevrolet de Flowtie, também está de volta depois de aparecer pela primeira vez no Camaro Z/28.

2017 Chevrolet Camaro ZL1

As rodas são de 20 polegadas, calçadas com pneus Goodyear Eagle F1 Supercar de medidas 285/30 na dianteira e 305/30 na traseira. Atrás das rodas da frente estão freios Brembo com discos de 15,4 polegadas — só faltou serem de carbono-cerâmica, mas não duvidamos que estes apareçam em algum pacote de opcionais no futuro.

O interior, claro, também recebeu seus toques personalizados: volante de base reta revestido em camurça sintética, mesmo material da coifa de câmbio. Os bancos são Recaro com emblemas “ZL1” e costuras vermelhas, e o painel traz o Performance Data Recorder — data logger que, além de mostrar a quantas anda o funcionamento do carro, exibe informações como o trajeto e os tempos de volta com base nos dados do GPS.

2017-camaro-zl1 (7) 2017-camaro-zl1 (8)

A Chevrolet também não fala em preços mas, nos EUA, deverá custar mais de US$ 60 mil (aproximadamente R$ 227 mil, em conversão direta) quando começar a ser vendido, na segunda metade de 2016. Até lá, novas informações deverão surgir. Até lá, fique com o ronco matador e o zunido do supercharger:

Matérias relacionadas

Este neozelandês de 21 anos construiu um carro de rali sozinho

Dalmo Hernandes

Este carro elétrico feito por um estudante deve ser o automóvel mais bonito já feito na China

Dalmo Hernandes

Project Thunderbolt: este Mazda MX-5 Miata com um V8 LS3 de 532 cv é o engine swap perfeito

Dalmo Hernandes
error: Direitos autorais reservados