FlatOut!
Image default
Lançamentos

Este é o novo Honda Civic Type R: mais potência, nova suspensão e aerodinâmica para reconquistar Nürburgring

James May, aquela senhorinha que apresenta The Gran Tour com Richard Hammond e Jeremy Clarkson, costuma dizer que carros desenvolvidos em Nürburgring geralmente são péssimos no mundo real. A crítica pode fazer sentido em alguns casos: para ser rápido nas curvas e variações do Nordschleife o carro precisa de uma suspensão firme o bastante para controlar a carroceria nas mudanças bruscas de direção. O problema é justamente esse: o nível de rigidez da suspensão que torna o carro um mestre de Nürburgring, também o torna duro e desconfortável na imperfeição do mundo real.

Mas se depender da  Honda esta associação da sra. May fará ainda menos sentido. A fabricante apresentou nesta terça-feira (7) o novo Civic Type R, dizendo que desta vez o modelo terá “um equilíbrio perfeito entre desempenho e conforto”. A ideia é tornar o carro mais confortável para atrair um público maior, o que ajuda a bancar o projeto e a própria existência de um esportivo como o Type R. Infelizmente não temos como saber se eles conseguiram até que o carro seja colocado em produção e chegue às mãos da imprensa, mas as informações apresentadas pela fabricante japonesa em Genebra deixam claro que eles se esforçaram.

2017 Civic Type R

Pela primeira vez o Honda Civic Type R foi projetado junto com os demais modelos do Civic, o que significa que ele usa a mesma suspensão traseira multilink do sedã. Seus antecessores também usavam suspensão traseira multilink, porém ela era adaptada, uma vez que as versões comportadas do hatchback usavam eixo de torção. A atual geração já tentou amenizar a rigidez da suspensão com o uso de amortecedores adaptativos, mas desta vez a Honda adotou um novo conjunto de amortecedores adaptativos com quatro câmaras que pretendem ser mais confortáveis no modo Comfort e mais rígidos no modo mais radical. Afinal, ele ainda pretende recuperar o recorde de Nürburgring Nordschleife.

2017 Civic Type R

Para isso a Honda deu a ele uma versão atualizada do VTEC 2.0 turbo da geração anterior. O motor teve o fluxo do cabeçote revisado e sua ECU ganhou uma nova programação para melhorar as respostas do acelerador eletrônico. O torque continua com os mesmos 40,7 mkgf entre 2.500 e 4.500 rpm, mas a potência ficou 10 cv maior, chegando a 320 cv a 6.500 rpm.

2017 Civic Type R

Apesar de usar uma plataforma completamente nova e ligeiramente maior e mais larga, ele pesa os mesmos 1.382 kg da geração anterior. A “mágica” é resultado da adoção de ligas de aço de alta resistência e adesivos no lugar de pontos de solda. Além do peso mais baixo, ele ficou 39% mais rígido que o Type R anterior. Some isso a um centro de gravidade 34 mm mais baixo, a uma suspensão recalibrada e ao sensível aumento da potência e o Type R parece pronto para recuperar seu recorde. Além disso, o câmbio manual de seis velocidades — que será mantido nesta nova geração — ganhou um sistema de sincronização de rotações nas reduções de marchas.

Além dos novos amortecedores, a suspensão ganhou uma nova geometria acertada para minimizar o esterçamento por torque e, claro, melhorar o comportamento dinâmico do hot hatchback. Na traseira, embora seja o mesmo sistema multilink do Civic sedã, ela usa braços mais rígidos no Type R.

2017 Civic Type R

A suspensão será conrolada por três modos de condução: Comfort, Sport e R. Segundo a Honda o modo Comfort foi calibrado para oferecer o mesmo conforto de rodagem dos Civic mais comportados. Os outros dois são voltados à condução esportiva em estrada (Sport) e pista (R). Este último está ainda mais afiado que no modelo anterior, com um ajuste mais rígido para otimizar o desempenho em pista.

2017 Civic Type R (European Version) 2017 Civic Type R (European Version)

Nesta nova geração o Type R também tem uma aerodinâmica mais elaborada: o fundo do carro é mais plano que no antecessor, e a traseira ganhou uma asa mais leve e geradores de vórtice no teto. O splitter frontal também ficou maior, ajudando a manter a dianteira apontada nas entradas de curvas.

Por último, a Honda também deu alguma atenção ao ronco do motor: a saída tripla de escape indica um modo de bypass, que desvia o fluxo dos abafadores no modo R.

O hatchback será produzido na fábrica da Honda em Swindon, no Reino Unido, como seus antecessores. Diferentemente deles, contudo, este Type R irá cruzar o Atlântico como tantos britânicos nos séculos passados e aportará nos EUA. Por aqui, não espere que ele dê as caras: com um preço inicial de mais de £ 30.000 seu preço seria proibitivo por aqui.

Matérias relacionadas

A Volvo V90 é a nova perua mais bonita do mundo – e ela tem um motor dualcharged de 407 cv!

Dalmo Hernandes

Maybach 6: é assim que a Mercedes enxerga o carro de luxo perfeito

Dalmo Hernandes

O novo Audi RS5: agora com dois turbos, mais leve e ainda mais estonteante

Dalmo Hernandes