FlatOut!
Image default
Lançamentos

[ Update ] Este é o novo Volkswagen Up! brasileiro. E aí, ficou legal?

Depois de vários meses de suspense com seus modelos camuflados rodando pelo Brasil, a Volkswagen finalmente divulgou a primeira foto oficial do Up! brasileiro.

Apesar de ter substituído o Fox na Europa, por aqui ele ocupará o posto do Gol G4 como modelo de entrada da marca. Por isso, ele será equipado apenas com o motor 1.0 de três cilindros de 12 válvulas e 82 cv que já equipa o Fox Bluemotion, e poderá oferecer como opcional o câmbio robotizado I-Motion.

Jalopnik- 2014-01-09 às 13.13.01

Embora o estilo da carroceria seja idêntico ao da versão europeia (acima), o modelo nacional ganhou entre-eixos 6,5 cm maior e banco traseiro para três ocupantes — o projeto original foi feito para apenas quatro passageiros. Outras diferenças são a tampa traseira, que é de vidro no modelo estrangeiro e no Brasil será de aço, a coluna C mais estreita, o recorte da porta sobre o arco de roda e a ausência do vidro fixo na janela – o que levou ao emprego do falso quebra-vento no modelo brasileiro. É funcional, mas o design dá uma retrocedida e perde limpeza.

Update 1: uma fonte nossa confirmou que algumas unidades de três portas do up!, de fato, já estão circulando por aí em testes.
Update 2: a mesma fonte informou que o carro está sendo fabricado em Taubaté (o chassis no vidro é ET – as fábricas VW brasileiras usam T – Taubaté, P – São Bernardo do Campo e J – São José dos Pinhais)

O up! três portas tem um visual bem mais interessante e descolado, e deve ficar ainda mais interessante se os cerca de 950 kg da versão europeia forem mantidos no modelo nacional.

Volkswagen-Up_2013-01-p

O Up! ainda não tem data de lançamento confirmada, mas espera-se que ele seja apresentado nos dias 4 ou 5 de fevereiro.

O que vocês acharam?

Matérias relacionadas

Mazda MX-5 Miata: todos os detalhes da nova geração do roadster mais famoso do mundo

Dalmo Hernandes

O incrível Shelby Mustang Terlingua está de volta para comemorar 50 anos do clássico de 1966

Dalmo Hernandes

Novo Renault Twingo: a volta da tração traseira para as massas

Leonardo Contesini