A revista semanal dos entusiastas | jorn. resp. MTB 0088750/SP
FlatOut!
Image default
Carros Antigos

Este Ford Bronco na verdade é uma F-150 SVT Raptor (com V8 de 410 cv!) disfarçada

O conceito de “picape esportiva” pode parecer meio contraditório, mas que outra definição poderíamos dar à Ford F-150 SVT Raptor? Lançada em 2010 e equipada com um V8 de 6,2 litros e 411 cv, a Raptor de primeira geração tinha visual agressivo e modificações que permitiam levar a sério a prática do off-road. E que tal a Hennessey VelociRaptor, que recebe dois turbocompressores para entregar mais de 800 cv e chegar aos 100 km/h em 5,2 segundos?

Sem duvida a Raptor é uma das picapes mais legais já feitas, e é por isso que gostamos muito deste projeto aqui: uma Raptor que teve o chassi encurtado e recebeu a carroceria de um Ford Bronco. Ou um Ford Bronco que recebeu o chassi encurtado e o motor de uma Raptor… ainda não temos certeza. Só sabemos que é fantástico!

raptor-bronco (1)

O Ford Bronco é um dos utilitários mais adorados pelos americanos. Produzido por 30 anos (de 1966 a 1996), ele foi criado para competir com o Jeep Willys CJ e o Land Rover Defender e acabou conseguindo uma legião de fãs. Além do visual bacana, certamente o fato de optar por motores seis-em-linha e V8 a gasolina e vez dos tradicionais a diesel contribuiu para seu sucesso. Há grande comunidade dedicada exclusivamente ao Bronco – caras que realizam todo tipo de projeto; de restaurações completas a swaps insanos (ou até restomods, como os caras da Icon 4×4). Este aqui é um dos mais interessantes, sem dúvida.

Iniciado em 2012 por uma oficina especializada em off-road chamada Tumblin’ Auto, do sul da Califórnia, o Bronco Raptor (é assim mesmo que eles o chamam) foi feito sob encomenda e começou sua vida como uma Ford Raptor 2011. A intenção era simples: ter o visual clássico de um Bronco de quinta geração, produzido entre 1992 e 1996, com a potência, o conforto e o desempenho de uma das referências entre as picapes modernas.

raptor-bronco (9)

Depois de remover a carroceria do chassi da Raptor, chegou a hora de adaptá-lo à nova carroceria, encurtando o chassi em cerca de 50 cm (balanços e entre-eixos) e retrabalhando a geometria da suspensão. A carroceria, por outro lado teve alterações mínimas — apenas a instalação das molduras dos arcos de roda da Raptor.

raptor-bronco (12)

raptor-bronco (15)

Ainda que o responsável pelo projeto, que assina no fórum Classic Broncos como “Modman”, preferisse ter fabricado para-lamas alargados em fibra de vidro, o cliente que encomendou o projeto à Tumblin’ Automotive gostava do visual proporcionado pelos para-lamas originais e as bitolas maiores.

raptor-bronco (6)

Com o V8 de 6,2 litros, 411 cv e 60 mkgf de torque, a Ford Raptor é capaz de chegar aos 100 km/h em na casa dos sete segundos. Eis o Bronco 1993 com o chassi da Raptor em um de seus primeiros testes, quando ainda não havia sido pintado de branco.

E, abaixo, um vídeo mais recente, gravado durante uma puxada no dinamômetro:

Agora, como se transplantar uma carroceria clássica sobre um chassi moderno não fosse impressionante o suficiente, o Bronco também recebeu todo o interior da Raptor — o que inclui painel de instrumentos, revestimentos de porta, bancos e console central.

raptor-bronco (2) raptor-bronco (5) raptor-bronco (4)

O nível da adaptação é surpreendente, e tudo parece original de fábrica. De acordo com Modman, a parte mais trabalhosa não foi adaptar os itens de acabamento, mas sim a elétrica. Fazer os instrumentos, os vidros e travas elétricos e os airbags funcionarem a contento foi maior desafio.

raptor-bronco (3)

O serviço finalizado, contudo, impressiona. O projeto só ficou pronto no início de 2015 — ou seja, durou três anos. Mas se for para apostar, diríamos que o proprietário não se incomodou com a demora ao constatar a qualidade do trampo. Este Bronco é nosso tipo de utilitário.

Matérias relacionadas

Esta Ferrari 250GT Berlinetta “Tour de France” tem 58 anos mas é zero-quilômetro!

Dalmo Hernandes

Muscle Tour: mega galeria do épico passeio de V8s que rolou em São Paulo!

Juliano Barata

Este é (mesmo) o último Chevrolet Opala fabricado no Brasil

Dalmo Hernandes