FlatOut!
Image default
Achados meio perdidos

Este Ford Escort XR3 2.0i 1994 tem apenas 53 mil km. E está à venda!

O Ford Escort teve a presença no Brasil de quatro de suas seis gerações. Começamos na terceira e fomos até a última, substituída pelo Focus. Ainda que não tenha sido a mais festejada, a quinta geração chegou em 1992 e foi fruto da Autolatina, holding que administrava Ford e Volkswagen. Tanto que ela herdou do Escort anterior o motor AP, mas em versão mais forte. Era o 2.0 em vez do 1.8. Nos anos 1990, era um dos esportivos nacionais mais desejados. E um deles, 1994, conseguiu chegar até aqui com apenas 53.300 km. O que, falando de um carro com 21 anos, é quase nada. E ele está à venda!

xr33

O Escort de quinta geração tinha 4,04 m de comprimento, 2,53 m de entre-eixos, 1,69 m de largura e 1,39 m de altura. Pesava 1.120 kg e seu AP-2000, que rendia 116 cv a 5.600 rpm e, segundo os testes da edição de dezembro de 1992 da revista Quatro Rodas, chegava aos 100 km/h, partindo de zero, em 11,01 segundos. A velocidade máxima do esportivo ficava em 186,4 km/h.

Ford-Escort-XR3-20i-2

Entre seus equipamentos de série, o XR3 2.0i tinha rodas de liga leve de aro 14, com pneus 185/60 R14, faróis de neblina, vidros, travas e retrovisores elétricos, toca-fita com painel digital, teto solar, direção com regulagem telescópica (de altura e distância), bancos com regulagem de altura e teto solar. Curiosamente, para um carro que custava 250 milhões de cruzeiros, ou pouco mais de R$ 90 mil, em moeda de hoje, direção hidráulica, alarme e ar-condicionado eram opcionais, assim como bancos dianteiros Recaro e equalizador digital.

Ford-Escort-XR3-20i-abre
Ford-Escort-XR3-20i-a
Ford-Escort-XR3-20i-12

Na unidade que encontramos, que hoje pertence a Tomas Schaeffer, encontramos todos os opcionais – só os bancos Recaro não estão presentes. Até o equalizador está visível nas fotos do anúncio. E o interior parece impecável para um carro com tanta idade. Tomas sabe o que tem nas mãos e diz: é carro de colecionador. Ou para quem tenha vontade de começar a coleção com o pé direito.

Ford-Escort-XR3-20i-10

Ford-Escort-XR3-20i-9   Ford-Escort-XR3-20i-3 Ford-Escort-XR3-20i-14 Ford-Escort-XR3-20i-11

O XR3 nunca foi batido nem tem qualquer desalinhamento de carroceria. Tudo está como quando ele saiu de fábrica. Terceiro dono do Escort, Tomas também ressalta que a documentação está toda em dia, sem qualquer tipo de pendência.

xr32s

Ford-Escort-XR3-20i-16

Carros pouco rodados podem sofrer mais do que aqueles com familiaridade maior com o asfalto. Buchas, mangueiras, cabos e outros elementos de borracha tendem a ressecar. Segundo Tomas, os do XR3 foram revisados há menos de um ano e estão em excelente estado. O estepe ainda é original e o macaco e a chave de roda, segundo o atual proprietário, nunca foram usados para nada. Tem até foto para comprovar.

Ford-Escort-XR3-20i-8

Ford-Escort-XR3-20i-6 Ford-Escort-XR3-20i-7 Ford-Escort-XR3-20i-13 Ford-Escort-XR3-20i-5

xr34
Tomas está pedindo R$ 32.000 pelo carro e ressalta que isso se deve ao estado impecável em que ele se encontra, mas não vai deixar de ouvir uma proposta respeitosa em relação ao que o esportivo é. E a como ele está. Se você acha que pode dar uma boa garagem a um dos esportivos mais desejados dos anos 1990, dá um alô ao proprietário no link abaixo.

 

[ Mercado Livre ]


“Achados Meio Perdidos” é o quadro do FlatOut! na qual selecionamos e comentamos anúncios de carros interessantes ao público gearhead, como veículos antigos, preparados, exclusivos e excêntricos. Não se trata de uma reportagem aprofundada e não nos responsabilizamos pelas informações publicadas nos anúncios – todos os detalhes devem ser apurados com o anunciante.

Matérias relacionadas

Vai um muscle car brasileiro aí? Este Chevrolet Opala V8 350 com preparação de primeira está à venda

Dalmo Hernandes

Este raro e impecável Saab 9000 Turbo está à venda no Brasil

Dalmo Hernandes

À venda: Audi A6 Allroad quattro com motor V6 biturbo de 315 cv e tração integral

Dalmo Hernandes