A revista semanal dos entusiastas | jorn. resp. MTB 0088750/SP
FlatOut!
Image default
Achados meio perdidos

Este Ford Galaxie 500/XL conversível veio dos EUA e está à venda no Brasil

O Ford Galaxie é um dos maiores clássicos da indústria automotiva nacional, acenando de uma época quando carros eram comprados pelo tamanho, pelo visual e pela potência do motor — e ele tinha tudo isto, sendo a versão nacional da terceira geração do Galaxie americano, que era maior modelo da Ford nos EUA nas décadas de 1960 e 1970.

Nos EUA, o Galaxie de terceira geração foi vendido entre 1965 e 1968 e foi oferecido como sedã, cupê e conversível — todos com diversas opções de motores V8 (e até um seis-em-linha) —, no Brasil existiu apenas o sedã de quatro portas.

Em 1967, ano do lançamento no Brasil, ele era equipado com o V8 de 4,5 litros e 164 cv da picape F-100. A partir de 1969, porém, entraram em cena os motores Windsor, primeiro com 4,8 litros e 190 cv e, em 1977, cinco litros e 199 cv (sempre brutos). Em sua terra natal, porém, o Galaxie podia ser equipado até mesmo com um big block de 428 pol³, com quatro carburadores e 425 cv, em uma versão apropriadamente batizada de 7 Litre.

galaxie-500-xl-achados (2)

O achado de hoje, porém, tem um apelo bem mais elegante do que esportivo: trata-se de um Galaxie 500/XL conversível fabricado em 1966 — exatamente um ano antes da chegada do Galaxie ao Brasil —, equipado com um V8 de 390 pol³ (6,4 litros) e 268 cv. O visual da dianteira é praticamente idêntico ao encontrado no “nosso” Galaxie até 1976, quando uma reestilização trocou os faróis sobrepostos por peças dispostas na horizontal — aparência que manteve até 1983, quando saiu de linha.

galaxie-500-xl-achados (3)

 

A denominação 500/XL era usada nas versões mais luxuosas do Galaxie de terceira geração. Os carros eram equipados com ajustes elétricos dos bancos, rádio, capota elétrica e controlador de velocidade — itens que, há cinco décadas, só eram encontradas nos modelos mais caros, e o câmbio era o Ford C6, automático de três marchas.

galaxie-500-xl-achados (12)

O carro que encontramos anunciado no Facebook está no Brasil desde 2011, e foi trazido por uma importadora indepentende de Curitiba. De acordo com o anunciante, o carro passou por uma extensa revisão mecânica quando chegou ao País: todos os fluidos, mangueiras e periféricos do motor (bomba de combustível, platinado, carburador, válvulas, etc) foram revisados ou substituídos conforme a necessidade. A transmissão também é nova.

galaxie-500-xl-achados (5)

O anunciante também conta que o carro já foi repintado, mas que o serviço foi realizado nos EUA há vários anos e que, desde que chegou ao Brasil, o carro foi apenas lavado e encerado. Ele diz que há algumas marcas na lataria em decorrência do transporte, mas a que estrutura é íntegra e não há qualquer sinal de corrosão. Faróis, para-choques, grades e emblemas estão em muito bom estado, e a capota elétrica abre e fecha perfeitamente, como nova.

galaxie-500-xl-achados (14)

Por dentro a situação se repete: o sistema de ar-condicionado foi revisado e funciona a contento, assim como o rádio no painel. Foram instalados instrumentos Summit para medir o nível do óleo e a temperatura do motor, e o estofamento é original (algo raro em carros desta idade), em bom estado de conservação.

O anunciante garante que o carro anda como novo, e que é capaz de ir rodando a qualquer lugar do País — na verdade, ele diz que o proprietário participa de diversos eventos de clássicos com o Galaxie, viajando com ele sempre que possível. Por fim, acrescenta que há grande possibilidade de este carro ser único no Brasil.

O valor pedido é alto: R$ 128 mil. Contudo, há de se considerar o estado excelente do carro, sua raridade e, infelizmente, a situação do mercado, com carros mais comuns e não tão bem conservados quanto este sendo oferecidos por valores muito próximos ao deste Galaxie. O que você nos diz?
Se se interessou, pode entrar em contato pelo email [email protected] ou ligar para (51) 9258-7332.


“Achados Meio Perdidos” é o quadro do FlatOut! na qual selecionamos e comentamos anúncios de carros interessantes ao público gearhead, como veículos antigos, preparados, exclusivos e excêntricos. Não se trata de uma reportagem aprofundada e não nos responsabilizamos pelas informações publicadas nos anúncios – todos os detalhes devem ser apurados com o anunciante.

Matérias relacionadas

350 cv, tração integral e câmbio manual: este Volvo S60R é um super sedã sueco à venda no Brasil

Leonardo Contesini

Este Chevrolet Corsa 1.8 16v é um monstrinho dos track days – e pode ser seu!

Dalmo Hernandes

O único Nissan Sentra SE-R no Brasil, com motor 2.5 de 203 cv, está à venda!

Dalmo Hernandes