A revista semanal dos entusiastas | jorn. resp. MTB 0088750/SP
FlatOut!
Image default
Car Culture Projetos Gringos

Este garoto tem só 13 anos, já é piloto e passou dos 320 km/h em um Bugatti Veyron

Quando você tinha 13 anos, quais eram as suas atividades relacionadas a carros? Provavelmente jogar Need for SpeedGran Turismo, colecionar miniaturas, ler revistas sobre carros e, se fosse fosse do tipo rebelde, talvez até tenha pego o carro do seu pai escondido para dar umas voltas no quarteirão. Coisa normal de pré-adolescente. Acelerar em uma pista de verdade, com um esportivo de verdade, era um sonho distante. Bem, para muita gente, ainda é.

Mas não para Steven Aghakhani, que mora em Los Angeles, nos EUA. Ele tem só 13 anos de idade e é a cara do McLovin de Superbad, mas já teve a oportunidade de sentar em um Bugatti Veyron usando trajes de competição e acelerar até os 320 km/h. E ele já está nessa desde o ano passado. Que sorte a desse garoto, hein?

22868745541_e7b3d64899_b

Na verdade não é sorte — é uma questão de família. Se o seu pai é do tipo que curte carros, têm grana o bastante para comprar superesportivos e competir com eles em provas de aceleração, como é que você não vai seguir o mesmo caminho? O velho até montou uma equipe de corridas para o filho — a Steven Racing.

11148607_179116485762707_8456512301475733133_n

Em seu site, a história é breve — até porque Steven é bem jovem. Ele começou a pilotar karts aos sete anos de idade e seu pai, Armik Aghakhani, viu que ele tinha talento para a coisa. Assim que passou a ter tamanho para pilotar carros de verdade, Steven ganhou acesso à garagem de superesportivos e exóticos do pai e começou a treinar com Michael Essa, ninguém menos que o campeão da Fórmula Drift americana em 2013.

Quer dizer, “ganhou acesso” não é um termo muito preciso. Armik contou ao Dupont Registry que, no ano passado, Steven implorou tanto para acelerar seu Lamborghini Aventador LP-720 sozinho que ele acabou cedendo. “A primeira vez foi bem assustadora”, Steven diz, “mas foi ficando mais e mais fácil com o tempo.”

12274363_188292211511801_6285195515827416622_n

É claro que você pode argumentar que, com tantos recursos, qualquer um pode se tornar piloto juvenil, e que existem vários casos por aí. E você pode até não curtir o Bugatti Veyron. Mas vai dizer que não deve ser intimidador para um garoto franzino que nem pode dirigir legalmente nas ruas acelerar uma máquina com motor de oito litros, dezesseis cilindros, 1.020 cv e a capacidade de chegar aos 400 km/h?

E este foi só o mais recente evento do qual Steven participou — uma arracanda de meia milha (804 metros) na pista de pouso de Pikes Peak, no Colorado. O Veyron chegou aos 325 km/h, e Steven disse que ainda havia espaço para chegar aos 340 km/h. Seu pai foi quem disse para ele tirar o pé…

13315528_281712508836437_7691432223740233845_n

De qualquer forma, o Veyron não é o carro que Steven acelera sempre — este é do seu pai. Ele prefere o McLaren 650S laranja que ganhou de presente. E foi com ele que Steven ficou famoso ao vencer uma corrida de arrancada contra outro 650S, no ano passado. Ele só tinha 12 anos.

Ele também já acelerou o Porsche 918 Spyder — contra seu pai no Bugatti Veyron. Na meia milha, o Porsche de Steven chegou aos 270 km/h. O Veyron, a 260 km/h. Talvez o pai tenha deixado o filho ganhar — afinal, ele também pilota desde os 14 anos —, mas o que importa é que deve ser ainda mais bacana fazer tudo isto junto com seu pai, vencendo ou perdendo.

O fato é que, agora, Steven pretende deixar as provas de aceleração um pouco de lado e ir para as corridas de turismo: ele já começou a treinar com um Lamborghini Gallardo GT3 Super Trofeo, e pretende tornar-se o mais jovem piloto da categoria na atualidade. E ele vem se mostrando promissor, tendo estabelecido recordes para sua idade nos circuitos americanos de Buttonwillow e Willow Springs.

Para garantir o bom desempenho, Steven diz que o segredo é gastar todo seu tempo livre dentro de um carro, na pista. “Eu passo 75% do meu tempo na escola e 25% correndo”, ele contou ao Dupont Registry. Se depender apenas de seu ritmo, chegar aos 325 km/h em um Bugatti Veyron foi só o começo.

IMG_8690

Fotos: StevenRacing.com

Matérias relacionadas

A gente aposta que você nunca viu um Fusca com motor de Honda CBR 1000… até agora

Dalmo Hernandes

SP2, Brasilia e Gol: o nascimento dos Volkswagen brasileiros – e a história de seu criador

Gustavo Henrique Ruffo

Nissan Stagea: o Skyline GT-R em forma de perua (ou quase isso)

Dalmo Hernandes