A revista semanal dos entusiastas | jorn. resp. MTB 0088750/SP
FlatOut!
Image default
Lançamentos Zero a 300

Este Peugeot 308 GTi widebody de 302 cv é animal – e nos deixa meio tristes

O único hatchback que a Peugeot vende no Brasil atualmente é o pequeno 208, que já está por aí desde 2013 (pois é… cinco anos). A marca francesa decidiu investir no segmento dos SUVs, oferecendo três modelos alinhados com o que se vê na Europa – o compacto 2008, o médio 3008 e e o grande 5008. E, por decidir investir nos chamados “utilitários esportivos”, a Peugeot desistiu de trazer o atual 308 europeu para cá. Falando neste assunto é difícil não lembrar do que a Ford está fazendo com sua linha nos Estados Unidos, retirando do mercado todos os carros de passeio e colocando SUVs em seus lugares.

O Peugeot 308 que saiu de linha no Brasil já estava fazendo hora extra, na verdade: ele foi lançado na Europa em 2007 e chegou ao Brasil já reestilizado em 2012 – apenas um ano antes de a segunda e atual geração ser apresentada no Velho Mundo, em 2013. Em 2015 ele ganhou um facelift para ficar mais parecido com a atual geração, mas a verdade é dura: no fim de 2017, ele recebeu um redução de preço e teve a gama simplificada, com apenas uma motorização disponível – o 1.6 turbo THP de 173 cv para compensar o projeto com mais de dez anos. Por mais que seu fim não não tenha sido oficialmente anunciado, ele nem aparece mais no site da marca.

401122cd-peugeot-308-gti-arduini-corse-tuning-10

A tristeza mencionada no título, em parte, é porque a Peugeot até chegou a testar a atual geração no Brasil, trazendo cerca de 100 unidades da versão GT, com o motor 1.6 turbo calibrado para entregar 205 cv, para homologação do hatch por qui. No entanto, com a mudança de planos, os carros provavelmente serão destruídos, se já não o foram.

Corta nosso coração ainda mais ver o potencial do Peugeot 308 lá fora. O 308 GTI, que provavelmente não seria importado para o Brasil de qualquer forma, é equipado com o motor THP turbo de 1,6 litro acertado para entregar 272 cv e câmbio manual de seis marchas. É o bastante para ir de zero a 100 km/h em seis segundos cravados, com máxima limitada em 250 km/h. Com diferencial de deslizamento limitado e suspensão bem acertada, ele é um carro que faz bonito nas curvas.

61cac3df-peugeot-308-gti-arduini-corse-tuning-9

E também é bonito de olhar – especialmente este exemplar one-off feito pela Arduini Corse, empresa de tuning capitaneada pelo piloto italiano Massimo Arduini. Com novos para-choques, para-lamas alargados e rodas pintadas de branco, ele ficou com jeito de carro de corrida convrtido para as ruas. E ainda ganhou preparação leve para entregar 302 cv no motor 1.6 turbo.

Massimo Arduini compete em provas de turismo. Em 2007 ele foi campeão italiano ao volante de um Honda Civic, e em 2008 com o Honda Accord. Atualmente ele compete com o Peugeot 308 GTi na categoria TCR, feita para carros de turismo com carroceria de quatro portas e motor quatro-cilindros turbo de 350 cv. Os carros usam um splitter frontal e uma asa traseira padronizados, e a categoria TCR foi adotada por diversos campeonatos de turismo da Europa.

736eef82-peugeot-308-gti-arduini-corse-tuning-4

 

Inspirado por seu carro de competição, Arduini decidiu transformar o 308 GTi em um one-off com carroceria alargada e um pouco de pimenta no motor. O projeto não tem nome oficial, mas isto é só um detalhe.

A carroceria recebeu para-lamas mais largos, sendo que os traseiros invadem as portas. O para-choque dianteiro recebeu uma entrada de ar maior e o traseiro, um novo difusor. Na nossa opinião as alterações remetem aos hot hatches modificados dos anos 80, que não economizavam na largura e recebiam turbos quando eles ainda eram novidade para a maioria das pessoas.

96ea97ee-peugeot-308-gti-arduini-corse-tuning-14 43736b7a-peugeot-308-gti-arduini-corse-tuning-11

Como o 308 GTI já vem turbinado de fábrica, esta parte do trabalho foi mais simples: o 1.6 THP só recebeu uma reprogramação eletrônica, um intercooler maior e um sistema de escape menos restritivo para chegar aos 302 cv. Além de ganhar 30 cv, o carro teve o interior aliviado e perdeu peso: de 1.280 kg para 1.155 kg – 50 kg a menos que o Renault Clio RS, um carro menor com motor de 200 cv.

b1542055-peugeot-308-gti-arduini-corse-tuning-5

O 308 GTi “by Arduini” também teve os amortecedores originais trocados por coilovers da KW, e os freios agora são da Brembo. As rodas de 18×9 polegadas pintadas de branco deram ares de carro de competição ao Peugeot, que não teve seus números de desempenho divulgados.

Também não se fala em uma versão comercial do conjunto de modificações. Mas não seria má ideia, concorda?

Matérias relacionadas

Gordon Murray, o pai do McLaren F1 está fazendo um… Escort Mk1 com motor Cosworth!

Dalmo Hernandes

Te cuida, Hellcat: Hennessey vai fazer um Ford Mustang 2015 de 727 cv

Dalmo Hernandes

Leilão de Carros Antigos em Vinhedo: de Gol GTS a Mustang Mach I 428 SCJ, na batida do martelo!

Juliano Barata