Este raro BMW M3 E36 sedã está inteiraço e original – e pode ser seu

Dalmo Hernandes 12 outubro, 2017 0
Este raro BMW M3 E36 sedã está inteiraço e original – e pode ser seu

Logo que as importações voltaram a ser permitidas no Brasil, fabricantes de automóveis espalhadas pelo mundo todo bateram com força na nossa porta, cada uma delas querendo sua fatia daquele novo mercado. Algumas marcas acertaram na veia, e a BMW foi uma delas: o Série 3 E36, primeiro da linhagem a chegar oficialmente no Brasil, é um dos importados dos anos 90 mais comuns de se ver nas ruas até hoje.

O Achado meio Perdido de hoje, anunciado no GT40, é um deles. E mais: não é um Série 3 E36 qualquer, e sim um BMW M3 E36 sedã, de origem americana. Tudo bem não se tratar da versão mais potente, mas a carroceria de quatro portas o torna bastante raro no Brasil – a esmagadora maioria dos BMW M3 que circulam no Brasil é cupê de duas portas, tanto o americano quanto o alemão.

h

Se você acompanha o FlatOut e, especialmente, se leu este post, sabe que na época do lançamento o BMW M3 E36 europeu era movido pelo motor S50, um seis-em-linha com comando duplo variável VANOS, três litros de deslocamento e 286 cv a 7.000 rpm. Por conta das leis para emissão de poluentes e consumo de combustível nos Estados Unidos, os carros vendidos lá usavam uma versão menos sofisticada, que dispensa alguns recursos usados no motor europeu, como os corpos de borboletas individuais e o VANOS com variação contínua. Com isto, a potência do motor americano é de 243 cv a 6.000 rpm.

A partir de 1996, a versão americana ganhou um novo motor, o S52, com deslocamento ampliado para 3,2 litros e os mesmos 243 cv de potência, porém com um aumento no torque.

b

No 0-100 km/h, a diferença é pequena: pouco mais de seis segundos para o M3 americano, pouco menos de seis segundos no caso do europeu, com ambos os motores. E, em ambos os casos, trata-se de uma plataforma de dinâmica muito competente, com arranjo McPherson na dianteira e multilink na traseira, embora o M3 americano tenha acerto mais macio e barra estabilizadora dianteira mais fina.

O BMW M3 1996 anunciado no GT40 pertence a Sherman Vito, colecionador de Brasília/DF. Ele é um grande fã do M3 E36, e conta que este carro é um dos três sedãs de que se tem registro no Brasil, e o único na cor Alpine White III. Ele afirma que o carro rodou cerca de 93.000 milhas, o que dá por volta de 150.000 km no motor de 3,2 litros.

w x

Sherman diz que comprou o carro no ano passado, das mãos de seu segundo dono. Este, por sua vez, já estava com o BMW havia quase vinte anos e, segundo Sherman, mantinha o M3 com muito zelo. O sedã conserva boa parte de suas características originais, incluindo pintura e revestimentos do interior, além do porta-ferramentas, do rádio toca-fitas, da disqueteira para seis discos e dos tapetes com travas.

Por dentro, o M3 ainda conta com trio elétrico, direção assistida, ar-condicionado dual zone e teto solar elétrico, cruise control, controle de tração, airbag duplo, ABS, som com dez alto-falantes e controle de tração – e o dono garante que tudo funciona perfeitamente. Sherman acrescenta que o carro traz o chamado Luxury Package, disponível apenas no mercado americano, com grade dianteira exclusiva e madeira no interior.

j

As rodas são um jogo de BMW Double Spoke II, de 17 polegadas, calçadas com pneus ContiSportContact

Ele também diz que a última revisão geral ano M3 ainda está em progresso. Até agora, foram substituídos itens como correia de acessórios, coxins, ventoinha e bomba d’água. Sherman afirma que o carro só será entregue quando todos os serviços de manutenção forem concluídos.

e

Tratand0-se de um exemplar que tem tudo para ser um dos BMW mais raros do Brasil, segundo seu dono, fica fácil entender tanto cuidado. Se você ficou interessado, clique aqui para acessar o anúncio, ver todos os detalhes e pegar os contatos do proprietário.

inbanner-fim-post


“Achados Meio Perdidos” é o quadro do FlatOut! no qual selecionamos e comentamos anúncios do GT40.com.br de carros interessantes ao público gearhead, como veículos antigos, preparados, exclusivos e excêntricos. Não se trata de publieditorial. Não nos responsabilizamos pelas informações publicadas nos anúncios nem pelas negociações decorrentes – todos os detalhes devem ser apurados atenciosamente com o anunciante!