A revista semanal dos entusiastas | jorn. resp. MTB 0088750/SP
FlatOut!
Image default
Achados meio perdidos GT40 Classificados Zero a 300

Este raro Honda Accord coupe dos anos 90 ganhou um câmbio manual e está à venda

Assim como o Civic, o Honda Accord é vendido oficialmente no Brasil desde o início dos anos 1990. Mas por ser um modelo maior e mais caro, ele não é tão comum nas ruas – em especial na bonita versão cupê, que só foi importada entre 1993 e 1997, com 269 unidades emplacadas no Brasil. Sendo assim, fica fácil entender o apelo do Achado meio Perdido de hoje: um Accord cupê 1993 que, além de bem cuidado, recebeu um item que agrada muito aos entusiastas – o câmbio manual.

O exemplar anunciado no GT40 pertence a Juan Carlos Magalhães, de Cascavel/PR. O carro saiu da fábrica com o motor F22B1, de 2,2 litros e 145 cv, e câmbio automático de quatro marchas – configuração mais comum do Accord EX de quinta geração vendido no Brasil. De série, o carro é equipado com ar-condicionado, direção assistida, airbag duplo, freios ABS e teto solar, além de bancos de couro. É um pacote interessante, especialmente considerando o desempenho do motor com comando variável V-TEC e 16 válvulas: 0-100 km/h em 9,5 segundos, com máxima de 195 km/h limitada eletronicamente. Definitivamente, nada mau para um carro de quase 25 anos atrás – que ainda conta com suspensão independente nas quatro rodas (McPherson na dianteira e multilink na traseira), e tem comportamento dinâmico muito bem resolvido por conta disto.

7cf7c9d5-f893-4f38-baf2-9c4481258389

Acontece que Juan, que comprou o carro há cerca de um ano e oito meses, decidiu trocar o câmbio automático por uma caixa manual – do ponto de vista entusiasta, algo perfeitamente compreensível. A transmissão agora é manual, de cinco marchas, igual à já utilizada por outras versões do Accord e do Civic.

Juan conta que, quando comprou o carro, viu que o mesmo precisava de diversos serviços – ele diz que era um carro íntegro, sim, porém maquiado em alguns detalhes, como os para-choques, que estavam presos por abraçadeiras de plástico e precisavam de retoques; rodas, que eram de 19 polegadas e estavam em mau estado; e a máquina do vidro elétrico do motorista, que era do Accord sedã e não funcionava da forma ideal no cupê.

img_106980_4_87572042-6d63-4009-ade8-f40c7eacd744 77870305-f136-47b2-818f-e6c332cf3f26

Entre os serviços realizados Juan destaca o alinhamento dos para-choques, com presilhas originais do modelo, repintura e a troca da saia inferior; a troca das rodas por um jogo de Enkei RS7 de 18 polegadas; e a revisão completa do motor. Nesta última, todos os fluidos foram trocados, bem como correia dentada, tensionador, juntas, retentores e velas. Mais recentemente, o revestimento dos bancos dianteiros e das portas foi refeito, usando couro nos padrões originais. É por isso que parece tudo “novo demais”, mas com o tempo o aspecto dos bancos deverá ficar igualado.

Em termos de estética, além das rodas Enkei, o Accord tem emblemas Honda vermelhos e teve um pequeno spoiler traseiro instalada na tampa do porta-malas.

acae6191-7bf6-4550-832b-f3b1c077383f

Juan deixa claro que há alguns serviços a realizar no carro, porém afirma que pretende cuidar disto antes de entregá-lo a seu novo dono. O mais urgente é um acerto na eletrônica do carro: por conta do novo câmbio, a ECU do motor limitou as rotações a 5.500 rpm (no caso do F22B1, o V-TEC entra em ação às 3.500 rpm e a faixa vermelha do conta-giros começa às 6.200 rpm). Há, ainda, de se trocar os amortecedores, mas Juan afirma que coloca à disposição dos interessados um kit de molas e amortecedores ajustáveis que já foi comprado, mas ainda não foi instalado.

1211b8a3-43e8-4c05-a625-39393d00f45b

Ele acrescenta que entre os poucos detalhes estéticos a resolver no Accord estão um descascado em um dos frisos laterais e riscos nos vidros, por conta da remoção da película. No mais, parece ser um carro bem cuidado e sua apresentação é boa. Considerando que o Accord Coupe de quinta geração é bastante raro, pode ser uma aquisição interessante para os fãs do JDM.

Se você ficou balançado, pode clicar aqui para acessar o anúncio e entrar em contato com o dono.

inbanner-fim-post


“Achados Meio Perdidos” é o quadro do FlatOut! no qual selecionamos e comentamos anúncios do GT40.com.br de carros interessantes ao público gearhead, como veículos antigos, preparados, exclusivos e excêntricos. Não se trata de publieditorial. Não nos responsabilizamos pelas informações publicadas nos anúncios nem pelas negociações decorrentes – todos os detalhes devem ser apurados atenciosamente com o anunciante!

Matérias relacionadas

Um BMW 328i quase novo, um Mercedes devorador de autobahn, um Jeep CJ-5 do último ano e mais novidades do GT40

Dalmo Hernandes

BMW 535i E34 AC Schnitzer, Honda Accord de 280 cv, Fusca conversível e mais novidades do GT40

Dalmo Hernandes

Os carros de R$ 80.000 a R$ 90.000 mais legais anunciados no GT40

Dalmo Hernandes