FlatOut!
Image default
Achados meio perdidos Zero a 300

Este raro VW Voyage GLS 1.8 todo original e conservadíssimo está à venda

Ao se falar das versões mais desejáveis dos Volkswagen “quadrados” – o Gol de primeira geração e seus derivados, Voyage, Parati e Saveiro – é inevitável lembrar primeiro dos GT, GTi e GTS, que de fato foram os modelos mais marcantes. Mas a longa história destes carros, que foram produzidos no Brasil entre 1980 e 1996, fez com que outras variações interessantes existissem, ainda que não sejam tão lembradas.

É o caso do nosso Achado meio Perdido de hoje: um Volkswagen Voyage GLS 1987 – um carro que, de certa forma, pode ser encarado como a versão sedã do Gol/GTS, ainda que tenha um apelo mais voltado ao luxo que à esportividade. O carro está, como de costume, anunciado no GT40, e se quiser saber mais detalhes a seu respeito é só continuar com a gente.

A versão sedã do Gol foi lançada em 1981 e, diferentemente do Gol, jamais teve o motor boxer arrefecido a ar debaixo do capô. No início o motor era o quatro-cilindros de 1,5 litro e 78 cv usado pelo Passat – um ancestral do motor AP, com a mesma configuração básica, porém com diferenças na taxa de compressão, comprimento das bielas e graduação do comando de válvulas. O motor AP, deslocando 1,6 litro para entregar 81 cv, foi introduzido em 1985. Em 1986 veio o AP 1.8, parecidíssimo com o do Gol GT, porém com comando de válvulas mais manso para entregar 94 cv – no hatchback eram 99 cv.

img_326212_4_ffcd1b45-d587-4be1-8dd0-634238a805e1

O motor 1.8 era exclusivo o Voyage GLS, que era a versão de topo do sedã. Em 1987 foi apresentada a primeira reestilização na família, trocando os para-choques de metal por peças envolventes de plástico e adotando lanternas dianteiras maiores, que invadiam os para-lamas. E é justamente um exemplar desta leva o nosso Achado – que, por acaso, é exatamente igual ao exemplar usado pela VW nas fotos de divulgação do Voyage GLS, há 30 anos.

VW-Voyage-GLS88-02 img_329332_4_ffcd1b45-d587-4be1-8dd0-634238a805e1

O carro, anunciado no GT40, pertence a Luiz Felipe Romagna, de Farroupilha/RS. Ele conta que comprou o Voyage há cerca de quatro anos, e diz que o que lhe atraiu no carro foi justamente seu bom estado de conservação e alto nível de originailidade.

A carroceria tem ainda boa parte de sua pintura original, com apenas alguns retoques, mas Luiz garante que o carro jamais foi batido. Também há alguns descascados nos para-choques. No geral, porém, o aspecto do carro é muito bom, com as rodas de liga leve originais em ótimas condições, assim como todo o conjunto ótico – faróis, lanternas dianteiras, faróis de neblina e lanternas traseiras. Os emblemas também são os originais de fábrica.

img_326216_4_ffcd1b45-d587-4be1-8dd0-634238a805e1img_329348_4_ffcd1b45-d587-4be1-8dd0-634238a805e1

Do lado de dento do carro a situação é parecida: painel de instrumentos, todos os mostradores, volante, revestimentos laterais e bancos são originais e têm ótima apresentação, com pouquíssimos sinais de desgaste à vista. Os bancos são Recaro, forrados em tecido cinza claro, e o rádio é um Bosch San Francisco de época.

img_326208_4_ffcd1b45-d587-4be1-8dd0-634238a805e1 img_326200_4_ffcd1b45-d587-4be1-8dd0-634238a805e1

Luiz afirma que o carro está totalmente revisado e com a manutenção completamente em dia, incluindo motor, câmbio, suspensão, freios e elétrica. Para ele, contudo, o principal ponto é a integridade estrutural do carro, que não apresenta quaisquer sinais de corrosão ou trincas – incluindo em pontos críticos da linha “BX” da Volkswagen, como a parede corta-fogo e o túnel central.

img_326248_4_ffcd1b45-d587-4be1-8dd0-634238a805e1

Trata-se de uma versão rara do Voyage que raramente se vê a venda em tão boas condições de preservação.  E o preço também está muito interessante em termos de custo-benefício. Especialmente considerando que, de acordo com Luiz, o carro está em perfeitas condições de fazer parte de uma coleção ou de ser usado regularmente.

Se você ficou interessado, basta clicar aqui para acessar o anúncio e pegar os contatos do proprietário.

inbanner-fim-post


“Achados Meio Perdidos” é o quadro do FlatOut! no qual selecionamos e comentamos anúncios do GT40.com.br de carros interessantes ao público gearhead, como veículos antigos, preparados, exclusivos e excêntricos. Não se trata de publieditorial. Não nos responsabilizamos pelas informações publicadas nos anúncios nem pelas negociações decorrentes – todos os detalhes devem ser apurados atenciosamente com o anunciante!

Matérias relacionadas

BMW M2 flagrado em testes, McLaren recria pole de Senna em Mônaco, a limousine de Vladimir Putin e mais!

Leonardo Contesini

Este Saab 900 Turbo é único no Brasil e pode ir para a sua garagem

Dalmo Hernandes

VW Type 4: a versão de luxo dos Volkswagen a ar que não tivemos no Brasil

Dalmo Hernandes