A revista semanal dos entusiastas | jorn. resp. MTB 0088750/SP
FlatOut!
Image default
GT40 Classificados Zero a 300

Este são alguns dos carros com tração nas quatro rodas mais bacanas do GT40

Costuma-se imaginar que os carros com tração nas quatro rodas unem o melhor dos dois mundos: a estabilidade da tração nas rodas da frente e o comportamento dinâmico dos carros com tração nas rodas certas. Esta é uma visão um tanto simplista, e a realidade é mais complexa. Carros esportivos de tração nas quatro rodas geralmente levam vantagem nas arrancadas e também nas curvas com piso de baixa aderência, mas são mais neutros e equilibrados, podendo decepcionar a quem gosta de fazer a traseira escorregar nas curvas.

A tração nas quatro rodas também tem outra faceta: o off-road. Nesse caso, ela geralmente é combinada a uma marcha reduzida para garantir que jipes, SUVs, caminhonetes e utilitários em geral transponham terrenos difíceis por necessidade ou lazer.

Agora, não faz diferença se você busca tração nas quatro rodas para asfalto ou para longe dele: no GT40 temos alguns carros 4×4 bem interessantes anunciados. E separamos alguns dos mais legais na lista temática de hoje. Mas antes de prosseguir, vale lembrar: esta é uma situação diferente das listas de anúncios de pessoa física, que seguem uma ordem cronológica: escolhemos a dedo os carros desta lista, e todos são interessantes em nossa opinião, cada um por suas razões. Entendido? Então vamos lá!

 

img_40216_4_4f3aaf3a-293b-403b-b526-b512296b562e

Este Porsche 911 Targa 4S 997 foi fabricado em 2007 e, segundo seu anunciante, tem menos de 30.000 km rodados. O motor é um flat-six de 3,8 litros naturalmente aspirado com cárter seco e 360 cv, neste caso acoplado  a um câmbio manual de seis marchas – um conjunto capaz de levá-lo de zero a 100 km/h em 4,5 segundos, com máxima de 298 km/h. O 911 ainda tem rodas BBS de 19 polegadas, interior revestido em couro marrom e sistema de som Bose. [highlight]Clique para ver o anúncio.[/highlight]

 

img_316224_4_04368310-ebad-4a90-b5db-8ac163693c21

Esté um Audi S3 de primeira geração fabricado em 2001, equipado com a versão de 225 cv do motor 1.8 Turbo 20v. De acordo com seu dono o carro tem 94.000 km rodados e está em perfeito estado de conservação, com todos o equipamentos de série – diferencial Haldex, teto solar elétrico, controle de tração – funcionando perfeitamente. O carro ainda tem escape de inox de 3” e abafador Silenpro. [highlight]Clique para ver o anúncio.[/highlight]

 

img_315684_4_3bc42ee1-ca89-4d10-a688-67e083f023d2

A Ford F-150 SVT Raptor mistura capacidade off-road com desempenho em linha reta digno de esportivo, com um V8 de 6,2 litros e 417 cv, tração integral e câmbio automático de seis marchas. De fato, ela é capaz de acelera de zero a 100 km/h em  encarar o fora-de-estrada e capaz de ir de zero a 100 km/h em 6,9 segundos, com velocidade máxima limitada em 160 km/h por questões de segurança. Vale lembrar que o ano/modelo de 2012 marcou a adoção do diferencial dianteiro Torsen com autoblocante, que adicionou peso porém melhorou o comportamento da picape em pisos com baixa aderência. [highlight]Clique para ver o anúncio.[/highlight]

 

img_334436_4_323312e2-754d-46e3-9b29-7c0b103cf663

O Audi R8 Plus AWD tem um V10 de 5,2 litros e 550 cv acoplado a uma caixa automática de 7 marchas e um sistema de tração integral permanente quattro– tudo muito parecido com o que se via no Lamborghini Gallardo da época, incluindo o monobloco. Era o bastante para ir de zero a 100 km/h em 3,5 segundos, com máxima de 317 km/h. A versão Plus ainda tinha splitter frontal e difusor traseiro de fibra de carbono. [highlight]Clique para ver o anúncio.[/highlight]

 

img_170140_4_157bbcde-5196-48f8-ae43-d9fbe0452034

Se o SUV de luxo grande, com postura agressiva e pegada mais estradeira do que off-road, dê uma olhada neste Range Rover Sport SE com motor V6 turbodiesel de 256 cv e câmbio automático de oito marchas. O anunciante afirma que o hodômetro marca 82.000 km e que este exemplar é um dos raros da versão SE equipados com teto solar. O desempenho é no mínimo interessante para pegar a estrada, com 0-100 km/h em 8,9 segundos e velocidade máxima de 200 km/h. [highlight]Clique para ver o anúncio.[/highlight]

 

img_314440_4_d7e1ac40-8a02-4072-bbf4-60edb6cb4c84

Fabricado em 2016, este Porsche Macan GTS só rodou 5.080 km desde que foi fabricado e só teve um dono. O anunciante diz que o carro teve a última revisão feita em março de 2018, menos de 400 km atrás. A versão GTS do Porsche Macan tem um V6 biturbo de três litros e 360 cv e transmissão de dupla embreagem e sete marchas, e é capaz de ir de zero a 100 km/h em cinco segundos cravados, com máxima de 256 km/h. [highlight]Clique para ver o anúncio.[/highlight]

 

img_151120_4_8854dbfd-6b2e-48b9-829f-97c721522e20

Um excelente exemplo das aplicações esportivas da tração integral é o Mitsubishi Lancer Evolution X, com seu motor 2.0 turbo 4G63 de 295 cv e, no caso dos exemplares vendidos oficialmente no Brasil (todos da versão MR), câmbio de dupla embreagem e sete marchas. Com isto, o sedã esportivo vai de zero a 100 km/h em 6,3 segundos, com velocidade máxima de 242 km/h. Este exemplar, porém, tem algumas modificações listadas por seu dono: intercooler e pressurização AMS, escape Invidia, injetores ID de 1000cc, catch tank e ECU remapeada para E50. [highlight]Clique para ver o anúncio.[/highlight]

 

img_310120_4_5e639216-df83-4a57-9898-d3f5e3a07300

Uma opção interessante de seminivo para quem quer tração integral por um preço acessível é o Subaru Impreza hatchback de terceira geração – equipado com um flat-four de dois litros e 160 cv e câmbio manual de cinco marchas. Este exemplar de 2008 tem 90.000 km rodados e, apesar de o anúncio não dar muitos detalhes, as fotos mostram um carro íntegro e aparentemente original. [highlight]Clique para ver o anúncio.[/highlight]

 

img_169360_4_1ca3c734-fa99-4307-bcab-058a0445455a

A Audi é mesmo reconhecida por seus esportivos com tração nas quatro rodas, e este TTS 2015 com menos de 9.000 km rodados é um ótimo exemplo. O motor 2.0 TSI tem 286 cv e é acoplado a uma caixa S-Tronic de seis marchas, com tração por diferencial Haldex. Com isto, ele vai de zero a 100 km/h em 4,7 segundos, com máxima de 250 km/h (limitados eletronicamente). Nesta geração o TTS ganhou painel digital Virtual Cockpit, que por exemplo exibe a tela do navegador GPS ao lado dos mostradores. [highlight]Clique para ver o anúncio.[/highlight]

 

img_79480_4_b42319ed-96a7-42ef-8e27-7834222a2967

Para todo fã do Lancer Evolution há outro que prefere o Impreza WRX. Este exemplar é um sedã de terceira geração, fabricado em 2009 e equipado com um flat-four de 2,5 litros com turbo VF52 de 270 cv mais câmbio manual de cinco marchas – o bastante para ir de zero a 100 km/h em 5,9 segundos com máxima de 230 km/h. Com 67.000 km rodados, este exemplar ainda tem upgrades como freios de STi, rodas Advan e suspensão coilover H&R. [highlight]Clique para ver o anúncio.[/highlight]

Advan calçadas com Neovas, coilover H&R, freios STI com discos 2-piece

 

Matérias relacionadas

Porsche lança o novo Cayenne Coupé, Aston Martin Vanquish terá versão conversível e de pista, STJ derruba suspensão das placas do Mercosul e mais!

Sim: nós temos rali no Brasil. E eu fui ver de perto uma etapa do Campeonato

Leonardo Contesini

Tema da Vitória: os 35 anos da música que celebrava as conquistas brasileiras na Fórmula 1

Dalmo Hernandes