A revista semanal dos entusiastas | jorn. resp. MTB 0088750/SP
FlatOut!
Image default
Achados meio perdidos GT40 Classificados Zero a 300

Este Subaru Impreza GT 2.0 turbo 16v original de fábrica (e conservadíssimo) está à venda

A Subaru é uma das marcas que reúnem os entusiastas mais apaixonados – caras que acreditam na superioridade do motor flat-four japonês sobre todos os outros. Especialmente se for turbinado e aliado a um sistema de tração integral.

Podem existir outros motores tão bacanas quanto, mas é fato que o boxer Subaru está entre os mais legais: ele tem um belo ronco, imenso potencial de preparação e uma bela coleção de vitórias no Campeonato Mundial de Rali com Colin McRae – o cara que disse que, na dúvida, a gente tem que acelerar. Se você se interessa por um Impreza turbinado, vai querer dar uma olhada neste exemplar que está anunciado no GT40.

O carro é um Impreza GT 2.0 Turbo 1994, que pertence a Rubinho “STi”, de em Campinas/SP. Rubinho é dono de outros Subaru e entusiasta da marca. Seu carro é  primeira versão turbinada do Impreza que foi importada oficialmente para o Brasil – o WRX só veio anos mais tarde, na segunda geração, fora alguns exemplares da primeira geração trazidos de forma independente.

img_80132_4_e6a9f62f-5aa9-4a77-98ed-5da58279343f

Agora, o fato de não ser um WRX não significa e o Impreza GT 2.0 Turbo de primeira geração não seja um carro interessante. Pelo contrário: enquanto as versões naturalmente aspiradas de 1.6 e 1.8 litro tinham 95 cv e 103 cv respectivamente; o Impreza GT tinha 218 cv a 5.600 rpm e 29,6 mkgf de torque a 4.000 rpm. Além disso, vinha com tração nas quatro rodas, enquanto os outros tinham apenas tração dianteira. Com câmbio manual de cinco marchas, o resultado era um carro capaz de ir de zero a 100 km/h em menos de sete segundos, com máxima superior a 220 km/h, segundo a Subaru.

O visual da versão esportiva também era mais agressivo, com scoop e entradas de ar no capô, rodas de 16 polegadas calçadas com pneus largos de perfil mais baixo (205/55) e uma asa traseira mais pronunciada.

img_80140_4_e6a9f62f-5aa9-4a77-98ed-5da58279343f

Rubinho conta que este foi seu primeiro carro, comprado em 2011, e que a ideia sempre foi mantê-lo original e bem cuidado. Ele diz que a pintura jamais recebeu retoques, que o interior é complemente original e que o motor e a suspensão jamais receberam qualquer tipo de modificação. Até as rodas são as mesmas desde que o Impreza era zero-quilômetro, algo raro de se ver atualmente.

O dono do carro diz que não costuma sair da garagem com muita frequência, mas é mantido com as revisões em dia. Segundo Rubinho o motor é o segundo a ocupar o cofre do carro – o serviço de troca foi feito em concessionária. Componentes como correias dentadas, amortecedores, injetores e fluidos são novos todos novos, trocados há menos de seis meses. Radiador, motor de partida e bomba de combustível também são novos, e os pneus têm 1.200 km.

img_80144_4_e6a9f62f-5aa9-4a77-98ed-5da58279343f

De fato, o estado de conservação do carro impressiona para a quilometragem elevada – 250.000 km, segundo a descrição. O acabamento do interior está com boa aparência, o rádio original Subaru com CD-player (algo não muito comum em 1994), e Rubinho frisa que todos os equipamentos de fábrica, como a regulagem dos faróis e o teto solar de vidro, estão presentes e funcionando direitinho.

img_80152_4_e6a9f62f-5aa9-4a77-98ed-5da58279343f

Entre as poucas modificações realizadas estão o volante de cubo rápido da Sparco (cujo contraste com as formas conservadoras do painel do primeiro Impreza é gritante) e os bancos vindos do Impreza WRX 2008. Rubinho já avisa que tanto o volante com airbag quanto os bancos originais estão guardados, e acompanham o carro.

img_80160_4_e6a9f62f-5aa9-4a77-98ed-5da58279343f

 

Fica até difícil de acreditar que o hodômetro marca uma quilometragem tão alta, mas este carro tem tudo para provar que, sebem cuidados, os boxer Subaru são tão robustos quanto qualquer Honda ou Toyota daquela época, – embora, é sempre bom lembrar, costumem também mais complicados de manter em termos de disponibilidade de componentes e mão de obra especializada.

Se você acha que dá conta de continuar cuidando bem deste Impreza GT 2.0 Turbo, é só clicar aqui para acessar o anúncio e pegar os contatos do proprietário.

inbanner-fim-post


“Achados Meio Perdidos” é o quadro do FlatOut! no qual selecionamos e comentamos anúncios do GT40.com.br de carros interessantes ao público gearhead, como veículos antigos, preparados, exclusivos e excêntricos. Não se trata de publieditorial. Não nos responsabilizamos pelas informações publicadas nos anúncios nem pelas negociações decorrentes – todos os detalhes devem ser apurados atenciosamente com o anunciante!

Matérias relacionadas

Porsche 992 no Brasil, novo BMW M3 tem detalhes vazados, Onix e Prisma começam a ser feitos em julho e mais!

Leonardo Contesini e Dalmo Hernandes

Que tal um Passat TS 1979 íntegro e muito original? Este aqui está à venda!

Dalmo Hernandes

Mais uma polêmica do novo Top Gear, o Mercedes-AMG GT-R em ação, Fiat Mobi aparece em versão básica e mais!

Leonardo Contesini