A revista semanal dos entusiastas | jorn. resp. MTB 0088750/SP
FlatOut!
Image default
Car Culture Carros Antigos

Este Volvo Amazon com um V8 BMW de 620 cv e tração integral é um verdadeiro Frankenstein sueco

Nós já falamos do Volvo Amazon algumas vezes aqui no FlatOut. Os belos cupês e peruas são verdadeiros clássicos suecos, e há uma enorme comunidade de entusiastas dedicada a manter em boas condições todos os exemplares que conseguirem encontrar. E isto é admirável. Acontece que também há uma galera que prefere usar estes carros como base para projetos insanos. A perua Amazon “Vöx”, que tem um seis-em-linha de 800 cv e hoje pertence a Guy Martin, é um deles.

O carro que vamos mostrar hoje, que atende por “Super Amazon”, é outro. Seu segredo? Um V8 BMW turbinado de 750 cv e todo o sistema de tração integral do Skyline GT-R. Agora você entendeu por que o chamamos de “Frankenstein sueco”?

amazon-super (1)

Bem, a verdade é que Frankenstein é o nome do cientista que criou o monstro (este sim, feito com parte de outras pessoas), mas isto é só um detalhe. Do Volvo Amazon 1967, só restou a carroceria. O resto foi todo transplantado, construído ou adaptado para transformar este carro em um canhão escandinavo com coração alemão e tração japonesa.

Diferentemente de vários projetos bacanas que acontecem meio que por acaso, este aqui foi cuidadosamente planejado. Seu criador, Filip Malm, começou a lidar com o carro em setembro de 2013, depois de uma árdua busca por um Volvo Amazon com carroceria em boas condições. Sua ideia, desde o início, era criar um Amazon com tração integral e um motor potente para track days. O detalhe é que sua esposa havia acabado de engravidar, e, assim, Filip estabeleceu um prazo para si mesmo: o carro deveria ficar pronto antes que o bebê nascesse.

amazon-super (1)

Sem tempo a perder, Filip desmontou o carro inteiro e se livrou-se de todas as entranhas, sobrando apenas a carroceria. Esta também foi modificada — para-lamas, tampa do porta-malas e capô foram trocados por componentes de fibra de vidro. Os para-lamas receberam molduras pretas que aumentam a largura do carro em 14 cm na dianteira e 16 mm na traseira.

A modificação visava acomodar todo o conjunto de suspensão, transmissão e freios de um Nissan Skyline GT-R R32 — um carro maior, com bitolas mais largas e suspensão independente McPherson nas quatro rodas. Assim, os subchassis dianteiro e traseiro vieram do Nissan, bem como os discos ventilados de 32 mm e pinças de quatro pistões da Brembo. Os amortecedores ajustáveis são da Monopro, e Filip instalou braços inferiores feitos sob medida.

amazon-super (8)

Agora, enquanto a transmissão manual de seis marchas, os diferenciais dianteiro e traseiro e toda a eletrônica do sistema de tração vieram do GT-R, o motor é o V8 BMW M60, com comando duplo nos cabeçotes, que foi produzido entre 1992 e 1996 e equipou os BMW Série 5 E34 e Série 7 E32, além da versão básica do Série 8, a 840i. Sendo consideravelmente mais alto que o quatro-cilindros, o V8 exigiu que o capô fosse 25 cm mais alto que o original.Originalmente, o motor é capaz de entregar 286 cv — nada mau para quase 25 anos atrás, mas definitivamente pouco para as intenções de Filip.

amazon-super (7)

Foi aí que entrou o turbocompressor Garrett GT42RR com dutos feitos sob medida. O motor é controlado por uma módulo aftermarket MaxxECU e, graças ao boost controller, é possível variar a pressão do caracol. Testando o carro montado no dinamômetro de sua oficina, Filip chegou a 456 cv e 55 mkgf de torque com o turbo operando a 0,75 bar. Aumentando a pressão para 1,2 bar, a potência sobre para 628 cv e o torque, para 76,5 mkgf.

A ECU também foi programada para controlar a divisão de torque do sistema de tração integral. Assim, girando um botão no painel, Filip consegue escolher entre ter 50% do torque em cada eixo ou mandar tudo para a traseira. O módulo também controla o painel de instrumentos que, na verdade, é um smartphone Samsung.

amazon-super (6) amazon-super (5)

O carro é legalizado para as ruas na Suécia, mas foi feito para track days. Como ele anda? Este vídeo, gravado durante o Gatebil, na Noruega, dá uma boa noção. Foi o primeiro teste do carro em pista. Ah, e a filha de Filip tinha acabado de completar três semanas de vida!

Agora, como nem sempre as coisas andam do jeito que a gente quer, Filip está vendendo o carro — pouco mais de um ano depois de concluir o projeto. O anúncio, publicado no site de classificados sueco Blocket, diz que o carro entrega até 750 cv, o que significa que, provavelmente, mais algumas modificações foram realizadas desde então. O preço é de 350 mil coroas suecas, o que dá cerca de R$ 147 mil em conversão direta.

amazon-super (3)

 

Matérias relacionadas

Pink Pig: quando a Porsche colocou um 917 cor-de-rosa para correr em Le Mans

Dalmo Hernandes

O BMW Série 7 no qual Tupac Shakur foi assassinado está à venda por US$ 1,5 milhão

Dalmo Hernandes

Porsche 911 GT1, Mercedes-Benz CLK GTR e mais: esta deve ser a coleção de supercarros mais fodástica da galáxia

Dalmo Hernandes