A revista semanal dos entusiastas | jorn. resp. MTB 0088750/SP
FlatOut!
Image default
Humor Projetos Gringos

Estes malucos levaram um jipe da Barbie para a trilha de Moab

Todos nós gostamos de project cars – e muitos de nós têm os seus. Como a vida não é fácil, a situação de geralmente envolve pegar um carro de verdade e prepará-lo para as pistas, restaurá-lo ou modificá-lo para ficar ao nosso gosto. Ou talvez mais de um, se houver espaço na garagem.

Ainda não é assinante do FlatOut? Considere fazê-lo: além de nos ajudar a manter o site e o nosso canal funcionando, você terá acesso a uma série de matérias exclusivas para assinantes – como conteúdos técnicoshistórias de carros e pilotosavaliações e muito mais!

 

FLATOUTER

Membro especial, com todos os benefícios: acesso livre a todo o conteúdo do FlatOut, participação no grupo secreto no Facebook (fique próximo de nossa equipe!), descontos em nossa loja, oficinas e lojas parceiras!

A partir de

R$20,00 / mês

ASSINANTE

Plano feito na medida para quem quer acessar livremente todo o conteúdo do FlatOut, incluindo vídeos exclusivos para assinantes e FlatOuters.*

De R$14,90

por R$9,90 / mês

*Não há convite para participar do grupo secreto do FlatOut nem há descontos em nossa loja ou em parceiros.

Há, porém, quem prefira dedicar-se a projetos alternativos, quase surreais, sem qualquer tipo de aplicação prática, pelo simples prazer de fazer algo que nunca ninguém fez. São caras como os americanos Ethan e Edwin, que comandam no Youtube o canal “Grind Hard Plumbing Co.” Eles não são encanadores, mas passam o tempo todo soldando, serrando, construindo e destruindo project cars “alternativos”. Talvez você lembre deles graças ao Ford Mustang da Barbie com motor de Honda CRF230 de 24 cv – o monstrinho é capaz de ir de zero a 100 km/h em seis segundos e não serve para absolutamente nada além de garantir altas doses de diversão em uma mini-cadeira elétrica (que não é elétrica, óbvio).

Foi o leitor Geraldo Teixeira de Lima que nos mandou a aventura mais recente dos caras: uma expedição pela famosa trilha de Moab – uma espécie de Meca dos jipeiros. E eles levaram seu próprio jipe. Quer dizer, é um Jeep da Barbie, fabricado pela Power Wheels. Mais ou menos como foi feito com o Mustang, o jipe infantil deixou de ser um brinquedo e se transformou em uma máquina de diversão fora-de-estrada.

Assim como o Mustang, o Jeep ganhou uma estrutura tubular para garantir certa resistência. Os painéis da carroceria de plástico são apenas decorativos e, obviamente, não têm força para suportar um motor a gasolina. Este, aliás, também veio da Honda CRF, porém da versão de 450 cm³ – na verdade, um monocilíndrico com comando no cabeçote, arrefecimento a ar e 449 cm³. Segundo Ethan e Edwin, o motor entrega 53,7 cv. O câmbio da CRF foi mantido, com trocas sequenciais e transmissão por corrente. Foi instalada uma embreagem automática Rekluse – e a tração por corrente continua, movendo apenas as rodas traseiras.

O “jipe” teve o entre-eixos alongado e ganhou uma nova suspensão do tipo 4-link nas quatro rodas. Os demais componentes são próprios para karts, incluindo eixos de competição e rolamentos, os freios a disco, o banco e o tanque de combustível, os cubos de roda e as próprias rodas e pneus – sim, existem rodas e pneus específicos para mini-veículos off-road, feitos com os mesmos padrões de qualidade das peças em tamanho grande. A suspensão usa quatro amortecedores DMT feitos para mountain bike. Isto é que é retrofit!

Nada disso significa, porém, que não houve muito do-it-yourself. Pelo contrário: itens como sistema de escape e os braços da suspensão tiveram de ser feitos sob medida. O vídeo abaixo deixa isto bem claro: é um time lapse que resume seis meses de muito trabalho em cerca de dez minutos. Fica até difícil de acreditar quanta engenharia está por trás do jipinho cor-de-rosa.

Como há muita experimentação e a dupla costuma testar na prática a eficácia de suas criações, é natural que nem tudo dê certo – o que ajuda a explicar a quebra da suspensão dianteira durante um salto mais animado em Moab.

Por outro lado, a trilha em Utah é severa até com jipes de verdade. Então, um Jeep da Barbie construído artesanalmente merece reconhecimento apenas por sobreviver à empreitada. Mesmo que, com o excesso de torque nas rodas traseiras, empinadas repentinas sejam inevitáveis.

O detalhe é que a aventura em Moab foi apenas a última e mais desafiadora aventura do jipe da Barbie: Ethan e Edwin já lidam com esta maluquice há tempos, e há alguns meses puderam levá-lo, junto com o Mustang Power Wheels, para a pista de testes da Honda nos EUA, onde ninguém menos que Jay Leno deu uma voltinha nos dois. O jipe até que se vira bem sobre o asfalto – talvez até melhor que o Mustang. Basta trocar os pneus!

É impossível ver estes dois em ação e não lembrar da minha infância, quando meu sonho era colocar um motor no meu Fórmula 1 de pedal. Gostaria de ter a mesma disposição e a mesma habilidade que Ethan e Edwin para fazer algo parecido. Parece absurdamente divertido.

 

Matérias relacionadas

Fumaça preta: esta perua Mercedes-Benz W123 de drift é o melhor de dois mundos totalmente opostos

Dalmo Hernandes

Quantos aplausos este BMW M3 E30 com motor V10 da M5 merece?

Dalmo Hernandes

Como ficariam os carros atuais com pinturas clássicas das corridas de turismo?

Dalmo Hernandes
error: Direitos autorais reservados