A revista semanal dos entusiastas | jorn. resp. MTB 0088750/SP
FlatOut!
Image default
GT40 Classificados Zero a 300

Estes são alguns dos carros com supercharger de fábrica mais legais do GT40

Salve pessoal! Curtindo bastante o domingo? Esperamos que sim, mas se você está lendo isto agora é porque decidiu aproveitar o tempo livre para ficar em dia com o FlatOut. Já que estamos aqui, vamos a mais uma lista temática do GT40!

Um dos últimos temas foram os carros turbinados de fábrica – a lista era grande, e foi até dividida em duas partes (1 e 2). Agora, decidimos separar alguns dos carros sobrealimentados por supercharger.

O supercharger desempenha a mesma tarefa de um turbocompressor, mas tem uma diferença fundamental: em vez de usar os gases de escape para empurrar mais oxigênio para dentro da câmara de combustão, ele utiliza a força do virabrequim, ao qual costuma ser ligado por uma correia dentada ou corrente. É por isso que alguns costumam traduzor como “compressor mecânico”, embora esta não seja a tradução mais precisa – tecnicamente um turbo também é mecânico. Então uma maneira mais assertiva de traduzir supercharger seria “compressor de polia”, pois é através da polia que a força do virabrequim é transmitida para o equipamento. É uma concepção antiga, que já foi muito popular em carros de competição nos anos 20 e hoje é considerada uma forma mais old school de sobrealimentação, que costuma ser mais vista em esportivos e carros de luxo.

Esta lista deixa isto bem evidente. E, antes de prosseguir, vale lembrar: esta é uma situação diferente das listas de anúncios de pessoa física, que seguem uma ordem cronológica: escolhemos a dedo os carros desta lista, e todos são interessantes em nossa opinião, cada um por suas razões. Entendido? Então vamos lá!

img_40152_4_e92e5a33-21c3-4a75-9c8d-de7e203a319d

Começando com muita classe: um Mercedes-Benz S55 AMG, equipado com um V8 supercharged de 5,4 litros e 500 cv e câmbio automático de cinco marchas suficientes para levar o sedã de zero a 100 km/h em menos de cinco segundos. Este exemplar tem, segundo o anunciante, 60.000 km rodados e passou por todas as manutenções em concessionário. Ele também observa que o carro é blindado. [highlight]Clique para ver o anúncio.[/highlight]

 

img_13604_4_524eddfc-ddbd-4742-86a9-48d02e97be97

Se busca algo mais esportivo e realmente old school, dificilmente este GT40 vai lhe passar despercebido: o supercarro retrô é movido por um V8 de 5,4 litros com supercharger Eaton 2300 e generosos 558 cv, acoplado a uma caixa manual de seis marchas que leva a força do motor para as rodas traseiras. Com visual absurdamente fiel ao protótipo que venceu quatro vezes em Le Mans na década de 1960, ele é capaz de ir de zero a 100 km/h em 3,8 segundos com máxima de 330 km/h. Este exemplar, segundo o anunciante, é novíssimo: tem apenas 743 milhas marcadas no hodômetro – menos de 1.200 km. [highlight]Clique para ver o anúncio.[/highlight]

 

img_331492_4_193168dc-317b-42ad-b4c8-c11023a5493c

Quer algo mais requintado e britânico? Então confira este Jaguar XF S, que tem um V8 supercharged de três litros e 380 cv – praticamente o mesmo usado pelo Jaguar F-Type, que tem um dos roncos mais legais já produzidos por um seis-cilindros. O anunciante diz que o carro tem apenas 38.000 km rodados e destaca a boa oferta de equipamentos, que incluem teto solar elétrico, sistema de som Meridian, ar-condicionado dual zone, central multimídia com navegador por GPS e controles de estabilidade e tração. [highlight]Clique para ver o anúncio.[/highlight]

 

img_31516_4_e7bc0fe9-faa4-49bd-820c-5860266f1f04

É menos comum ver superchargers em motores de deslocamento mais baixo, mas eles também ocorrem. É o caso deste Mercedes-Benz C200 W204, que é movido por um quatro-cilindros de 1,8 litro com com supercharger e 190 cv, ligado a um câmbio automático de cinco marchas. De acordo com seu anunciante o carro tem toda a manutenção em dia e é relativamente pouco rodado, com cerca de 81.200 km marcados no hodômetro. Ele também destaca que o carro tem kit multimídia opcional, com disqueteira para seis CDs, central multimídia com TV analógica e digital e subwoofer. [highlight]Clique para ver o anúncio.[/highlight]

 

img_303996_4_c9d91178-2cf8-48ce-ac88-23cf6bea1fe6

Com um V8 Hemi supercharged de 6,2 litros e 717 cv, o Dodge Challenger Hellcat pode não ter mais o impacto que tinha na época do lançamento, em 2015, mas… ele ainda é um muscle car com 717 cv à disposição do pé direito, capaz de ir de zero a 100 km/h em menos de quatro segundos e cumprir o quarto-de-milha na casa dos dez segundos. Direto da fábrica, sem qualquer modificação. Este exemplar em especial tem câmbio automático de nove marchas e, de acordo com o anunciante, é zero-quilômetro. Já que a Dodge não traz… [highlight]Clique para ver o anúncio.[/highlight]

 

img_43452_4_9b88631b-4008-4a79-98f2-12dda3183cd5

Entre os modelos de luxo que citamos lá no começo também está este Range Rover Vogue SE Autobiography. O SUV é movido por um V8 de cinco litros que, com supercharger, entrega 510 cv e é capaz de levar o Vogue de zero a 100 km/h em 5,5 segundos – o que é incrível considerando seu peso de quase 2.400 kg. A tração é integral e o câmbio, automático de oito marchas. O Range Rover foi fabricado em 2014 e, segundo seu dono, tem apenas 14.000 km rodados. Ele também é blindado. [highlight]Clique para ver o anúncio.[/highlight]

 

img_39000_4_e87980ff-458e-4276-9c98-72c9c9490702

Eis aqui um muscle car moderno: o Cadillac CTS-V, equipado com um V8 de 6,2 litros supercharged de 565 cv muito parecido com aquele usado pelo Chevrolet Corvette ZR1 da geração passada. Aqui acoplado a um câmbio automático, o V8 é suficiente para levar o Cadillac de zero a 100 km/h em 3,9 segundos, com máxima de 310 km/h. Segundo o anunciante, o carro tem apenas 13.000 km rodados. [highlight]Clique para ver o anúncio.[/highlight]

 

img_248112_4_1bf1bafc-b9b3-44a7-b204-8ac679f71196

Se você curte a ideia de um muscle car moderno com supercharger mas faz questão do visual retrô, dê uma olhada neste Mustang Shelby GT500 2011. Ele usa um V8 supercharged de 5,4 litros e 558 cv, tem câmbio manual de seis marchas, rodou apenas 20.700 km segundo o anunciante e é capaz de ir de zero a 100 km/h em 4,8 segundos, com máxima de 255 km/h. [highlight]Clique para ver o anúncio.[/highlight]

 

img_265644_4_5860b435-eddd-42ed-a959-03769beafcb2

Se os esportivos alemães fazem mais seu tipo e você não procura tanta potência assim, que tal um Mercedes-Benz SLK200? Este exemplar foi fabricado em 2004, tem 65.000 km declarados e é movido por uma versão de 163 cv do motor 1.8 supercharged acoplado a uma caixa automática de cinco marchas. O dono diz que o carro está todo revisado, com a manutenção em dia, e é equipado com sensores de estacionamento e ar-condicionado digital automático. [highlight]Clique para ver o anúncio.[/highlight]

 

img_274696_4_82668d61-e5b2-4aea-9e29-fca6c206ccae

Apesar de a versão com motor V8 supercharged de cinco litros e 550 cv ser mais potente, o V6 S de 381 cv – também com supercharger – foi considerado um negócio mais interessante pelo ronco do motor e pelo conjunto melhor dimensionado ao câmbio ZF automático de oito marchas. Este exemplar tem cerca de 4.000 km rodados e, aparentemente, é quase novo. [highlight]Clique para ver o anúncio.[/highlight]

Matérias relacionadas

Direto da Nova Zelândia: um Nissan March com motor V6 de 570 cv central-traseiro!

Dalmo Hernandes

Uma nova Ferrari em setembro, Corvette C8 flagrado, um raro Lancer Evo VII no Brasil e as novidades da semana no FlatOut e no YouTube do FlatOut!

Leonardo Contesini

O BMW Série 7 no qual Tupac Shakur foi assassinado está à venda por US$ 1,5 milhão

Dalmo Hernandes