A revista semanal dos entusiastas | jorn. resp. MTB 0088750/SP
FlatOut!
Image default
Notícias Segredo

[ Exclusivo ] Fiat Uno Dualogic é flagrado em testes

Com a chegada do Volkswagen up! a Fiat está se armando pra manter o Uno atualizado e competitivo e deve equipá-lo com seu câmbio automatizado Dualogic em um futuro próximo.

É o que mostram as fotos feitas pelo leitor Victor Vizeu, que flagrou este Uno Way com placas verdes circulando por São Paulo. Ao dar uma espiada dentro do carro, ele descobriu que no lugar da alavanca de câmbio havia os botões de comando semelhante aos usados no Fiat 500 Abarth automático.

IMG_20140308_100817_572-fixed copy

Embora a Volkswagen não tenha confirmado a opção do câmbio automatizado i-Motion no up!, no começo do ano a versão foi submetida ao programa de etiquetagem do Inmetro e deve ser lançada nos próximos meses. Isso faria o up! i-Motion reinar sozinho no segmento de entrada, uma vez que nenhum de seus concorrentes oferece câmbio automático/automatizado como opcional. Isso nos leva a crer que a Fiat pretende oferecer o câmbio Dualogic como opcional no Uno 1.0 e 1.4 para encarar as versões do up! com o câmbio i-Motion.

A combinação do câmbio Dualogic com o motor 1.4 Evo não seria inédita — o Fiat 500 já usa essa configuração. Contudo, o Uno deve ser equipado com a versão Dualogic Plus, que já equipa os demais modelos da fabricante. Essa versão, mais atualizada, tem as funções Creeping —  que move lentamente o carro, sem a necessidade do uso do acelerador, como se fosse um automático convencional — e  Auto-Up Shift Abort, que identifica uma retomada de velocidade e aborta a subida de marcha para manter o motor cheio e auxiliar a retomada mais rápida.

Se você está se perguntando sobre a ausência da alavanca de câmbio, é por que, esse sistema aparentemente se trata do Dualogic eletrônico, um projeto de longa data da Fiat que usa uma interface por botões para ativação dos modos e marcha à ré, e abre a possibilidade de que as trocas sejam feitas apenas por borboletas no volante. Segundo as apurações do colega Gustavo Ruffo, ainda existe uma grande possibilidade de que o atuador seja elétrico em vez de hidráulico, o que tornaria o sistema mais simples e por consequência mais barato, permitindo sua implementação até mesmo nas versões 1.0.

Matérias relacionadas

Type R, Rallycross e mais um festival de Honda Civic no Sema Show 2016

Dalmo Hernandes

Avião cai em pista de arrancada durante uma prova deixando dois mortos e um ferido

Dalmo Hernandes

Ferrari continuará usando motores V12 aspirados – e sem ajuda elétrica

Leonardo Contesini