Fãs de “monocromáticos”: este Passat LS 1978 muito original à venda no GT40 é para vocês

Dalmo Hernandes 14 novembro, 2017 0
Fãs de “monocromáticos”: este Passat LS 1978 muito original à venda no GT40 é para vocês

Não é difícil encontrar quem aprecie um bom acabamento “monocromático” – quando as cores do lado de dentro e do lado de fora do carro fazem parte da mesma paleta. Por exemplo: um carro marrom, bege ou até mesmo dourado com interior marrom pode ser considerado “monocromático marrom”, da mesma forma que um carro verde com interior verde seria um “monocromático verde”. Um bom exemplo disto é este VW Passat LS 1978, que está à venda no GT40 e exibe um tom de bege típico dos anos 70.

Naquela época, o acabamento monocromático era bastante requisitado no Brasil, levando até mesmo ao lançamento de séries especiais como o Chevrolet Opala “Chateau” em 1977, já como modelo 1978, que trazia carroceria e interior na cor vinho.

img_126532_4_22d81321-9443-4f53-afd3-dbf52f6b25ec

Segundo consta, a ideia era uma tentativa de emular o visual dos carros americanos, nos quais não era difícil encontrar carros com acabamento monocromático azul, verde, vermelho e marrom, entre outros. Nos EUA, onde o Passat de primeira geração foi vendido como Dasher, a combinação de verde com verde era bastante comum.

Por aqui, o monocromático marrom era a opção mais comum (embora, nos anos 80, o Passat “Iraque” fosse vendido com carroceria e interior bordô), e é o caso deste Passat LS 1978. O carro pertence a Marcus Sayegh, de Jundiaí/SP, que o comprou em janeiro deste ano e, de acordo com ele, é quase completamente original.

img_126524_4_22d81321-9443-4f53-afd3-dbf52f6b25ecimg_126528_4_22d81321-9443-4f53-afd3-dbf52f6b25ec

Sendo um Passat LS, versão intermediária, o carro tem bancos revestidos em tecido em vez de curvim, rádio, lavador elétrico para o para-brisa e cintos de três pontos. O motor é o mesmo quatro cilindros de 1,5 litro usado desde o lançamento – primeira versão disponível no Brasil daquele que se tornaria o consagrado motor AP, com comando no cabeçote, arrefecimento líquido e carburador simples para entregar 65 cv e 10,3 mkgf de torque – suficiente para levar o carro de 860 kg até os 100 km/h em 17 segundos, com máxima de 150 km/h.

img_126520_4_22d81321-9443-4f53-afd3-dbf52f6b25ec

Marcus conta que, embora seja um exemplar 1978/78, seu carro já conta com o facelift da dianteira dos Passat 1978/79, que trocou os dois faróis circulares da primeira versão pelo conjunto frontal do Audi 80, com faróis retangulares e um filete cromado na grade. Ele garante que o carro é assim de fábrica, e que a frente é completamente lacrada.

As fotos mostram que o estado de conservação é exemplar. Marcus diz que realizou serviços de manutenção de rotina no Passat, trocando fluidos e filtros, e frisa que apesar dos quase 186.000 km rodados (o que não é tanto assim para um carro prestes a completar 40 anos de idade) o VW está funcionando perfeitamente. Elétrica, suspensão e freios também foram revisados, e conservam as características originais.

img_126576_4_22d81321-9443-4f53-afd3-dbf52f6b25ecimg_126544_4_22d81321-9443-4f53-afd3-dbf52f6b25ec img_126584_4_22d81321-9443-4f53-afd3-dbf52f6b25ec

A carroceria já recebeu um banho de tinta, na cor Bege Jamaica, mas o interior é todo original no que diz respeito os forros e acabamentos. O painel de instrumentos (note o rádio na frente do carona, pois os comandos do sistema de ventilação ficavam no centro) apresenta uma rachadura (problema típico nos Volks da época) mas, fora isto, os tecidos aparentam estar em bom estado, assim como os demais detalhes do lado de dentro, como carpete e tapetes. O mesmo vale para faróis, lanternas, para-choques, emblemas e demais acabamentos externos: é tudo de fábrica.

img_126516_4_22d81321-9443-4f53-afd3-dbf52f6b25ec

Marcus diz que comprou o carro com todo o histórico documentado, incluindo manuais e chave reserva reforça que é um carro de procedência e registrado pelo Clube do Carro Antigo de Jundiaí, com direito à placa preta e a um certificado de originalidade.

Se você sempre curtiu o visual monocromático dos carros brasileiros dos anos 70, e ficou interessado pelo Passat LS de Marcus, pode clicar aqui para acessar o anúncio e pegar seus contatos.

inbanner-fim-post


“Achados Meio Perdidos” é o quadro do FlatOut! no qual selecionamos e comentamos anúncios do GT40.com.br de carros interessantes ao público gearhead, como veículos antigos, preparados, exclusivos e excêntricos. Não se trata de publieditorial. Não nos responsabilizamos pelas informações publicadas nos anúncios nem pelas negociações decorrentes – todos os detalhes devem ser apurados atenciosamente com o anunciante!