A revista semanal dos entusiastas | jorn. resp. MTB 0088750/SP
FlatOut!
Image default
Automobilismo Notícias

Felipe Massa ganha carro usado no GP do Brasil como presente de despedida

Felipe Massa acaba de fazer a última corrida de Fórmula 1 de sua longa carreira na categoria. O GP de Abu Dhabi foi o 250º da carreira do Brasileiro, que decidiu que era hora de parar e se dedicar a outros projetos depois de 15 temporadas, três equipes, 11 vitórias, 41 pódios, 16 poles, 15 voltas mais rápidas e um vice-campeonato disputado até a última curva da última corrida.

No sábado, após os treinos de classificação a Williams organizou uma festa de despedida para o piloto, uma prova de reconhecimento de uma carreira honesta e sólida, que, embora não tenha resultado em um título, colocou Felipe entre os grandes nomes da categoria em todos os tempos.

 

Durante a festa Felipe foi homenageado pela equipe, que relembrou sua trajetória na Fórmula 1 e, claro, na Williams. Depois das devidas homenagens, a diretora da equipe, Claire Williams, entregou a Felipe um álbum de fotos e uma ilustração sobre a carreira de Felipe. A cereja do bolo, contudo, foi a surpresa que a equipe preparou para Felipe:

Cw7h3SYW8AAhhcN

Sim. Depois da homenagem em parceria com a Martini Racing, que substituiu o nome da destilaria italiana pelo nome de Massa em seu logotipo, a equipe decidiu presentear Felipe com o carro usado no GP do Brasil da semana passada, o último da carreira de Felipe.

XPB_852777_HiRes-941x529

O carro engrossará uma coleção de carros que inclui nada menos que uma Ferrari F40 e uma LaFerrari preta, que Felipe dirige pelas ruas de Mônaco.

laferrari-massa (4)

Felipe estreou na Fórmula 1 em 2002, pilotando pela Sauber como parte do programa de jovens pilotos da Ferrari. Em 2006 ele foi promovido a segundo piloto da Ferrari, no lugar de Rubens Barrichello e ao lado de Michael Schumacher. Naquele mesmo ano Massa venceu suas duas primeiras corridas, o GP da Turquia e o GP do Brasil, e terminou a temporada em terceiro lugar, atrás de Fernando Alonso e Michael Schumacher. No ano seguinte, Massa venceu mais três vezes e subiu outras sete ao pódio, mas acabou em quarto lugar.

Em 2008 Massa brilhou com seis vitórias e três pódios, brigando pelo título até a última curva da última volta do GP do Brasil, perdendo o título por um único ponto para Lewis Hamilton. A vitória em Interlagos foi a última de 11. Em 2009 Felipe sofreu um acidente grave ao ser atingido em alta velocidade por uma mola que se soltou do Honda de Rubens Barrichello, deixando-o fora das oito corridas restantes. Depois disso Massa não conseguiu repetir o desempenho competitivo das temporadas anteriores, mas foi fundamental para o desenvolvimento da atual fase da Williams, e conquistou outros quatro segundos lugares e nove terceiros desde então.

15220240_685925668248236_2647643380548937784_n

Matérias relacionadas

Michael Schumacher está internado em estado grave após acidente na França — entenda a condição do piloto

Leonardo Contesini

Coating ou proteção cerâmica: pra que serve e o que ela faz na pintura?

Juliano Barata

A “zuera” de Fernando Alonso (e de toda a Internet) depois do fiasco em Interlagos foi épica

Dalmo Hernandes