A revista semanal dos entusiastas | jorn. resp. MTB 0088750/SP
FlatOut!
Image default
Notícias

Ferrari comemora 70 anos com LaFerrari Aperta e cinco pinturas clássicas

A Ferrari aproveitou o Salão de Paris para iniciar as comemorações de seu 70º aniversário. E ela fez isso em grande estilo, com nada menos que sete novidades. Seria uma referência às sete décadas de história?

O principal destaque é a LaFerrari Aperta, a versão conversível do seu hipercarro LaFerrari. O modelo já havia sido revelado em fotos e em eventos privados, mas faz sua estreia pública no Salão parisiense. Ela usa o mesmo V12 híbrido de 950 cv do modelo fechado, e continua precisando de apenas 2,5 segundos para chegar aos 100 km/h — o que indica que não houve grandes mudanças no peso do carro. Foi preciso apenas retrabalhar alguns elementos aerodinâmicos para reduzir o arrasto com o teto aberto.

1MDH15157

 

A outra novidade é a GTC4Lusso T, sobre a qual já havíamos falado neste post. Trata-se de uma versão de entrada do modelo, equipada com o motor V8 3.9 biturbo da California T ligeiramente modificado para produzir 610 cv e sem a complicada tração integral do modelo V12, que continua em produção.

Além da LaFerrari Aperta e da GTC4Lusso T, a Ferrari também levou cinco edições especiais com pinturas inspiradas em carros de rua e de corrida do passado: uma 488 GTB, duas 488 Spider, uma California T e uma F12berlinetta. 

ferrari-70th-anniversary-liveries

A primeira delas é a 488 GTB “The Schumacher”, uma homenagem ao sucesso de Michael Schumacher na Scuderia. A 488 GTB ganhou uma pintura inspirada na F200-GA de F1, com o rosso corsa predominante, e faixas brancas no teto e nas soleiras, além de emblemas especiais da versão.

f2002b

Depois temos as duas 488 Spider: a “Green Jewel” e a “Tailor Made”.  A primeira usa uma pintura verde inspirada pela 365 P2 usada por David Piper em suas duas vitórias nas Nove Horas de Kyalami em 1965 e 1966.ferrari-70th-anniversary-liveries-32572d86d8ff6fa5700654ec0ea6eb0e0

A segunda, Tailor Made, é inspirada pela clássica 375 MM Pininfarina de 1953, e uma pintura Bianco Italia de três camadas como o modelo dos anos 1950.

ferrari-70th-anniversary-liveries-1

Depois temos a Ferrari F12berlinetta “The Stirling”, uma merecida homenagem ao lendário Stirling Moss e sua 250 GT Berlinetta SWB usada na vitória do Tourist Trophy de 1961. A pintura combina a cor Blu Scuro com a faixa branca horizontal no bico do carro e o círculo branco da numeração do carro nas portas.

ferrari-70th-anniversary-liveries-2

A última não teve inspiração nas pistas, mas em um modelo de rua igualmente icônico: a Ferrari California T “The Steve McQueen”. Sua pintura é inspirada no marrom castanho da 250 GT Berlinetta Lusso 1963 que Steve McQueen ganhou de presente de sua esposa. O interior também usa a mesma cor caramelo da Ferrari de McQueen.

18nca9eojd5scjpg

Qual a sua favorita?

Matérias relacionadas

CBA e organizadores de track days chegam a acordo para regulamentação dos eventos

Leonardo Contesini

É oficial: a Puma está de volta e revela os detalhes do novo carro de corridas

Dalmo Hernandes

Hyundai RN30: 2.0 turbo de 380 cv, câmbio de dupla embreagem e tração integral

Dalmo Hernandes