Fiat Argo é revelado oficialmente, BMW explica o sistema de tração integral do novo M5, Range Rover Velar começa a ser vendido no Brasil e mais!

Leonardo Contesini 17 maio, 2017 0
Fiat Argo é revelado oficialmente, BMW explica o sistema de tração integral do novo M5, Range Rover Velar começa a ser vendido no Brasil e mais!

Este é o Zero a 300, nossa rica mistura das principais notícias automotivas do Brasil e de todo o mundo, caro car lover. Assim você não fica destracionando por aí atrás do que é importante. Gire a chave, aperte o cinto e acelere com a gente!

 

Fiat revela primeira imagem oficial do Argo

18518261_414299378937266_8347292788907750764_o

Depois de ensaiar uma campanha com protótipos camuflados e uma hashtag que não colou como se esperava, a Fiat decidiu ser mais objetiva na divulgação do novo Argo. Na terça-feira (16), a fabricante ítalo-mineira divulgou um vídeo mostrando como o novo modelo é fabricado. Agora, há algumas horas, a marca mostrou a primeira foto oficial do modelo (esta aí acima).

Como já era esperado, o modelo tem o visual inspirado no Tipo, e seus faróis têm alguma semelhança com o conjunto do Mobi. A Fiat ainda não revelou detalhes, mas ele deverá ser equipado com os motores FireFly 1.0 e 1.3, além do 1.8 16v E.torQ.

18527348_414299348937269_2345746210212143924_o

Sua missão será substituir o Punto e também as versões de topo da segunda geração do Palio — daí a oferta ampla de motores. Ele também será oferecido com o câmbio automatizado GSR nas versões de entrada, e com um câmbio automático de seis marchas nas versões de topo, além do câmbio manual, claro.

 

Range Rover Velar começa a ser vendido no Brasil – preços chegam a R$ 514.000

range-rover-velar-2017-Diariomotor-007-mdm

O Range Rover Velar já havia sido confirmado no Brasil logo após sua apresentação no Salão de Genebra, em março deste ano. Na ocasião a marca britânica revelou todos os detalhes das versões oferecidas no Brasil, exceto uma: os preços.

Eles foram revelados somente nesta última terça-feira (16), quando também foi iniciada a pré-venda do modelo no País — inicialmente apenas nas versões V6. Os preços partem de R$ 291.000 e podem chegar aos R$ 514.000.

range-rover-velar-2017-Diariomotor-006-mdm

A versão de entrada é a 2.0 Ingenium turbo a gasolina, de 250 cv. Logo acima vem o 2.0 Turbodiesel de 180 cv, que custa R$ 311.000. Em seguida começam os modelos V6 supercharged a gasolina, todos com 380 cv: o R-Dynamic S de R$ 383.100, o R-Dynamic SE de R$ 405.400, e o R-Dynamic HSE de R$ 445.500.

No topo da linha está a versão especial de lançamento, que será oferecida somente no primeiro ano de vendas. Batizada First Edition, ela é baseada na versão R-Dynamic HSE, porém tem equipamentos exclusivos como o assistente de pontos cegos, retrovisores externos com aquecimento e função antiofuscante, para-brisa aquecido, discos de freio maiores, cruise control adaptativo com frenagem automática, head-up display, assistente de estacionamento, suspensão a ar, ajuste elétrico da coluna de direção, iluminação interna configurável e acabamento cromado no painel de instrumentos. Tudo isso custará R$ 68.400 a mais, fazendo seu preço chegar aos R$ 513.900.

As entregas do Range Rover Velar começam a partir de 31 de outubro.

 

BMW explica o sistema de tração integral do próximo M5

landscape-1494977843-bmw1

O BMW M5 só será lançado no final do segundo semestre, provavelmente no Salão de Frankfurt, mas a fabricante alemã já entregou o supersedã (ainda camuflado) aos jornalistas dos EUA e da Europa.

Apesar de ter cedido o carro aos jornalistas, a BMW ainda manteve segredo sobre os detalhes da evolução do motor S63 V8 biturbo de 4,4 litros. Sabemos apenas que ele deverá ter mais de 600 cv. Por outro lado, a fabricante alemã não viu problemas em antecipar o funcionamento do seu novo sistema de tração integral para o esportivo, batizado M xDrive.

O sistema permite que o modelo tenha tração integral ou traseira, de acordo com a preferência do motorista. Quando você liga o carro, o sistema mantém a tração nas quatro rodas (porém com distribuição de torque em maior proporção para a traseira).

bmw-m5-dev-ac-736

Ao acionar o modo M Dynamic, o sistema distribui uma proporção ainda maior de torque para a traseira. Desligando o controle de estabilidade, o motorista pode optar por usar a tração integral ou somente traseira. A versatilidade soa como o melhor dos mundos, porém tudo isso tem um preço a se pagar: o modelo não será oferecido com câmbio manual. Em vez disso ele será equipado com o câmbio automático de oito marchas que já equipa praticamente todos os demais modelos da marca.

 

Rio de Janeiro proíbe radares em “áreas de risco”

radar

Assinando mais um atestado de incompetência em realizar suas atribuições básicas, o governo do Estado do Rio de Janeiro proibiu a instalação de radares em “áreas de risco”.

As chamadas áreas de risco são regiões mapeadas e conhecidas por seu alto índice de violência e confronto armado em vias urbanas. A ideia por trás da lei aprovada nesta última terça-feira (16) é “proteger os motoristas de assaltos, arrastões e confrontos armados”, segundo o autor da lei, o deputado estadual Dionísio Lins: “Inúmeros casos são aqueles em que roubos são constantes em áreas de comunidades carentes, conhecidas pelos recorrentes conflitos armados e que se expandem para o asfalto. Com o intuito de evitar mais mortes de cidadãos inocentes, este projeto em nenhum momento incentiva o aumento de velocidade ou propõe o avanço de sinais de trânsito, muito pelo contrário, há de se notar que, áreas de risco são apenas aquelas em que não há como reduzir a velocidade em razão de tiroteios e arrastões”, disse o deputado na proposta de lei.

A lei não identificou as ruas consideradas “áreas de risco”, e também determina que os radares instalados nessas áreas deverão ser retirados de forma gradual, porém sem custo aos cofres públicos – o que pode impedir a remoção/desativação caso o contrato com a operadora dos radares tenha alguma cláusula rescisória.