A revista semanal dos entusiastas | jorn. resp. MTB 0088750/SP
FlatOut!
Image default
Zero a 300

Fiat Toro em versão Mopar, Ford e Volkswagen afastarão quase 3.000 funcionários, o Jaguar mais rápido de todos os tempos, as gravações do novo Top Gear e mais!

Este é o Zero a 300, nossa rica mistura das principais notícias automotivas do Brasil e de todo o mundo, caro car lover. Assim você não fica destracionando por aí atrás do que é importante. Gire a chave, aperte o cinto e acelere com a gente!

 

Fiat Toro já tem versão Mopar

fiat-toro-flatout-juliano-barata-1

Como vimos ontem (e você verá mais tarde em nossa avaliação) a Fiat Toro será oferecida em cinco versões de acabamento. Mas estas são as versões oficiais. Em um cantinho do evento de lançamento da picape, estava uma versão montada com os acessórios Mopar para a picape. Se você não curtiu muito o visual da picape, talvez o toque da Mopar (que é simplesmente a divisão de peças e acessórios da FCA, e não uma divisão esportiva, vale lembrar) mude sua opinião.

fiat-toro-flatout-juliano-barata-b-1

Os equipamentos e acessórios são voltados para o público que usará a picape para aventuras e viagens para o campo ou praia. Entre os acessórios estão adesivos decorativos, rodas de liga leve de 16 polegadas com beadlocks decorativos, rack de teto para bikes, bancos de couro de dois tons com o logotipo Mopar, tapetes sintéticos e laváveis, cesta para objetos, capota marítima, protetor de caçamba, cesta com rede para objetos leves (que pode ser instalada sobre a cobertura da caçamba ou sobre o teto) e, futuramente, sistema multimídia com tela maior e subwoofer. Os acessórios são encontrados nas concessionárias Fiat, e podem ser instalados em qualquer versão da picape.

 

Ford e Volkswagen afastarão 2.800 funcionários das linhas de produção

VWSBC

 

Foto: Fabiano Ibidi/ABCD Maior

Com a queda de 26,5% nas vendas de carros em 2015, as fabricantes estão começando a adequar sua produção à baixa demanda. Na última segunda-feira (15) a Volkswagen afastou 800 funcionários da linha de produção de São Bernardo do Campo/SP por meio de férias coletivas de 20 dias seguidas de um layoff de cinco meses. A fabricante já havia afastado 1.200 funcionários da produção em janeiro por meio de um layoff de cinco meses. No total, a Volkswagen de São Bernardo do Campo emprega 7.500 pessoas na produção de veículos, o que significa que mais de um terço dos funcionários está afastado.
Na Ford de Camaçari/BA, a solução encontrada para adequar a produção foi a mesma da Volkswagen: férias coletivas para 2.000 funcionários neste mês de fevereiro e layoff a partir de março com duração máxima de cinco meses. Os 2.000 funcionários são todos os trabalhadores do terceiro turno.

 

Jaguar apresenta F-Type SVR, o modelo mais rápido da história da marca

gallery-1455664338-jaguar-f-type-svr-39-coupe-studio

O lançamento oficial acontecerá somente daqui a duas semanas, no Salão de Genebra, mas a Jaguar já divulgou as imagens e detalhes do novo F-Type SVR, a versão mais radical do modelo e também o Jag mais rápido da história.

landscape-1455663446-jaguar-f-type-svr-40-coupe-studio

Ele será oferecido tanto na versão roadster como cupê e usará o V8 de cinco litros sobrealimentado com compressor das versões R, porém com modificações para produzir 575 cv e 71,3 mkfg. Além da maior potência, o SVR também será mais leve, graças ao novo escape de titânio e Inconel (o material dos escapes de F1) e também à adoção de outros materiais de baixo peso, totalizando uma redução de 25 kg, sendo 16 kg apenas no escape.

gallery-1455663709-jaguar-f-type-svr-27-convertible-track

A potência, como nos demais F-Types, será enviada às rodas pelo câmbio Quickshift de oito velocidades — que aqui foi levemente modificado para realizar trocas ainda mais rápidas. Com o sistema de tração integral e os enormes pneus 265/30 R20 na dianteira e 305/30 R20 na traseira, o SVR chega aos 100 km/h em apenas 3,5 segundos e segue acelerando até os 320 km/h se for um cupê e 313 km/h se for o roadster. Os freios também foram modificados e agora usam discos de 380 mm na dianteira e 376 mm na traseira — os de carbono-cerâmica opcionais são ainda maiores: 398 mm e 380 mm. Nos dois casos eles usam pinças de seis pistões na frente e quatro na traseira.

gallery-1455665450-jaguar-f-type-svr-18-coupe-track

O sistema de tração integral também foi modificado, e agora o diferencial eletrônico da traseira foi refinado para melhorar a distribuição de troque entre os eixos. Outra mudança foi a aerodinâmica: o para-choques dianteiro agora tem tomadas de ar maiores para reduzir o arrasto e um splitter maior. A traseira tem um novo fundo para acelerar e suavizar o fluxo aerodinâmico e assim reduzir a sustentação. A asa traseira móvel é ativada a 100 km/h no conversível e 112 km/h no cupê.

 

Um flagra das gravações do novo Top Gear

Imagine a situação: você está pilotando seu drone por mera diversão quando encontra um belo Mustang amarelo acelerando pelas estradas da região e descobre que, na verdade, está diante da gravação do novo Top Gear. Foi o que aconteceu com o escocês Keith Bremner. Ele estava viajando com sua esposa quando, sem querer, esbarrou no Mustang e no novo apresentador do Top Gear, Rory Reid.

Obviamente o escocês foi atrás da produção e parou para trocar uma ideia com o pessoal. Segundo Keith, este será um dos primeiros segmentos do novo Top Gear, e além da atual geração do Mustang também havia um modelo clássico do muscle/pony car. Considerando a estrada paradisíaca, a seleção de carros e o bom humor de Rory Reid, parece que o novo Top Gear continuará sendo um programa bem interessante. Diferente, claro, mas ainda assim interessante como sempre.

 

Nova geração do Honda Civic já roda em testes no Brasil

12742113_806571829475757_2504464438054202434_n

O novo Honda Civic chega só no segundo semestre, mas o modelo já está circulando em testes no Brasil como mostram as fotos acima feitas pelo leitor João Pedro Barbosa próximo a Rio Claro/SP, a cerca de 80 km de Sumaré, onde a Honda irá fabricar o modelo.

12717374_806571762809097_353910652119721856_n

O novo Honda Civic irá estrear o motor 1.5 turbo de 176 cv no Brasil em suas versões mais caras (que devem passar dos R$ 100.000), embora as versões de entrada continuem equipadas com o 2.0 aspirado de 155 cv. O câmbio também irá mudar: o automático de seis marchas dará vez a um CVT, que visa reduzir o consumo de combustível do sedã.

Matérias relacionadas

Aceleramos o Porsche 911 Carrera GTS: o melhor dos dois mundos?

Juliano Barata

Corvette destruído em museu é restaurado, as mudanças em Interlagos, o Volvo V60 “off-roader” e mais!

Leonardo Contesini

O Lexus LS400 é um sedã de luxo alemão feito pelos japoneses – e este exemplar impecável está à venda

Dalmo Hernandes