A revista semanal dos entusiastas | jorn. resp. MTB 0088750/SP
FlatOut!
Image default
Zero a 300

Fiesta 1.0 turbo é lançado por R$ 72.000, o novo Citroën C3 2017, Corvette de motor central-traseiro já está em testes e mais!

Este é o Zero a 300, nossa rica mistura das principais notícias automotivas do Brasil e de todo o mundo, caro car lover. Assim você não fica destracionando por aí atrás do que é importante. Gire a chave, aperte o cinto e acelere com a gente!

 

Ford lança Fiesta EcoBoost no Brasil por R$ 72.000

NewFiestaEcoBoost2017-1b

A Ford está lançando nesta semana no Brasil o novo Fiesta EcoBoost, equipado com seu novo motor 1.0 turbo de três cilindros. Conforme explicamos neste post, na configuração oferecida por aqui, o conjunto renderá 125 cv a 6.000 rpm (corte a 6.500 rpm) e 17,3 mkgf de torque entre 1.400 rpm e 4.500 rpm — o que faz dele o 1.0 mais potente do mercado. Soa interessante, não? Mas prepare-se para desembolsar uma boa grana: o motor será oferecido somente no Fiesta Titanium, a versão topo de linha.

NewFiestaEcoBoost2017-4b

Diferentemente de outros motores turbo downsized oferecidos no Brasil, este 1.0 EcoBoost não será flex, mas tenta compensar a carência com bons níveis de consumo, obtendo nota A no programa de etiquetagem do Inmetro, com médias de 12,2 km/l na cidade e 15,3 km/l na estrada. Com o novo motor, o Fiesta Titanium chegará aos 100 km/h em 9,6 s, dois segundos e meio mais rápido que seu irmão equipado com motor 1.6 Sigma e câmbio Powershift.

NewFiestaEcoBoost2017-2b

 

A chegada do downsizing à linha do Fiesta também altera o posicionamento das versões: a 1.5 sai de cena e passa a ser oferecida apenas a frotistas. Em seu lugar entra a versão SE 1.6 manual, que parte de R$ 52.000 e traz ar-condicionado, direção elétrica, vidros dianteiros elétricos, sistema de áudio MyConnection, computador de bordo, faróis com máscara negra e grade dianteira prateada.

Na intermediária estão as versões SEL com câmbio manual (R$ 58.800) e Powershift (R$ 64.900), também equipadas com o motor Sigma 1.6. Elas trazem, além dos equipamentos da SE, ar-condicionado digital, assistente de partida em rampa, controle de estabilidade e tração, faróis de neblina, rodas de liga leve de 15 polegadas, sistema multimídia Sync e vidros elétricos também nas portas traseiras.

O topo da linha continua com a versão Titanium Plus, que pode ser equipada com o motor 1.6 combinado ao câmbio Powershift por R$ 70.700 ou com o motor 1.0 EcoBoost, que parte de R$ 72.000 e também vem equipada com o câmbio de embreagem dupla. Independentemente do motor, o pacote de equipamentos inclui airbags laterais, de cortina e para joelhos, bancos de couro, sistema “keyless”, retrovisor interno eletrocrômico, rodas de 16 polegadas, cruise control e sensor crepuscular e de chuva.

 

Nova geração do Citroën C3 é divulgada antes do lançamento oficial

Nouvelle-Citroen-C3-2017-1-774x561

Ele só deveria ser mostrado amanhã, mas só para variar, alguém “””vazou””” as fotos da nova geração do Citroën C3 um dia antes do lançamento oficial. Nesta terceira geração o modelo ganhou um visual mais ousado, quase exótico, e inspirado no estilo do C4 Cactus, com direito aos borrachões premium “airbumps” nas laterais.

Nouvelle-Citroen-C3-2017-5-774x561

Segundo o site que divulgou as fotos, o francês cocoricauto.com (sim, esse é o nome do site — uma referência ao galo símbolo nacional), o modelo terá 3,99 metros de comprimento, 1,75 metro de largura, 1,47 metro de altura e 2,54 metros de entre-eixos, o que o torna significativamente maior que a atual geração.

c8c019_98c3f741007644139e2dc399e0fd3f7d~mv2

A dianteira também adotou o estilo agressivo do Aircross e do C4 Cactus, com conjunto óptico dividido em duas alturas e grade estreita. Já a traseira tem um quê das lanternas e colunas ousadas da marca DS. Mais detalhes serão conhecidos amanhã, durante o lançamento oficial do compacto.

 

Corvette de motor central-traseiro é flagrado em testes

Captura de Tela 2016-06-28 às 12.59.18

O lançamento de um Corvette de motor central-traseiro já não é uma questão de “se”, mas sim “quando”. Já vimos anteriormente a plataforma do novo esportivo da Chevrolet ainda em seus estágios iniciais de testes, quando ainda usava a carroceria de Holden Ute. Desta vez o flagra feito pelo pessoal da Motor Trend mostra que o carro evoluiu em testes, e agora está usando partes da carroceria do Corvette C7.

Captura de Tela 2016-06-28 às 12.58.34

Embora sejam fotos feitas à uma distância relativamente grande, é possível notar que a traseira é ligeiramente diferente do C7 convencional, e que não há uma tampa de vidro na traseira do protótipo — possivelmente para auxiliar o arrefecimento do motor em uma carroceria improvisada. O restante do carro também está pesadamente camuflado; sendo um esportivo de motor central-traseiro, é certo que a dianteira será modificada para realocação dos radiadores e ainda oferecer algum espaço de carga. O protótipo estava acompanhado de um par de Cadillac CT6, o que permite também comparar suas proporções com as do sedã e também com as do atual Corvette C7.

Captura de Tela 2016-06-28 às 12.59.27

Como já dissemos anteriormente, a ideia de um Corvette de motor central-traseiro não é nova; ela surgiu ainda em meados dos anos 1960 e desde então vem sendo testada em conceitos que nunca chegaram à linha de produção. Desta vez as apostas são altas pois, segundo a imprensa americana, com a potência chegando próxima dos 700 cv, a configuração de motor V8 dianteiro e tração traseira começa a chegar perto de seu limite dinâmico natural.

 

Volkswagen irá eliminar 40 modelos em todo o mundo

VW-fusca-1

As complicações decorrentes do escândalo das fraudes em emissões de motores a diesel, conhecida como Dieselgate, afetou muito mais que a imagem e a reputação da Volkswagen. A empresa precisará fazer modificar e acelerar sua reestruturação organizacional prevista para ser concluída até 2025. E como parte do plano, o Grupo Volkswagen irá eliminar nada menos de 40 dos atuais 340 modelos oferecidos por suas 12 marcas.

 

O Grupo ainda não definiu quais modelos serão eliminados, mas já vimos anteriormente que a atual geração do Fusca é uma das candidatas, assim como o Jetta, com quem o besouro moderno compartilha sua plataforma, e também as variações regionais do VW up! — o Seat Mii e o Skoda Citigo.

 

Alfa Romeo Stelvio é flagrado por dentro e por fora

alfa-romeo-stelvio-spy-photo

Como vimos na semana passada, a Alfa Romeo está planejando um sedã médio para competir com o trio alemão da categoria, Classe E/Série 5/A6. Mas antes disso, a marca italiana irá concluir o desenvolvimento e o lançamento de seu primeiro SUV, o Stelvio. Até agora ele teve apenas uma imagem divulgada, um teaser que mostrava o modelo com a tampa do porta-malas aberta e um executivo sentado na abertura cobrindo os detalhes do interior.

alfa-romeo-stelvio-spy-photo-1

Agora o pessoal do Motor1.com flagrou o carro em testes e, apesar da pesada camuflagem escondendo os detalhes da carroceria, as fotos revelam bons detalhes do interior. Ele será fortemente influenciado pelo Giulia, e tem o mesmo volante de três raios, o mesmo console central e saídas de ar centrais. O acabamento, ao menos de alguma das versões, será mais voltado ao luxo que à esportividade, como indica o detalhe de madeira clara no console. Sob o capô o Stelvio deverá usar os mesmos motores do Giulia: um 2.0 turbo a gasolina com 276 cv, um 2.0 diesel de 220 cv e um V6 2.9 biturbo de 510 cv. O câmbio, diferentemente do sedã, deverá ser somente automático de oito marchas.

O SUV italiano deverá ser apresentado em novembro, durante o Salão de Los Angeles.

Matérias relacionadas

Salon RétroMobile 2018: veja como foi a edição deste ano do maior salão de carros clássicos da Europa

Leonardo Contesini

Escort XR3, Passat LS, Monza SL/E, GT Malzoni e mais à venda no GT40!

Juliano Barata

Mate a curiosidade: como é o material de imprensa que os jornalistas recebem, da década de 60 até hoje

Juliano Barata