A revista semanal dos entusiastas | jorn. resp. MTB 0088750/SP
FlatOut!
Image default
Edições anteriores

FlatOut Edição 01: a transformação do DeLorean em máquina do tempo, a história de Hans Mezger, Cosworth DFV e mais!

Caros leitores, muito bem vindos à primeira edição do FlatOut Brasil! Aqui temos elencadas as matérias exclusivas para assinantes. Caso você ainda não faça parte do universo do FlatOut, clique aqui e assine agora mesmo! Caso queira conferir as edições anteriores, clique na imagem abaixo.


 

Carro de cinema

Como o DeLorean DMC-12 foi transformado em máquina do tempo para “De Volta Para o Futuro”

Um especial exclusivo com todos os detalhes do DeLorean “Time Machine” da trilogia “De Volta Para o Futuro” — desde a escolha do carro, a compra dos modelos, como eles foram modificados e onde eles estão atualmente. Clique aqui para ler


 

Car culture

Uma breve história de (quase) todos os hot hatches da Volkswagen

A tradição da Volkswagen com os hot hatches é longa e muito bem sucedida. Embora não tenha sido o primeiro, o Golf GTI Mk1, de 1976, foi o carro que colocou os hatches esportivos em evidência – e, sem dúvida, pode ser considerado um dos carros mais influentes de todos os tempos. Depois dele, os alemães de Wolfsburg aperfeiçoaram a receita e a empregaram em outros modelos — ainda que o Golf tenha sido o nome mais importante da família ao longo de todos estes anos. Clique aqui para ler


 

História

Hans Mezger: o engenheiro dos melhores motores Porsche dos últimos 50 anos

Se tivéssemos que escolher um único momento que mudou a história da Porsche para sempre, diríamos que foi o desenvolvimento do motor Carrera “4 Cam” pelo engenheiro Ernst Fuhrmann. Foi este motor que finalmente permitiu que a Porsche conquistasse sua primeira vitória geral nas corridas de carros esporte — a Targa Florio de 1956 — e também foi este motor que colocou Hans Mezger no mapa. Clique aqui para ler


 

Meu fora-de-série favorito: Envemo Camper, o “Cherokee” brasileiro com motor de Opala e chassi militar

“Conversando com os colegas de FlatOut sobre fora-de-série brasileiros, me dei conta de que é extremamente difícil, para mim, escolher um favorito. Estes carros são verdadeiros frutos de seu tempo: a política protecionista que vigorou no Brasil até 1990 fechou nossos portões para qualquer automóvel estrangeiro, obrigando a indústria automotiva a exercitar sua criatividade. E existiram inúmeros fora-de-série ao longo de mais de duas décadas – o Puma, mais famoso de todos, é só a ponta do iceberg.Por alguma razão, o primeiro modelo que veio à minha cabeça – talvez justamente pelo fato de os utilitários estarem em evidência – foi o Envemo Camper, de todos eles. Mas, em vez de questionar o motivo, decidi abraçá-lo.” Clique aqui para ler


 

A história de Ed Iskenderian, o mago dos comandos de válvulas

Muito utilizados nas décadas de 1970 e 1980, os comandos Iskenderian ainda são muito populares entre os donos de Opala que buscam uma preparação à moda antiga. Mas você conhece a história dos comandos Isky, e do homem por trás deles? Clique aqui para ler


 

Hemi Under Glass: o Plymouth Barracuda com motor central-traseiro que se tornou uma lenda das arrancadas

A fórmula clássica do muscle car é conhecida por todo entusiasta: carroceria cupê, motor V8 debaixo do capô, tração traseira e, de preferência, visual descolado e um nome bacana. A indústria automotiva norte-americana usou e abusou desta receita entre 1964 e 1973, os anos de ouro dos muscle cars. Contudo, um personagem crucial desta época não tinha um motor V8 debaixo do capô. Ele tinha uma janela. Clique aqui para ler


 

A História de Luigi Chinetti, o homem que levou a Ferrari para os EUA

Luigi Chinetti é conhecido como o homem que levou a Ferrari para os EUA. Mas sua história é muito mais interessante que apenas isso. Ele foi um dos primeiros pilotos da Scuderia e ainda venceu as 24 Horas de Le Mans. E esta é só uma parte da história. Clique aqui para ler


 

Técnica

Sistema de freios: tudo para você melhorar o desempenho

Explicamos tudo o que você precisa saber sobre freios e upgrades do sistema de frenagem. Clique aqui para ler


 

Como e por que o Cosworth Ford DFV se tornou o motor mais vitorioso e mais duradouro da história da Fórmula 1

O motor Cosworth Ford DFV foi usado de 1968 até o início dos anos 1980 — e só foi deixado de lado na Fórmula 1 quando os turbocompressores entraram em cena. Como ele conseguiu isso? Clique aqui para ler


 

Pensata

É possível que os carros elétricos sejam mesmo mais poluentes que os carros a combustão?

Diante de uma discussão interminável sobre os carros elétricos e as emissões da produção de eletricidade, demos uma boa olhada no assunto nesta pensata e tentamos descobrir se eles podem ser mais poluentes mesmo. Clique aqui para ler


 

Automobilismo

Como a locomotiva mais rápida do mundo deu à Subaru sua pintura azul e amarela

Mesmo fora do WRC há mais de dez anos, a Subaru ainda é reconhecida pela cor azul de seus carros de rali. E a cor azul dos seus carros de rali veio de um de seus patrocinadores: os cigarros 555, que nasceram em uma viagem de trem feita em 1893. Clique aqui para ler a história


 

Matérias relacionadas

FlatOut Edição 02: os carros de Ayrton Senna, o câmbio 6M da Simca, desvendando o i-VTEC e mais!

Leonardo Contesini

FlatOut Edição 10: os carros desenvolvidos sem autorização, a história do V6 Alfa Romeo, polêmica das cadeirinhas e mais!

Leonardo Contesini

FlatOut Edição 11: Lee Iacocca, as versões mais insanas do Nissan Skyline, Ford vs. Ferrari, Mégane RS Trophy-R testado e mais!

Juliano Barata