A revista semanal dos entusiastas | jorn. resp. MTB 0088750/SP
FlatOut!
Image default
Edições anteriores

FlatOut Edição 50: a verdadeira história do Lobini, a origem das portas asa-de-gaivota, 1.000 km a Yamaha Crosser e mais!

Caros leitores, muito bem vindos à mais nova edição do FlatOut Brasil! Aqui temos elencadas as matérias exclusivas para assinantes. Caso você ainda não faça parte do universo do FlatOut, clique aqui e assine agora mesmo! Caso queira conferir as edições anteriores, clique na imagem abaixo.


 

FlatOut Street

Olhando por fora, este Golf GTI Mk3 parece apenas um exemplar muito (MUITO) bem cuidado e modificado com bom gosto. Mas aí você abre o capô… e dá de cara com um cinco-cilindros de 2,5 litros e 200 cv. Clean, bem montado, redondinho. Precisa mais?

André e seu Golf GTI Mk3 cinco-cilindros | FlatOut Street


 

FlaOut Entrevista

Quando apareceu nos anos 2000, o Lobini H1 era um carro esporte sensacional, profissional, vindo de uma nova empresa sobre a qual se sabia, e se sabe, muito pouco. E é para colocar um pouco de luz nesse breu que o Flatout Entrevista traz essa semana Fabio Birolini, o “ini” em Lobini.

A história da Lobini contada por seu criador, Fábio Birolini – Parte 1 | Flatout Entrevista


 

Pensatas

O que aconteceria se parte das mudanças temporárias se tornasse permanente? Com menos carros nas ruas, menos deslocamentos desnecessários e combustível mais barato? O carro elétrico teria chance? O Leo Contesini desenha esse cenário hipotético, porém plausível.

E se o coronavírus acabasse com o carro elétrico?


 

Car Culture

“Os italianos foram os primeiros com V6, e aparentemente somente eles sabem fazer isso corretamente. Apenas sete existem, e cada um deles é diferente do outro em construção. Mas todos são sensacionais: motores alegres, giradores, com aspereza no ponto certo para serem chamados de suaves, mas com alguma vida, paixão, de alguma forma embutida em seu funcionamento.”

Os temperamentais motores V6 da Itália


 

O Honda NSX normalmente é lembrado como “o carro que Senna ajudou a desenvolver”, mas dizer isso é limitar seu significado e sua influência. Isso, porque o Honda NSX foi a principal referência dinâmica e a maior inspiração para ninguém menos que Gordon Murray para criar sua obra-prima, o McLaren F1. E quem explica isso é o próprio Gordon.

Honda NSX: um carro que guardo no coração | Gordon Murray


 

História

Você também achava que as portas asa-de-gaivota eram invenção da Mercedes? Bem, houve um carro obscuro, também produzido na Alemanha, que inventou as portas que se abrem para o alto um pouco antes da Mercedes.

Não. Não foi a Mercedes quem inventou as portas asa-de-gaivota


 

Há 50 anos a Mercedes tentou fazer um carro com motor Wankel e, para isso, desenvolveu um protótipo chamado C111 que acabou se tornando um dos Mercedes mais legais de todos os tempos, ainda que nem tenha sido produzido em série.

Os 50 anos do esportivo mais incrível que a Mercedes nunca fez


 

Dois motores que depois de lançados, são um retumbante fracasso, e morrem em pouco tempo. Mas que depois, feito zumbis, são ressuscitados, para durarem mais de 40 anos em produção!

As duas vidas dos motores V6 e V8 da Buick

 

Clássicos

O Fusca é um carro extremamente versátil quando se trata de modificações – quase modular. Por isto mesmo, ele consegue se transformar bastante sem deixar de ser um Fusca. Confira alguns exemplos (tem até um Fusca com cara de Porsche 356!).

Os carros baseados no Fusca (que não deixaram de ser Fuscas)


Games

Fato: Need For Speed Hot Pursuit 2 foi um dos melhores games de corrida já lançados.
Você pode até gostar da fase “Underground” do Need For Speed, mas é difícil discordar de que seu antecessor, Hot Pursuit 2, foi um dos melhores games de todos os tempos. Os motivos? O Dalmo Hernandes explica cada um deles no FlatOut Retro Review desta semana.

Hot Pursuit 2: o último Need for Speed à moda antiga | FlatOut Retro Review


 

Motos

Escolher sua primeira moto pode ser difícil – afinal, você só é iniciante uma vez na vida. E a escolha errada pode te fazer detestar motos para sempre. A Yamaha XTZ 150 Crosser Z é uma boa opção?
É o que o Dalmo Hernandes responde em sua avaliação nos primeiros 1.000 km com a moto – e como motociclista. Se você está face a face com este dilema, não perca!

Yamaha XTZ 150 Crosser Z: os primeiros 1.000 km da moto… e do motociclista


 

Matérias relacionadas

FlatOut Edição 24: os 30 anos do Mazda Miata, a “humanização do trânsito, a história do Fuji Speedway e mais!

Leonardo Contesini

FlatOut Edição 56: os 80 anos de Interlagos, os 40 anos do Gol, Ford Focus Zetec no FlatOut Street e mais!

Leonardo Contesini

FlatOut Edição 48: as alternativas ao novo Tracker, a revolução da pandemia, o Corona dos anos 1990 e mais!

Leonardo Contesini