A revista semanal dos entusiastas | jorn. resp. MTB 0088750/SP
FlatOut!
Image default
Zero a 300

Ford deixará de vender sedãs e hatches nos EUA, Lamborghini terá supercarros híbridos (mas aspirados), BMW M850i terá V8 de 530 cv e mais!

Este é o Zero a 300, nossa rica mistura das principais notícias automotivas do Brasil e de todo o mundo, caro car lover. Assim você não fica destracionando por aí atrás do que é importante. Gire a chave, aperte o cinto e acelere com a gente!

 

Vitória dos SUV: Ford deixará de vender sedãs e hatches nos EUA

2019-ford-edge-st-4

A SUVização do mundo está vencendo: a Ford anunciou nesta última quarta-feira que irá deixar de produzir todos os sedãs e hatchbacks atualmente oferecidos nos EUA para concentrar sua produção em crossovers, picapes e no Mustang. Esta é, sem dúvida, uma das mudanças mais radicais de qualquer fabricante nos últimos anos e a decisão mais radical tomada pela Ford até hoje.

À medida em que a atual geração de modelos for encerrando seu ciclo de vida planejado, a Ford simplesmente deixará de produzi-los sem substitutos. O primeiro é o Focus sedã, que nem chegará a ser lançado nos EUA nesta nova geração apresentada há algumas semanas. O próximo será o C-Max, uma minivan baseada no Focus, que deixará de ser produzida em maio. Depois será o Taurus, ainda baseado na plataforma compartilhada com a Volvo desde o início da década passada, que sairá de linha em março de 2019. Em seguida será o Fiesta, que tem somente mais 12 meses antes de sair de linha em maio de 2019. O Fusion, ao que tudo indica, será o último dos sedãs, dado que foi renovado recentemente.

2019-Focus-Active

A Ford ainda declarou que terá apenas dois carros nos próximos anos: o Mustang e o Focus Active, que é aquela versão aventureira do Focus hatchback de quarta geração. Um Focus fantasiado de SUV.

Isso significa o fim dos sedãs? De certa forma sim: a Ford está apostando que o sedã tradicional irá evoluir para se tornar outra coisa, mas a marca afirmou que o fim dos sedãs da Ford não significam que eles estão abandonando o comprador de sedãs. Afinal, os clientes de sedãs Ford poderão comprar qualquer sedã Ford… desde que ele seja um SUV, um crossover ou uma picape.

Próxima geração dos Lamborghini será híbrida

Lamborghini_Terzo_Millennio__5_

 

Além da SUVização do mundo, a hibridização também está avançando a passos largos: até mesmo a Lamborghini irá adotar a eletricidade como forma de propulsão em seus supercarros. A confirmação de que teremos um Lamborghini híbrido nos próximos anos foi feita pelo CEO da marca italiana Stefano Domenicali ao site Top Gear. Segundo Domenicali, os sucessores do Aventador e do Huracán serão híbridos plug-in.

Mas antes de correr para a seção de comentários, há uma segunda parte da notícia que ameniza as coisas e as deixa bem mais interessantes: os motores destes minotauros não serão turboalimentados. “Enquanto eu for o diretor técnico nossos superesportivos não usarão motores turbo. É uma questão de emoção. E se você não tem emoção, não tem nada”, disse Maurizio Reggiani, diretor técnico da Lamborghini. E estes motores serão V10 e V12, segundo o próprio Reggiani.

Apesar da confirmação, ainda temos um bom tempo pela frente até que os Lamborghini híbridos deem as caras: Reggiani disse não achar que a tecnologia ficará pronta antes de 2026.

 

Chevrolet doou tempo de pista para a Porsche estabelecer o recorde do GT3 RS

Depois de parabenizar a Ford pelos aniversários do Mustang em 2012 e agora em 2018, a Chevrolet deu mais uma demonstração de fair play em Nürburgring Nordschleife: a volta rápida recordista do Porsche 911 GT3 RS foi feita em um horário originalmente reservado pela GM, e que foi gentilmente cedido aos alemães para a tentativa.

A gentileza foi revelada na apresentação do 911 GT3 RS  à imprensa europeia nesta última quarta-feira. O chefe da Porsche, Andreas Preuninger, expressou sua gratidão à Chevrolet, que cedeu parte do seu tempo de pista (que seria usado para testar o Corvette ZR1) à Porsche para que ela continuasse o teste.

“Eles nos deram uma hora de pista. Deixamos a Chevrolet assistir os testes e tivemos uma atmosfera legal entre concorrentes”, disse o executivo alemão. Nem precisou de tanto tempo. Lembra que o Bridge to Gantry disse que a Porsche havia feito uma série de voltas rápidas abaixo dos 7 minutos? Pois elas foram todas feitas nessa hora da Chevrolet. Foram apenas quatro voltas para obter o tempo de 6:56. Em meia hora a Porsche deixou a pista e a entregou aos americanos.

A equipe da GM não teve a mesma sorte: o Vette ZR1 não conseguiu um tempo muito melhor que 7:13, segundo os experts do Bridge to Gantry. E não parece ter sido uma questão de chegar ao limite do carro, uma vez que este é o tempo do Corvette Z06 em Nordschleife. Também não sabemos se a Chevrolet voltará a Nürburgring para uma nova tentativa, mas ainda que este seja o tempo final do ZR1, a marca já conquistou todos os fãs com essa bela demonstração de espírito esportivo. O que seriam dos grandes ícones sem rivais à sua altura?

 

Ford renova Escort na China

ford-escort-2018-china1

Enquanto a Ford está matando o Focus nos EUA, na China ele ganhou uma derivação batizada com o nome de seu antecessor, o Escort, que acaba de chegar à sua segunda geração local.

FlatOut 2018-04-26 às 13.14.48

Foto: Autocar

Baseado na atual arquitetura da Ford, o Escort chinês tem alguns elementos do novo Focus inseridos na silhueta “dois-volumes-e-meio” que marcou o Escort de 1983 até o fim dos seus dias em 2004.

fordescort2

Foto: Autocar

O interior é bastante simplificado para os padrões ocidentais, mas não parece algo que irá incomodar os chineses: plástico liso com um sistema multimídia de oito polegadas, bancos de dois tons, limpadores de para-brisa com acionamento automático, bancos com ajuste elétrico e sistema keyless. Sob o capô ele poderá ter o motor 1.0 EcoBoost de 125 cv ou o 1.5 Sigma usado por aqui no Ka, com 115 cv. ”

BMW 850i xDrive terá V8 de 530 cv

Fabian Kirchbauer Photography

Enquanto junho não chega, a BMW está divulgando detalhes do novo Série 8 — que só será apresentado oficialmente em junho. A mais recente novidade sobre o carro é que ele terá o novo V8 biturbo de 4,4 litros da marca despejando sua força nas quatro rodas.

Batizado M850i xDrive, ele terá 530 cv e 76,3 kgfm (a apenas 1.800 rpm) distribuídos para as quatro rodas pelo sistema xDrive. Não ficou claro se será o sistema xDrive convencional ou o M xDrive usado no M5 — talvez ele fique reservado para o M8, se a BMW decidir lançá-lo desta vez. O câmbio será uma versão mais atualizada da caixa automática de oito marchas Steptronic.

Fabian Kirchbauer Photography

Além do novo motor, a BMW também confirmou que a M850i xDrive terá esterçamento nas rodas traseiras, controle ativo de rolagem da carroceria, baixíssimo centro de gravidade maior rigidez na suspensão e na carroceria em relação aos demais modelos feitos sobre esta arquitetura.

Matérias relacionadas

Interlagos corre o risco real de ser extinto – entenda o que está acontecendo

Leonardo Contesini

Honda S660 é apresentado no Japão, Nürburgring suspende corridas de GT3, um Hyundai Veloster de motor central e mais!

Leonardo Contesini

Nem sempre os limpadores de para-brisa ficam… no para-brisa

Dalmo Hernandes