FlatOut!
Image default
Project Cars Project Cars #427

Ford Ka XR: os primeiros reparos do Project Cars #427

Primeiramente, gostaria de agradecer a todos que comentaram no primeiro texto. Procurei responder a todos, sem exceção e fiquei super feliz com a receptividade e o carinho pelo carro.

Vamos à segunda parte da história do Ka? Terminei o primeiro Post após a compra do carro e os problemas que percebi que o carro apresentava. Como usava o carro em deslocamentos a trabalho, rodei muito com ele e nesse tempo os problemas “ocultos” na hora da compra foram aparecendo.

 

Usando o Ka no dia-a-dia

Conforme fui usando o carro no dia a dia e no trabalho, fui percebendo que os amortecedores não estavam bons e precisariam ser substituídos, e os pneus que estavam velhos, ressecados e de marcas diferentes (1 jyniu, 1 remold e 2 goodyear bem antigos).

Acabou que fui trocar os pneus e amortecedores apenas 1 ano após a compra, depois de bater em um buraco voltando do trabalho a noite, furando um pneu, estourando o amortecedor e empenando uma roda. Quando bati no buraco pensei ter perdido a roda, mas acredito que os pneus de perfil “alto” ajudaram a não afetar muito a roda. Se fosse perfil mais baixo, provavelmente teria quebrado a roda.

Havia comentado na chamada para o Project Cars que alguns itens do XR são impossíveis de se achar e as rodas do modelo são um desses itens. É mais fácil comprar um XR novo do que achar as rodas a venda. A título de curiosidade, nesse tempo que estou com o carro, apareceu apenas um jogo da roda original do Ka XR a venda e estava por mais de R$ 2.000….

Este foi o resultado do buraco:

Estrago feito, vamos arrumar. Busquei indicações de locais para reformar a roda e consegui um bom local, com preço que achei justo para o serviço e fiz o serviço. Não adiantaria reformar apenas 1 roda e ficar com as outras velhas, iria destoar completamente a roda reformada das rodas não reformadas. Como elas possuíam alguns ralados pequenos, aproveitei e reformei todas as rodas (R$ 450 reforma e balanceamento das quatro rodas)

Quanto aos pneus, estava procurando há um tempo pelos Dunlop na medida original 185/60 R14, mas estavam custando em torno de R$ 250 cada. Não tinha como gastar mil reais em pneus na época.

Até que no grupo do Ford Ka no Whatsapp alguém colocou um anúncio de uma loja que estava com uma promoção de pneu Maxxis na medida que eu precisava. O preço? R$ 160 cada! De início, fiquei receoso por nunca ter usado esta marca de pneu nos meus carros, mas já havia utilizado em motos e o resultado foi positivo.

Liguei para a loja e perguntei se aquele era realmente o valor e se poderia apenas comprar o pneu, ou se esse valor era para comprar o pneu por lá e fazer a instalação na própria loja. Como a funcionária me confirmou o valor e informou que não era necessário instalar na loja, acabei comprando os 4 pneus enquanto as rodas estavam na reforma. Durante esse período de 1 semana para a reforma, fiquei andando com rodas emprestadas pela loja. Deu pena em ver o carro desse jeito.

Foto 07Foto 08

Depois de alguns meses rodando com esses pneus eu posso dizer que pelo preço que eles custaram, estão cumprindo muito bem a sua função, não possuem muito barulho de rodagem, e estão com uma duração ótima.

Bem melhor com as rodas reformadas e pneus novos. Já deu outra cara para o carro.

Gastos com rodas e pneus: R$ 640 (pneus) + R$ 450 (reforma das rodas) = R$ 1.090.

Desde a compra do carro até esta troca foram gastos R$ 933 (revisão inicial) + 1.090 (rodas e pneus) = R$ 2.023.

Voltando ao início o do convívio com o carro, percebi que o ar-condicionado não estava funcionando direito. Realmente comprar um carro na euforia não é bom. Como deixei passar esses “detalhes”….

Levei em um mecânico indicado por amigos que deu uma carga de gás com contraste inicialmente para ver se existia algum vazamento (R$ 140). Rodei com o carro até o ar-condicionado ficar fraco novamente, o que não demorou muito.

Procuramos pontos de vazamento e veio a triste notícia. Compressor estava começando a ficar ruim e teria que ser substituído em breve e estava com vazamento pela evaporador se não me falha a memória.

Como o compressor não estava nos melhores dias e já teria a mão de obra pra fazer essa revisão, aproveitei e dei uma geral no sistema. Troca do compressor, evaporadora, limpeza do sistema e mais alguma coisa que não lembro. (R$ 1.500, sendo 500 do compressor, 500 da evaporadora e 500 da mão e obra)

Atualizando os gastos: R$ 933 (revisão inicial) + R$ 1.090 (rodas e pneus) + R$ 1.500 (revisão e manutenção do sistema do ar condicionado) = R$ 3.523.

Finalmente, ar-condicionado funcionando a contento. Continuei usando o carro, rodando bastante a trabalho, pegando estradas, rodando o Estado do Rio de Janeiro inteiro e após alguns meses comecei a notar uma folga muito grande na frente do carro, além de uma vibração muito grande ao acelerar forte ou então acima de 80 km/h.

Mais uma vez levei o carro na oficina, me preparando para a bomba que viria e aproveitando para trocar o óleo que já estava na época.

Resumindo, troquei:

2 Braços auxiliares – R$ 125

2 Ponteiras de direção – R$ 178

2 Balanças Completas – R$ 536

Barra estabilizadora – R$ 42

Alinhamento – R$ 90

2 Coxins – R$ 90

4 Litros de Óleo Motorcraft 5W30 – R$ 128

1 Filtro de óleo – R$ 20

Mão de obra – R$ 250

Total – R$ 1.459- Com desconto foi para R$ 1.380

Com isso, a planilha de gastos só ia aumentando. Nesse momento, a gente fica pensando se realmente vale a pena continuar com o carro, pois toda hora está apresentando gastos que não eram esperados. Já havia gasto um bom dinheiro arrumando essas coisas no carro e já que tinha começado, vamos até o fim para deixar o carro perfeito. Acredito que seria perder muito dinheiro fazer tudo isso e não aproveitar o  carro. Não adianta ter um carro e ficar sem a manutenção em dia, sem poder curtir o que o carro tem pra te oferecer.

A busca pelos amortecedores

Após estes gastos (e quantos!) iniciais, eu continuava usando o carro com os amortecedores cansados até poder juntar dinheiro para comprar os novos. Acabou que a narrativa ficou um pouco fora de ordem. A reforma das rodas e a troca dos pneus aconteceu cerca e dois meses antes da troca dos amortecedores, mas acabei colocando logo essa parte. No período em que fiquei com os amortecedores antigos, andava com o carro de forma tranquila, mas já sentia que ele era muito bom de curva e acabei abusando algumas vezes, levando belos sustos.

Não estava mais aguentando ficar com os amortecedores ruins, me incomodava e me sentia inseguro dirigindo com eles desse jeito e comecei a pesquisar na internet quanto sairia um jogo completo com os 4 amortecedores, batentes e afins. Na internet estava na faixa de R$ 950 + frete e mão de obra. Nas oficinais próximas à minha casa, R$ 1.400 (com tudo incluso).

Não queria (e nem tinha como) gastar esse dinheiro todo, e apenas para ficar com a consciência tranquila eu resolvi ligar para a Concessionária Ford CAER em Niterói e perguntar quanto sairia o kit completo dos amortecedores para o carro.

Quando o vendedor falou o preço quase caí pra trás. Sairia tudo por R$ 770! Era uma quinta feira 17:50h e não daria tempo de chegar até a loja para comprar, sendo que só havia este kit na loja. Pedi para o vendedor guardar para mim que iria no dia seguinte de manhã comprar as peças e assim foi feito.

Com os amortecedores em mãos, foi só providenciar a troca (R$ 180 de mão de obra + R$ 60 do alinhamento)

Após a troca, serviço simples de alinhamento e finalmente tinha amortecedores novos e um carro que fazia curvas sem dar sustos.

Até este momento foram gastos R$ 933 (revisão inicial) + R$ 1.090 (rodas e pneus) + R$ 1.500 (revisão e manutenção do sistema de ar condicionado) + R$ 1.380 (revisão da suspensão dianteira) + R$ 1010 (kit de amortecedores, mão de obra e alinhamento), totalizando R$ 5.913.

Termino este segundo texto por aqui, tendo gasto quase 40% do valor de compra do carro só em manutenção. No próximo texto, continuo com mais algumas manutenções e a busca por itens exclusivos da versão XR, além de algumas ideias para o projeto.

Por Patrick Lopes, Project Cars #427

0pcdisclaimer2

Matérias relacionadas

Project Cars #16: como meu Kadett 2.4 de trackday se transformou em um GSI restmod

Leonardo Contesini

Project Cars #80: as primeiras modificações do Subaru Impreza de Tiago Máximo

Leonardo Contesini

Project Cars #129: conheça a história do Mustang Interceptor de Leonardo Rocha

Leonardo Contesini