FlatOut!
Image default
Zero a 300

Ford Ranger ganha motor turbo do Mustang nos EUA, a nova geração do Kia Cerato, Chevrolet já tem pronto carro autônomo sem volante e pedais e mais!

Este é o Zero a 300, nossa rica mistura das principais notícias automotivas (ou não) do Brasil e de todo o mundo, caro car lover. Assim, você não fica destracionando por aí atrás do que é importante. Gire a chave, aperte o cinto e acelere com a gente!

 

Ford relança Ranger nos EUA com motor 2.3 Turbo do Mustang e Focus RS

2018-01-14t223008z-1077587096-hp1ee1e1pm7y1-rtrmadp-3-autoshow-detroit-ranger

A Ford Ranger saiu dos EUA e se espalhou pelo mundo, mas nos últimos oito anos os americanos não tiveram sua picape “compacta” fabricada por lá. Essa história mudou hoje, com o lançamento da nova Ranger para o mercado americano.

Visualmente ela é praticamente idêntica às Ranger vendidas mundo afora — no Brasil, inclusive. Mudam apenas elementos internos dos faróis, grade e a tampa da caçamba. Mas sob o capô ela terá algo mais interessante que o 2.5 flex ou o 3.2 Duratorq: o motor 2.3 EcoBoost, uma variação daquele encontrado no Mustang e no Focus RS, com 210 cv, combinado ao câmbio automático de 10 marchas desenvolvido em parceria com a GM e adotado no Camaro, no Mustang e na F-150.

058-ranger-352aa1k

O interior também muda pouco, mas a lista de equipamentos é exclusiva da versão americana, com sistema de frenagem autônoma, cruise control adaptativo com assistente de permanência em faixa, monitoramento de pontos cegos e sistema de modos de condução para diferentes pisos.

 

Chevrolet apresenta seu primeiro carro autônomo sem volante e pedais

The Cruise AV is designed to operate safely on its own, with no

Na corrida dos carros totalmente autônomos a Chevrolet saiu na frente e apresentou o Cruise AV, uma versão do Chevrolet Bolt sem volante nem pedais, que está praticamente pronto para entrar em produção e ser vendido. Só falta um detalhe: a autorização do governo para vender um “carro-robô” sem controles físicos.

A apresentação do carro soa como uma forma de pressionar o governo a autorizar os testes desse tipo de carro, provando que a tecnologia já está aí, pronta para ser usada. A intenção é usá-lo inicialmente em frotas de serviços de compartilhamento de carros, que é uma das apostas dos fabricantes e empresas de mobilidade para o futuro.

cruiseta_trd_0260

 

A GM solicitou à Administração Nacional de Segurança de Trânsito Rodoviário a alteração de 16 itens nas regras atuais de segurança veicular para que o carro possa ser usado nas vias públicas. Além disso a fabricante também está tentando a aprovação do carro junto a cada estado. Atualmente apenas sete estados permitem as alterações solicitadas pela GM.

O GM Cruise AV está equipado com a quarta geração de hardware e software autônomos, que inclui 21 radares, 16 câmeras e 5 lidares (semelhante ao radar, porém com lasers em vez de ondas de rádio), e seu desenvolvimento foi feito em São Francisco, que, segundo a GM, tem um dos sistemas viários e tráfego, mais complexos que se pode ter.

 

Kia revela nova geração do Cerato

kia-forte-2019-unveiled-2

Sim. Você mal conseguiu ver a terceira geração do Kia Cerato nas ruas e ele já ganhou uma quarta geração. Considerando que a primeira foi lançada em 2004, o carro tem uma geração nova a cada 3,5 anos. Diz muito sobre como a Kia cresceu nos últimos anos, especialmente se você comparar o velho Cerato de 2004 com este mais recente, apresentado em Detroit.

kia-forte-2019-unveiled-8

A nova geração bebeu na fonte do Kia Stinger, e ganhou um capô mais longo, traseira mais curta e colunas C que dão a ele ares de fastback. O novo modelo ficou 8,1 cm mais longo, 1,3 cm mais alto e quase 2 cm mais largo. Com isso, o novo modelo ganhou mais espaço para as pernas dos passageiros do banco traseiro, além de pouco mais volume de carga no porta-malas.

O painel foi completamente redesenhado, e agora tem saídas de ar circulares, um sistema multimídia de oito polegadas, predomínio de linhas horizontais e ausência de botões. O sistema multimídia é compatível com Apple CarPlay e Android Auto, e fala através de um sistema de áudio de 320 watts da Harman Kardon.

kia-forte-2019-unveiled-12

O pacote tecnológico também foi atualizado, e agora traz alerta de ponto-cego, e assistente de permanência em faixa, além de sistema de prevenção de colisão frontal e cruise control adaptativo.

Sob o capô o modelo tem um motor 2.0 aspirado de ciclo Atkinson, que visa a economia de combustível (leia mais aqui). Ele tem os mesmos 147 cv do modelo atual, e pode ser combinado a um câmbio manual de seis marchas ou CVT. Apesar do powertrain ser basicamente o mesmo, o consumo melhorou 1,3 km/l em relação ao antecessor, chegando a 15 km/l.

kia-forte-2019-unveiled-18

Quanto ao Brasil… considerando que a Kia trouxe até agora todas as gerações do Cerato e que o fim do Inovar-Auto também suspendeu a cobrança do “super-IPI”, é provável que a nova geração seja vendida por aqui como todas as outras.

 

Lotus confirma SUV

Lotus-SUV-Patents-2

Suposta imagem de patente do SUV Lotus

Bem… depois de nevar no Saara a Lotus confirmou que a marca terá um SUV. A declaração foi feita pelo CEO da Lotus, Jean-Marc Gales em uma entrevista ao site Autonews. Segundo Gales, o desenvolvimento do SUV só foi possível devido à aquisição de parte da Lotus pelos chineses da Geely.

Lotus-SUV-Patents-5

Suposta imagem de patente do SUV Lotus

“Tenho certeza de que com o estoque de peças da Geely à nossa disposição, podemos projetar um crossover Lotus com recursos exclusivos de redução de peso, aerodinâmica, e bom comportamento dinâmico que beneficia a marca Lotus. Não estamos amarrados a carros esportivos, que são um mercado bastante estável mundialmente. O que está crescendo, contudo, é o mercado de SUV, especialmente o mercado de SUVs premium”, disse Gales ao site.

Lotus-SUV-Patents-1

Suposta imagem de patente do SUV Lotus

Não sabemos exatamente que tipo de SUV a Lotus pretende construir, mas se o Volvo XC40 (que também faz parte do grupo Geely) é um bom indicador do que pode ser feito em termos de redução de peso, é bem provável que ele consiga pesar menos de 1.340 kg se a Lotus adotar materiais de baixo peso e alta resistência, como fibra de carbono e outros compósitos.

 

 

Ram 1500 ganha powertrain híbrido

2019-ram-1500 (11)

Outra picape atualizada no Salão de Detroit foi a nova Ram 1500. A nova geração ficou mais imponente e distanciada da Dodge, visto que a Ram se tornou uma marca independente desde a reestruturação da Chrysler/FCA.

ram-1500-naias-new-pics-10

Como de praxe nas picapes modernas, ela se tornou mais leve que a antecessora, graças ao uso de ligas de aço de alta resistência. A redução de 106 kg é uma das medidas tomadas pela Ram para melhorar os níveis de consumo de combustível da picape. Outra medida é a adoção de um design mais aerodinâmico, e até um elemento de aerodinâmica ativa: há um spoiler elétrico no para-choques dianteiro, que visa diminuir o arrasto da picape.

2019-ram-1500 (7)

Os motores são conhecidos: os V6 3.6 Pentastar, de 310 cv e 37,1 kgfm, e o V8 Hemi 5.7 de 400 cv e 56,6 kgfm. A diferença é que, além de programas mais refinados para reduzir o consumo, eles agora podem ser assistidos pelo sistema eTorque, que é o nome comercial do sistema de 48 volts da FCA. O motor elétrico fica instalado entre o bloco do motor e o câmbio, e fornece 12,42 kgfm extra de torque ao V6 e 18 kgfm de torque extra ao V8.  O câmbio é automático de oito marchas.

2019-ram-1500 (37)

No lado de dentro a picape ficou mais espaçosa, mais ergonômica e mais equipada. O sistema multimídia agora tem uma tela de 12 polegadas e outra tela de informações de bordo de 7 polegadas no quadro de instrumentos. A picape também ganhou câmeras de 360 graus, monitoramento de pontos cegos, cruise control adaptativo, sistema de frenagem de emergência e assistente de permanência na faixa.

Matérias relacionadas

Celta pode estar perto do fim, um Golf para Wörthersee, Toyota terá SUV compacto, carro voador cai em testes e mais!

Leonardo Contesini

Um novo padrão para carros brasileiros e argentinos, um Pagani Huayra especial, Punto zera crash test e mais!

Leonardo Contesini

O ataque dos clones: os fora de série nacionais “inspirados” em modelos famosos – parte 2

Dalmo Hernandes