A revista semanal dos entusiastas | jorn. resp. MTB 0088750/SP
FlatOut!
Image default
Zero a 300

Ford reduz preços do Fiesta no Brasil, o novo Puma acelera pela primeira vez, novo Porsche 911 GT2 RS terá 650 cv e mais!

Este é o Zero a 300, nossa rica mistura das principais notícias automotivas do Brasil e de todo o mundo, caro car lover. Assim você não fica destracionando por aí atrás do que é importante. Gire a chave, aperte o cinto e acelere com a gente!

 

Ford reduz preços do Fiesta

NewFiestaEcoBoost2017-1b

Contrariando a tendência dos últimos anos, a Ford anunciou nesta semana uma nova tabela de preços para o Fiesta que deixam o carro quase R$ 4.000 mais barato. O motivo, segundo a fabricante, é “repassar aos consumidores as variações de custos em decorrência dos novos rumos da economia e, especialmente, da cotação menor do dólar em relação ao real, que impacta o preço de componentes importados”.

NewFiestaEcoBoost2017-4b

A versão com a maior redução de preço foi a 1.6 SEL AT (o antigo Powershift) que custava R$ 67.090 e agora sai por R$ 63.190 — um desconto de R$ 3.900. Depois, com uma redução de R$ 2.200 vem a versão SEL com câmbio manual, que agora custa R$ 58.590, seguido pela SEL Style, que ficou R$ 1.500 mais barata e sai por R$ 59.790. A versão 1.6 Titanium AT caiu R$ 1.200 reais, de R$ 70.190 para R$ 68.990, enquanto a versão EcoBoost, baixou apenas R$ 500 reais, passando de R$ 74.490 para R$ 73.990.

 

Novo Puma acelera pela primeira vez

Depois de meses de desenvolvimentos e testes o novo Puma foi à rua pela primeira vez. O modelo ainda está na fase de protótipo, com uma carroceria provisória e com o motor Volksvagen EA-111 1.6, mas conforme informações dos envolvidos com o projeto, a relação peso/potência do carro está na casa dos 4,5 kg/cv.

O próximo passo do desenvolvimento será uma bateria de testes em circuito fechado para avaliar calibragem de suspensão, freios e pneus, além da torção do chassi. O novo Puma será lançado inicialmente como um modelo de pista, com uma carroceria mais refinada que a do protótipo.

Porsche 911 GT2 RS é flagrado em ação em Nürburgring

A linha do Porsche 911 tem, neste momento, mais de 20 versões diferentes, mas até agora nada do GT2 nessa atual geração. Isso, claro, deve mudar em breve, pois o modelo já está sendo testado em Nürburgring Nordschleife há algum tempo, mas agora ele já veste sua carroceria definitiva e promete ser o Porsche mais hardcore de todos os tempos.

Como já vimos anteriormente, ele não terá a opção de câmbio manual. Como você sabe, os modelos GT2 usam um par de turbos em seu flat-6 e desta vez espera-se que ele tenha em torno de 650 cv. Não é o nível de potência que preserva embreagens por muito tempo, e deve ser por isso que a Porsche decidiu oferecê-lo somente com o câmbio PDK. Além disso, o GT2 RS também irá adotar o eixo traseiro esterçante como seus irmãos Turbo S e GT3.

Some isso a bitolas mais largas e a uma quantidade imensa de downforce produzida por seus típicos apêndices aerodinâmicos e temos aí um forte candidato a recordista em Nürburgring — seja no topo da tabela de tempos, ou superando o Mercedes-AMG GT R no ranking dos carros de tração traseira.

 

União Europeia terá legislação ainda mais firme contra carros poluentes

Os legisladores da União Europeia aprovaram a revisão e o endurecimento das leis de emissões para carros novos vendidos na região. O motivo das mudanças é impedir casos de fraude como o Dieselgate do Grupo Volkswagen.

A ideia é criar um sistema no qual os fabricantes não irão mais pagar as agências de testes diretamente para que não haja influências nos resultados dos testes. Em vez disso, a proposta é a criação de centros de testes públicos, que serão mantidos por meio de uma taxa cobrada dos fabricantes. A lei também prevê o teste de ao menos 20% dos carros que entram em cada país no período de 12 meses, além da criação de uma agência de proteção ambiental independente semelhante à agência dos EUA (EPA).

 

Chevrolet está vendendo coleção de Corvettes e Camaros

chevy-collection-2

 

Normalmente o acervo histórico dos fabricantes é algo condicionado a museus ou, ao menos, a um depósito fechado onde eles são guardados e mantidos para todo o sempre. Na General Motors, contudo, isso parece ser um pouco diferente. A fabricante americana está vendendo 14 exemplares de sua Heritage Collection.

A pequena coleção será leiloada a partir de hoje (7) pela Barrett-Jackson e inclui dez Corvettes, dois Camaros e duas picapes. O mais antigo dos Vettes é um protótipo do C4 de 1990 com direção no lado direito, construído para avaliar o potencial de exportação do modelo para o Reino Unido, Japão e Austrália. Depois há um C4 LT1 conversível com interior monocromático assinado por todos os operários da linha de produção. Seguindo a cronologia, há ainda um C4 1994 equipado com um motor de 572 polegadas cúbicas (9,4 litros!).

chevy-collection-3

Os demais são o conceito C6 Pacific, equipado com componentes de fibra de carbono, um Stingray 2016 e cinco Z06 exibidos nos Salões menores dos EUA — todos eles são versões de produção em série com os primeiros números de chassi de suas séries.

O par de Camaros que citamos mais acima é formado por um modelo 1993 com o mesmo motor de 9,4 litros do Corvette e outro 1997 com um motor náutico de 510 polegadas cúbicas. Já as picapes são um S10 2002 com chassi curto e câmbio de seis marchas do Camaro e uma Silverado 2000 SST com motor 6.6, caixa e diferencial do Corvette C6.

Matérias relacionadas

De Tomaso Deauville e Longchamp: luxo italiano, coração americano e alma de supercarro

Dalmo Hernandes

Citroën deixará de vender linha DS no Brasil, Dodge Challenger Demon será mais potente que o Hellcat, Suzuki Swift Sport fora do site oficial e mais!

Leonardo Contesini

As novidades do novo programa de Clarkson, Hammond e May, vendas de carros caem 20%, Jeep Renegade ganha versão básica e mais!

Leonardo Contesini
error: Direitos autorais reservados