A revista semanal dos entusiastas | jorn. resp. MTB 0088750/SP
FlatOut!
Image default
Zero a 300

Futuro Porsche 911 GT2 RS acelera forte em Nürburgring, BMW apresenta 2002 Turbomeister, Volkswagen anuncia recall do Jetta e mais!

Este é o Zero a 300, nossa rica mistura das principais notícias automotivas do Brasil e de todo o mundo, caro car lover. Assim você não fica destracionando por aí atrás do que é importante. Gire a chave, aperte o cinto e acelere com a gente!

 

Novo Porsche 911 GT2 RS em ação em Nürburgring Nordschleife

Não é novidade que a Porsche está desenvolvendo um novo 911 GT2 RS. Já havíamos visto ele outras duas vezes no primeiro semestre, mas sempre em fotos e nunca em ação. Agora, o pessoal do SupercarsFromEU resolveu esse problema: eles toparam com o carro sendo testado no modo insano no Nordschleife de Nürburgring.

Ainda não se sabe qual a cilindrada do motor deste novo 911 GT2 RS, mas temos certeza de que ele será um flat-six turbo insano e trabalhará em parceria com o câmbio PDK de embreagem dupla — o ronco do carro e o som das trocas não deixa dúvida quanto a isso. O modelo também tem uma asa traseira radical e se diferencia do GT3 pelos respiros nas laterais dos para-lamas e pela tomada de ar nos para-lamas traseiros, usada para auxiliar o fluxo de ar para o motor biturbo. A única dúvida a respeito do novo modelo é se ele será oferecido com câmbio manual ou a Porsche manterá apenas o câmbio PDK em nome da eficiência nas trocas e tempos de volta.

Sobre a potência e desempenho deste futuro GT3 RS, o último GT2, ainda da geração 997, tinha 530 cv e acelerava de zero a 100 km/h em 3,6 segundos e a 200 km/h em 10,6 segundos, com velocidade máxima de 328 km/h. Seu irmão GT2 RS, lançado em 2010, era ainda mais leve e mais potente, com 620 cv extraídos do mesmo 3.6 turbo para chegar aos 100 km/h em 3,5 segundos, aos 200 km/h em 9,8 e à máxima de 330 km/h. Considerando que o atual 911 Turbo S tem 580 cv e vai de zero a 100 em 2,9 segundos (e chega aos 330 km/h), dá para imaginar o potencial do próximo GT2 RS, não? É realista esperar algo próximo dos 700 cv e menos peso para superar todas as marcas dos seus antecessores. O modelo ainda não tem previsão de lançamento.

 

BMW apresenta 2002 “Turbomeister” em Pebble Beach…

bmw-2002-hommage-reader-pebble-1

Você deve lembrar que no começo deste ano a BMW apresentou um conceito em homenagem ao clássico 2002 Turbo de 1973 no Concorso d’Eleganza Villa d’Este, na Itália. O modelo também esticou as pernas em Goodwood, e agora está de volta com uma roupa nova para o Pebble Beach Concours d’Elegance, uma combinação de laranja e preto inspirada na pintura clássica da Jagermeister nas pistas.

bmw-2002-hommage-concept-pebble-beach-1

 

A Jagermeister (leia mais sobre a pintura neste post) foi uma das patrocinadoras da BMW nos campeonatos de turismo europeus nos anos 1970 e na DTM nos anos 1980, um período no qual seus carros eram pintados de laranja com detalhes em preto. No 2002 Hommage o esquema de cores ficou um pouco diferente — e o nome da patrocinadora foi substituído pela palavra Turbomeister (que significa, literalmente, “campeão turbo”).

As rodas douradas com raios prateados são de 20 polegadas e também foram inspiradas no passado, mais exatamente nas rodas BBS de duas peças usadas nos anos 1970 e 1980. O conceito ainda tem uma linha contínua de fibra de carbono ao longo de toda a carroceria. Sob o capô a mecânica continua um seis-em-linha biturbo de potência não declarada.

 

… e McLaren leva dois modelos “Special Operations”

A McLaren preparou dois modelos desenvolvidos por sua divisão “Special Operations” para o concurso de Pebble Beach, um baseado no 570GT e outro no 650S.

O primeiro é o 570GT by MSO, que apresenta aos milionários americanos de Pebble Beach algumas das possibilidades de personalização do modelo pela McLaren Special Operations. Nesta versão, o grand tourer ganhou pintura branco pérola de três camadas, detalhes em preto brilhante nas laterais, spoilers, rodas e cabine.

O teto de vidro eletrocrômico pode ser escurecido em cinco níveis de opacidade controlado pelo motorista, e também há um sistema de áudio Bowers e Wilkins de 12 alto-falantes. Mecanicamente o modelo não recebeu alterações: o V8 de 3.8 litros e dois turbos produz 570 cv e empurra o esportivo de zero a 100 km/h em 3,4 segundos antes de chegar aos 328 km/h.

shot-1-front-3-4-1

O outro é o 688 High Sport. Baseado no 650S ele ganhou mais potência e refinamento aerodinâmico inspirado no McLaren P1. O 3.8 biturbo foi recalibrado para produzir 688 cv, enquanto o teto, capô, para-choques e para-lamas dianteiros são feitos de fibra de carbono e outros materiais leves. Com as aletas nas laterais da dianteira, splitter frontal, scoop no teto, um novo extrator de ar na traseira e uma nova asa traseira, o 688 HS produz 220 kg de downforce a 240 km/h.

Infelizmente a McLaren não declarou os dados de desempenho, mas considerando sua ficha técnica é certo que ele supera o 675LT no circuito. Falando nisso, os proprietários que quiserem usá-lo na pista poderão contar com o sistema de telemetria da McLaren, que traz sensores de aceleração e três câmeras para registrar as informações de volta e ajudar o piloto a andar mais rápido. Serão produzidas apenas 25 unidades do 688HS — e, claro, todas já foram vendidas.

 

Volkswagen convoca recall do Jetta para troca do cabeçote

Der neue Volkswagen Jetta USA-Version

A Volkswagen está convocando sete exemplares do Jetta Highline 2015/2016 equipados com o motor 2.0 TSI para substituição do cabeçote do motor. O motivo é que a fabricante detectou a possibilidade de falha na fixação da galeria de distribuição de combustível. Com isso, o componente pode se desprender do cabeçote e iniciar um vazamento de combustível que pode ocasionar um incêndio. As unidades envolvidas foram fabricadas entre 6 e 11 de novembro do ano passado.

Os sete chassis envolvidos são 3VWLV6164GM020695, 3VWLV6161GM020735, 3VWLV6161GM020749, 3VWLV6164GM020793, 3VWLV6162GM020887, 3VWLV6166GM021301 e 3VWLV6169GM021888. O tempo de reparo é estimado em 14 horas e envolve a substituição do cabeçote completo. O atendimento já pode ser agendado pelo telefone 0800-019-8866.

 

Cadillac Escala é o futuro super-sedã da marca?

cadillac-escala-concept-5

A Cadillac, que finalmente voltou a se firmar como uma opção americana aos modelos de luxo europeus depois de um período meio decadente nos anos 1990 e 2000, levou a Pebble Beach um conceito que pode antecipar o sucessor do CT6 — seu rival para Classe S, Série 7, A8 e XJ — ou ainda um modelo mais luxuoso, posicionado no topo de sua linha (ou então só mais um conceito que nunca chegará às linhas de produção).

cadillac-escala-concept-1

Batizado Escala, o sedã tem 5,35 metros e traseira tipo fastback, como o Jaguar XJ, Audi A7 e Porsche Panamera. Seu conjunto óptico combina as tradicionais lanternas verticalizadas da Cadillac com luzes diurnas e faróis de OLED. A grade tem formato de trapézio como todos os modelos da marca dos últimos 15 anos, uma referência ao próprio emblema da Cadillac.

cadillac-escala-concept-3

Por dentro o carro também combina estilos opostos: embora ele tenha um painel e comandos voltados para o motorista, o banco de trás tem o luxo esperado por quem prefere ser conduzido. O painel também usa displays de OLED e tem design minimalista, assim como o volante, e apesar da profusão de telas o console central traz alguns botões além dos controles capacitivos. O acabamento interno mistura couro cortado e costurado a mão, madeira e metal, de acordo com as tendências do luxo moderno.

cadillac-escala-concept

Sob o imenso capô há um V8 biturbo de 4,2 litros e potência não declarada. A Cadillac se limitou a dizer que ele tem sistema de desativação de cilindros e que é um protótipo para um novo motor que será usado nos futuros modelos.

 

Crazy For Auto terá track day no ECPA no próximo dia 4 de setembro

IMG_1581

No próximo dia 4 de setembro o pessoal do Crazy for Auto irá organizar o 9º round do seu Track Day Paulista 2016 no Esporte Clube Piracicabano de Automobilismo, o ECPA, em Piracicaba/SP. O evento terá assessoria mecânica, cones de referência, cronometragem, aluguel de carro de corrida, coaching e entrega de trofeus dividida em categorias (Tração Traseira, Tração Dianteira e AWD).

A inscrição para um carro e um piloto dá direito a um carona, e custa R$ 250 reais na bateria especial (2h), R$ 450 na bateria normal (4h) e R$ 600 na bateria Integral (6h). Também haverá baterias promocionais de 10 e 20 voltas, custando R$ 150 e R$ 250, respectivamente. Para se inscrever, entre em contato pelo site www.crazyforauto.com.br.

 

Matérias relacionadas

Fãs de “monocromáticos”: este Passat LS 1978 muito original à venda no GT40 é para vocês

Dalmo Hernandes

La Misión Argentina 2: Oreste Berta e o Torino 380W retornam a Nürburgring – junto com Horacio Pagani

Dalmo Hernandes

Viper crava 7:01 em sua última volta em Nürburgring, os carros mais vendidos em agosto, Porsche 911 terá versão purista e mais!

Leonardo Contesini