A revista semanal dos entusiastas | jorn. resp. MTB 0088750/SP
FlatOut!
Image default
Lançamentos

Godzilla no Brasil: Nissan lança GT-R por R$ 900.000 – bom negócio para quem?

Depois de muita espera a Nissan finalmente está lançando o GT-R no Brasil. A marca já havia confirmado sua importação no final de 2015, mas só agora ele está sendo lançado. A partir de hoje, o Nissan GT-R poderá ser encomendado em qualquer concessionária da marca no país por nada menos que R$ 900.000.

O GT-R será oferecido somente na versão Premium, que é equipada com o motor 3.8 V6 biturbo calibrado para produzir 572 cv e 64,9 mkgf. O comprador poderá escolher entre sete cores da carroceria (branco, preto, prata, cinza, vermelho, azul, e laranja) e quatro cores de acabamento interno (preto, caramelo, vermelho e marfim). Porém, pelo valor inicial você só pode escolher o interior preto. Para qualquer outra das três cores, a Nissan irá cobrar R$ 20.000 extras.

Unknown-3

 

Apesar de poder fazer a encomenda em qualquer concessionária, todos os pedidos serão centralizados na concessionária Carrera, em São Paulo. Entre a encomenda e a entrega a fabricante estima um prazo de espera de três a quatro meses — não muito diferente dos importadores independentes.

Contudo, apesar de receber o carro na concessionária Nissan mais próxima, a manutenção também será feita exclusivamente pela Carrera, o que significa que os proprietários de outras cidades terão que enviar seus carros a São Paulo para fazer as manutenções preventivas requeridas durante o tempo de garantia. Mesmo assim, a Nissan espera vender 10 unidades do modelo por ano.

Unknown-4

Sim, nós sabemos o que você está pensando: não vale a pena comprar o GT-R por importação oficial. Os motivos começam pelo preço básico e pelo opcional. Nos EUA o GT-R Premium sai por US$ 110.000 e os revestimentos internos opcionais custam US$ 4.000. Normalmente a comparação entre preços de diferentes países não faz muito sentido devido à variação cambial e às condições econômicas e de mercado de cada país, contudo, os importadores independentes  adquirem os carros pelo preço final ao consumidor nos EUA. Nas lojas que consultamos, o valor médio do Nissan GT-R gira em torno dos R$ 800.000.

embed-2017-nissan-gt-r-silver

A diferença de um veículo importado oficialmente pela fabricante ou representante em relação aos importados por lojas independentes é a garantia de fábrica e a rede de assistência autorizada — que englobam os custos da homologação no país, logística, capacitação e afins — o que acaba compensando o preço mais elevado. Mas nesse caso, a importação do Nissan GT-R não garantiu uma ampla rede de concessionárias, limitando os proprietários a uma única concessionária — especialmente se eles pretendem manter a garantia.

Os modelos importados de forma independente podem ser levados a oficinas especializadas em importados e supercarros, muito comuns em capitais e nas grandes metrópoles do Brasil. Além disso, as importadoras independentes mantém convênios e parcerias com essas oficinas para oferecer alguma forma de garantia aos clientes — algo que é obrigatório por lei e também uma necessidade nesse segmento de mercado.

Unknown-2

Ainda sobre a garantia, os upgrades de performance são comuns entre o público do Nissan GT-R e você sabe o que as garantias de fábrica dizem sobre modificações com componentes não autorizados, não é mesmo? Isso significa que, ao comprar um GT-R importado oficialmente, você precisará esperar o fim da garantia para dar um tapa na performance do seu carro. Não que ele precise, mas você sabe como são essas coisas…

Matérias relacionadas

Challenger SRT Hellcat: com mais de 600 cv, ele é o Dodge V8 mais potente da história

Dalmo Hernandes

Aceleramos o novo Mercedes-Benz A250 Vision – vale a pena pagar mais que o C180 por tecnologia?

Leonardo Contesini

Kreisel EVEX 910e: o Porsche elétrico que chega aos 100 km/h em 2,5 segundos

Dalmo Hernandes
error: Direitos autorais reservados