A revista semanal dos entusiastas | jorn. resp. MTB 0088750/SP
FlatOut!
Image default
Car Culture

Gran Turismo: assista na íntegra ao documentário KAZ: Pushing the Virtual Divide

Ontem você leu por que Gran Turismo 2 é um game tão importante para a cultura gearhead. Mas a franquia tem mais cinco jogos e 17 anos de história. Que tal ver o que aconteceu ao longo deste tempo, pelos olhos de seu criador?

É esta a proposta do documentário KAZ: Pushing the Virtual Divide (“KAZ: Ultrapassando as Barreiras Virtuais”, em uma tradução livre. Kaz é o apelido de Kazunori Yamauchi, criador de Gran Turismo designer de games, CEO da Polyphony Digital e piloto de corrida. Logo no início do filme, você vê um grid de largada em Nürburgring, e vê um japonês de meia idade usando um macacão da Nissan. É Kaz, que está prestes a entrar em seu GT-R para mais uma corrida. O que você esperava do criador de uma das franquias de corrida mais populares do mundo? E isto é só o começo de um dos documentários mais legais e intrigantes que você já assistiu. E, aqui, você pode vê-lo na íntegra:

[vimeo id=”86167037″ width=”620″ height=”350″]

Kaz começou sua carreira como desenvolvedor de games na Sony Music Japan, que tinha uma pequena equipe para criação de jogos para os consoles da Nintendo. Desde os 15, ele queria fazer um game de corrida com características de simulador, mas a chefia achava que um jogo deste tipo simplesmente não venderia, e que o público queria jogos simples.

Assim surgiu MotorToons Grand Prix, que pode ser entendido como um Mario Kart genérico, mas com um detalhe importante: toda a física do game serviu como base de testes para o primeiro Gran Turismo. Quando a companhia descobriu seus planos, viu como eles eram ambiciosos — especialmente na parte gráfica — e entendeu que ele estava determinado, Kaz recebeu carta branca para desenvolver seu jogo.

“Eu sou muito grato até hoje. Eu não precisava mais lutar contra o sistema.” Ele diz. E o resto é história — ele criou seu próprio sistema, que já conta com seis jogos, uma equipe de corrida e um programa para transformar jogadores habilidosos em pilotos de verdade, o GT Academy.

Apesar de todos os convidados que dão depoimentos no documetário concordarem — antigos colegas de trabalho, jornalistas, fãs — que Gran Turismo deve seu realismo ao fato de Kaz pilotar carros de verdade, ele mesmo diz que só aprendeu a ser piloto por causa de Gran Turismo. E ele virou um baita piloto, que já participou das 24 Horas de Nürburgring e terminou em 4º lugar na sua categoria, a SP8.

kaz-capacete

O filme não economiza nas cenas com carros, que correm e berram pelo asfalto, mas sendo um documentário sobre Kazunori Yamauchi, também mostra como vive, pensa e trabalha o cara por trás da franquia. E isto vale ouro para quem quer desenvolver jogos, pilotar carros de corrida ou simplesmente entender como funciona a mente de quem faz tudo isto, e muito bem.

São 84 minutos de duração, com uma trilha sonora incrível composta pela dupla me&john. A fotografia, a ambientação, a iluminação, a música, tudo remete a Gran Turismo, e você nem vai sentir o tempo passando. O documentário já saiu há algumas semanas, mas talvez você ainda não tenha visto. Se não o fez, faça. Vale a pena.

Matérias relacionadas

Você sabia que “Velozes e Furiosos” é um filme de 1955?

Leonardo Contesini

Governo cancela instalação de 8.000 radares, T-Cross e Yaris vão bem no NCAP, o interior do novo Prisma e mais!

Será que o Porsche 911 GT2 RS conseguiu virar 6min48s em Nürburgring?

Dalmo Hernandes