A revista semanal dos entusiastas | jorn. resp. MTB 0088750/SP
FlatOut!
Image default
Zero a 300

Hennessey apresenta Corvette ZR1 de 1.200 cv, mortes em queda no trânsito de SP, Panamera pode ganhar versão coupé e mais!

Bom dia, caros leitores! Bem-vindos ao Zero a 300, a nossa rica mistura das principais notícias automotivas do Brasil e de todo o mundo. Assim, você não fica destracionando por aí atrás do que é importante. Gire a chave, aperte o cinto e acelere conosco.

O Zero a 300 é um oferecimento do Autoline, o site de compra e venda de veículos do Bradesco Financiamentos. Nesta parceria, o FlatOut também apresentará avaliações de diversos carros no canal de YouTube do Autoline – então, clique aqui e se inscreva agora mesmo (e não esqueça de ativar o sininho)!

 

Hennessey anuncia Corvette ZR1 HPE1200, com 1.200 cv

Enquanto aguardamos a chegada do Corvette C8 nas próximas semanas, o Corvette C7 continua sendo um esportivo bem interessante. E a Hennessey Performance concorda: a última do texano John Hennessey é o kit HPE1200 para o Corvette ZR1,

Equipado com o HPE1200, o Corvette ZR1 passa de 765 cv e 98,8 kgfm de torque para 1.216 cv e 147,4 kgfm – exatamente a mesma potência do Bugatti Veyron Super Sport, aliás, com um pouco menos de torque (o Veyron tem 152,9 kgfm). Para chegar a estes números, o Corvette ZR1 HPE1200 precisa ser abastecido com combustível de competição. Com gasolina comum de alta octanagem (pelo menos 93 RON), a potência fica em torno de 1.100 cv.

Para obter 454 cv extras, a Hennessey aumenta a capacidade do supercharger do motor V8 de 6,2 litros, além de trocar as polias. Eles também instalam um novo corpo de borboleta, novo coletor de admissão, trem de válvulas reforçado com comando feito sob medida, novas varetas e tuchos, e novo sistema de escape com tubos de inox.

A Hennessey diz que os carros com câmbio manual de sete marchas não exigem modificcações no câmbio. A caixa automática, por outro lado, precisa de reforços para suportar a força extra do motor.

A preparadora ainda não divulgou os números de desempenho do carro – geralmente eles preferem fazê-lo com um vídeo, mostrando na prática. Contudo, o kit Hennessey HPE1000 para o ZR1 é suficiente para levá-lo de zero a 100 km/h em 2,3 segundos, com o quarto-de-milha (402 m) cumprido em 9,4 segundos a 236 km/h. Considerando que o HPE1200 terá 200 cv a mais, podemos esperar uma redução de até 0,2 segundo na aceleração de zero a 100 km/h, e uma redução semelhante no tempo do quarto-de-milha, que deverá ficar na casa dos 9,2 ou 9,1 segundos. (DH)

 

Mortes no trânsito de SP diminuem no primeiro trimestre de 2019

O número de mortes no trânsito do estado de São Paulo no primeiro trimestre de 2019 caiu 0,6% em relação ao mesmo período de 2018 segundo os dados do Infosiga. Com 1.205 mortes em todo o estado nos três primeiros meses, este é o menor índice desde 2015.

A queda foi “puxada” pela redução de 5% no número de mortes de pedestres, apesar do aumento no índice de mortes de motociclistas, ciclistas, passageiros e motoristas de carros. (LC)

 

Porsche Panamera pode ganhar versão coupé

Apesar da SUVização do mundo, os grã-turismo seguem em alta, alheios às suspensões elevadas e ao visual aventureiro urbano desse segmento predominante. Nos últimos anos vimos fortes evidências de que este mercado dos GT ainda é interessante para os fabricantes. A BMW, por exemplo, decidiu encerrar o Série 6 em favor do novo Série 8, que é maior e mais luxuoso. A Bentley não hesitou em dar ao Continental GT uma nova geração e a Aston Martin teve no DB11 seu principal lançamento dos últimos anos. Isso sem contar o Mercedes Classe S e o Rolls-Royce Wraith, que já estão aí há algum tempo e terão uma nova geração em, no máximo, três anos.

Quem ainda não entrou na onda foram a Audi e a Porsche. Os alemães de Ingolstadt, por alguma razão, jamais fizeram um grã-turismo, apesar do A8 Coupé conceitual dos anos 1990. Já os primos de Stuttgart abandonaram o segmento em 1995 com o fim do Porsche 928, e desde então se dedicaram primeiro a não falir, depois a tornar a empresa financeiramente sustentável e só recentemente começaram a cogitar um sucessor para o 928.

As primeiras notícias sobre o revival do 928 surgiram em 2016, quando uma mula de testes com a carroceria do Panamera e entre-eixos curto foi flagrada em testes. Na ocasião, especulou-se a possibilidade de ser um protótipo do novo Bentley Continental GT, mas a mula em questão tinha placas da Porsche e não da Bentley, como um protótipo flagrado anteriormente.

Foto: MotorAuthority

Agora, os britânicos da revista Autocar apuraram que a Porsche continua o desenvolvimento do novo 928, que será lançado como uma variação de duas portas do Panamera feita justamente para enfrentar todos estes rivais citados mais acima. A imprensa alemã também vem noticiando os rumores sobre o novo modelo, e diz que ele já está em estágio avançado de desenvolvimento e que será baseado na versão mais curta da plataforma MSB do Panamera — exatamente como a mula de testes flagrada há três anos.

Além do Panamera cupê, a Porsche também poderá lançar a versão conversível do modelo, afinal, todos os rivais têm versões a céu aberto. É possível que o novo modelo não receba o nome Panamera como forma de distanciá-lo do sedã. Ainda não há nenhum sinal de qual será o nome do carro, mas não acharíamos nada mau se a Porsche trouxesse de volta o nome 928 como fez com o 718. (LC)

 

BMW M340i flagrado em Nürburgring

A nova BMW Série 3 Touring está praticamente pronta e vem sendo flagrada em testes finais. A perua tinha estreia prevista para o Salão de Genebra, mas teve o lançamento atrasado. Dessa vez o flagra foi em Nurburgring da versão que mais interessa os gearheads: a M340i. Essa variante da linha M Performance será a versão mais potente da perua, a não ser que a BMW decida fazer uma M3 Touring, coisa que ainda não aconteceu na história do Série 3.

Debaixo do capô da perua virá o mesmo seis em linha B58 do M340i sedã, que produz 387 cv e 51 kgfm, o suficiente para levar o carro de zero a 100 km/h em 4,4 segundos, esperem por uns décimos a mais nesse número por causa do peso extra da perua. Ao contrário do sedã, que vem com tração traseira ou integra, é esperado que a perua venha apenas com tração integral. A M340i vira para competir com a Audi S4 Avant e Mercedes-AMG C43 Estate, ela ainda não tem data de estreia prevista mas deve ler lançada junto das outras versões da Série 3 Touring. (ER)

 

Peugeot 2008 reestilizado começa a ser fabricado no Rio de Janeiro

A Peugeot deu início ontem (24) à fabricação do Peugeot 2008 reestilizado. O crossover baseado no hatchback 208 já havia sido atualizado na Europa em 2017, mas a reestilização brasileira será um pouco diferente.

Como o modelo europeu, o 2008 ganhou nova grade e faróis com novo formato, refletindo a identidade visual global da marca. O para-choque dianteiro, porém, tem visual mais agressivo no 2008 brasileiro, com apliques maiores em plástico sem pintura.

Com a reestilização, também virá a opção pela caixa automática de seis marchas para a versão com motor THP de 1,6 litro e 173 cv. Até agora, só era possível comprar o 2008 turbo com câmbio manual de seis marchas.

A Peugeot ainda não revelou o preço nem a data de lançamento, mas especula-se que o novo 2008 chegue às concessionárias ainda no primeiro semestre. (DH)

 

Mercedes-Benz anuncia recall para o Vito

A Mercedes-Benz anunciou nesta semana um recall para a van Vito. Os exemplares das versões 111 CDI e 119 Tourer, fabricados em 2015 e 2016, deverão ser levados às concessionárias para a troca do tanque de combustível.

A fabricante constatou que, nestas unidades, a espessura da área entre o bocal de combustível e o reservatório pode ser insuficiente. Com isto, o risco de rachaduras ou perfurações é mais alto, podendo ocorrer vazamento do combustível.

A partir de hoje (25), os proprietários podem agendar o atendimento para a troca do tanque de combustível, em um serviço que deve levar cerca de duas horas. Para obter mais informações, os clientes podem ligar para o número 0800 970 9000 ou acessar o site da Mercedes-Benz. (DH)

 

Novo Ford “baby Bronco” pode se chamar Scout

A Ford está preparando o terreno para o lançamento do Bronco, SUV de apelo retrô e pegada off road inspirado no Ford Bronco original. A mais recente manobra da fabricante foi o registro dos nomes “Scout” e “Bronco Scout” nos Estados Unidos.

O nome Scout também é antigo, mas não pertencia à Ford, e sim a uma de suas rivais nos anos 60 e 70 – a International Harvester, companhia que foi extinta na década de 1990 e deu origem à Navistar International. O International Harvester Scout foi um jipe criado para encarar o Willys MB e lançado em 1961, quatro anos antes do Ford Bronco.

Isto posto, o Bronco foi muito melhor sucedido, vendendo quase 100.000 unidades por ano na década de 1980. Em contraste, o Scout teve cerca de 530.000 exemplares fabricados entre 1961 e 1980, quando saiu de linha.

O site americano TopSpeed especula que a Ford possa usar os nomes Scout e Bronco Scout no próprio Bronco, ou naquele que atualmente é conhecido como “baby Bronco” – um SUV menor e mais barato, oferecido como uma alternativa mais radical e off-roader ao Ford Escape, o crossover do Focus (que, aliás, é cotado para substituir o hatch médio no Brasil). (DH)

Matérias relacionadas

“Alan Prost” é preso, a versão de pista do McLaren P1, Força Nacional e PRF perdem frota em enchente e mais!

Leonardo Contesini

Project Cars #468: solucionando os problemas do novo motor do meu BMW 325i E36

Leonardo Contesini

Opala picape, hatch, águia, Caravan 4P, etc: veja os Opala que a GM fez, mas nunca produziu em série

Juliano Barata