A revista semanal dos entusiastas | jorn. resp. MTB 0088750/SP
FlatOut!
Image default
Zero a 300

Honda HR-V ganha motor turbo de 173 cv por R$ 140.000, acervo de peças antigas é apreendido como sucata no RS, o novo McLaren GT e mais!

Bom dia, caros leitores! Bem-vindos ao Zero a 300, a nossa rica mistura das principais notícias automotivas do Brasil e de todo o mundo. Assim, você não fica destracionando por aí atrás do que é importante. Gire a chave, aperte o cinto e acelere conosco.

O Zero a 300 é um oferecimento do Autoline, o site de compra e venda de veículos do Bradesco Financiamentos. Nesta parceria, o FlatOut também apresentará avaliações de diversos carros no canal de YouTube do Autoline – então, clique aqui e se inscreva agora mesmo (e não esqueça de ativar o sininho)!

 

Honda HR-V ganha motor 1.5 turbo de 173 cv na linha 2020

Aguardado desde o final de 2018, quando a Honda apresentou o facelift do modelo, o HR-V finalmente ganhou o motor 1.5 turbo na versão Touring. Posicionado no topo da linha, ele custa R$ 139.900 e chega às lojas em junho.

Diferentemente da versão europeia HR-V Sport, que tem um visual esportivo, 182 cv e câmbio manual, o HR-V Touring terá um ar mais casual, motor configurado para 173 cv a 5.500 rpm e 22,4 kgfm a 1.700 rpm combinado ao câmbio CVT com simulação de sete marchas. O motor é movido somente a gasolina.

O HR-V se diferencia principalmente pela saída dupla de escape, e também terá suspensão e direção recalibrados de acordo com o desempenho do carro. Além do motor turbo, ele também tem teto-solar panorâmico e interior com couro claro, além dos equipamentos já oferecidos no HR-V Touring pré-reestilização, como a câmera de monitoramento de ponto cego no retrovisor direito, sistema de partida por botão e ar-condicionado de duas zonas. (LC)

 

Chevrolet revela imagens oficiais do interior do novo Tracker

A nova geração do Chevrolet Tracker já teve seu visual externo mostrado na China, mas a fabricante ainda não havia revelado imagens do lado de dentro – até agora. As primeiras fotos oficiais da cabine do Tracker confirmam o visual antecipado pelos flagras, e não quebram expectativas. Também foram divulgadas algumas informações inéditas a respeito do SUV.

Como já se podia deduzir, o design do painel de instrumentos segue a atual identidade visual dos utilitários da Chevrolet, com saídas de ar horizontais; uma tela “flutuante”, de oito polegadas, para a central multimídia; e console central elevado, concentrando os comandos para o climatizador. O painel de instrumentos é analógico, com outra tela colorida, de 3,5 polegadas, para o computador de bordo na versão mais cara.A Chevrolet diz também que o modelo de topo terá teto solar panorâmico.

A fabricante afirma que o porta-malas do novo Tracker tem capacidade de 390 litros, contra 306 do modelo atual – podendo chegar a 1.334 litros com os bancos traseiros rebatidos.

Vale lembrar que estes dados correspondem à versão chinesa do Tracker, que chega ao mercado ainda neste ano, com motor 1.0 turbo de 115 cv. O modelo brasileiro deverá ser praticamente idêntico, mas só chegará às lojas em 2020. Nos próximos meses de 2019, a Chevrolet deverá se concentrar no novo Onix. (DH)

 

Detran apreende 400 toneladas de carrocerias e peças de carros clássicos no RS

Um dos ferros-velhos mais conhecidos entre os antigomobilistas teve todo seu estoque apreendido na manhã desta última segunda-feira (6) em Caxias do Sul/RS. Segundo informações da revista Classic Show e da Secretaria de Segurança Pública do Rio Grande do Sul, o estabelecimento tinha cerca de 400 toneladas de carrocerias antigas, componentes para carros dos anos 1920 aos anos 1980 e peças de reposição originais, algumas novas de estoque antigo.

Foto: Revista Classic Show

A apreensão fez parte da 82ª Operação Desmanche, que visa coibir o comércio de peças e componentes roubados, com base na chamada “Lei do Desmanche”, aprovada pelo governo federal em 2014. Conforme apuramos, o ferro-velho era credenciado desde 2015, porém algumas exigências da legislação eram inviáveis para esse tipo de segmento, caso da comprovação de origem de peças e componentes muito antigos.

O FlatOut tentou contato com os proprietários do estabelecimento nesta terça-feira, em busca de detalhes sobre o credenciamento e a apreensão, bem como o destino do estoque, porém não obtivemos resposta. Tudo o que se sabe é que o estoque foi recolhido como sucata e poderá ser leiloado como tal. (LC)

 

Google muda interface do Android Auto

A Google anunciou nesta semana uma mudança completa na interface do seu sistema Android Auto, que integra smartphones Android aos sistemas multimídia dos carros.

Segundo a própria empresa, o sistema foi modificado para tornar a interface mais intuitiva e fácil de usar, com uma nova barra de navegação na parte inferior, por onde se acessa o GPS, os controles de áudio, o Google Assistant e as notificações do sistema. Na versão anterior, a barra era um menu estático, mas agora ela se adapta de acordo com o aplicativo utilizado.

As notificações também mudaram. Antes posicionadas na página inicial do sistema, elas agora ficam em uma aba própria e permitem interações diretas como nos smartphones. Outra mudança bem-vinda é a paleta de cores mais escura com destaques coloridos, o que ajuda na visualização noturna e na rápida identificação dos ícones, além de uma nova fonte desenvolvida para facilitar a leitura.

Infelizmente a Google não revelou a data do lançamento do sistema, limitando-se apenas a dizer que a atualização estará disponível a partir do segundo semestre. (LC)

 

McLaren GT será revelado na semana que vem

Há pouco mais de um mês, a McLaren pegou a gente de surpresa com o anúncio de um novo grand tourer – um superesportivo de motor central-traseiro, como todo McLaren, porém com cabine mais espaçosa, rodar mais confortável e espaço para a bagagem de duas pessoas.

Na ocasião, a McLaren aproveitou o Salão de Genebra para fazer o anúncio, usando fotos do carro camuflado. Semanas depois, foi divulgado um teaser em vídeo acompanhado de novas imagens, ainda com camuflagem. E disse que ele terá um motor V8 biturbo e desempenho de carro de competição.

Agora, a McLaren nos mostrou um novo teaser – um vídeo que mostra detalhes do carro sem camuflagem e nos dá uma boa ideia de como ele será. E também nos contou seu nome: McLaren GT. O GT da McLaren.

No fim do vídeo, descobrimos a data de lançamento: 15 de maio, daqui a uma semana – rápido, não? Quase não dá tempo de criar expectativas.

Embora o vídeo não revele tanto assim a respeito do carro, conseguimos perceber linhas mais suaves e elegantes complementando a silhueta típica de superesportivo – que, de acordo com alguns rumores, aproveita a plataforma do McLaren Speedtail. Saberemos mais em breve. (DH)

 

Porsche é multada em € 535 milhões por fraude em emissões

Estamos em 2019 e o “Dieselgate” segue com novos desdobramentos depois de quatro anos. Nesta semana, a Porsche foi multada pela promotoria de Stuttgart, no Sul da Alemanha. Segundo as autoridades, a Porsche e deverá pagar uma multa de € 535 milhões, que equivalem a R$ 2,3 bilhões em conversão direta, como punição por por “violações de negligência em tarefas de supervisão”.

A Porsche não fabrica nenhum motor a diesel, mas utiliza motores V6 e V8 da Audi em modelos como o Panamera, o Cayenne e o Macan. Estes motores foram equipados com um software capaz de fraudar as emissões de poluentes, exibindo números mais baixos nas medições realizadas para homologação. A negligência, para a promotoria Stuttgart, foi não evitar que motores fraudulentos fossem utilizados em seus próprios carros.

A fabricante se manifestou, dizendo que não pretende recorrer da decisão judicial. No fim do ano passado, a Porsche já havia declarado que deixará de utilizar motores a diesel em todos os seus modelos, optando pelos híbridos e elétricos como alternativas mais sustentáveis. (DH)

 

Citroën encerra a importação da minivan C4 Picasso para dar lugar a SUV

Na última sexta-feira (3) a Citroën anunciou na Europa o fim da C4 Picasso de cinco lugares para dar lugar ao SUV C5 Aircross. Agora foi a vez da filial brasileira decretar o fim de todas as versões da C4 Picasso no país com motivo de priorizar outras categorias. Tudo indica que o fim da minivan é para abrir espaço para o SUV C5 Aircross, que já está confirmado para o nosso mercado.

A C4 Picasso é uma das cinco minivans vendidas no Brasil, categoria que já fez sucesso nos anos 2000 mas agora está perdendo lugar para os SUV e crossovers menos práticos como carros familiares. Em 2018 a minivan francesa vendeu apenas 298 unidades e em 2019 vendeu 36 unidades no acumulado. O C5 Aircross tem chegada confirmada para o final de 2019 ou início de 2020, o SUV divide plataforma com o Peugeot 3008. (ER)

 

BMW Série 3 GT não terá sucessor

O CEO da BMW Harald Krüger revelou alguns detalhes sobre o futuro da marca e o Série 3 GT atual será o último. Segundo o executivo a versão liftback do Série 3 não terá sucessor e perdeu o sentido com a ascensão dos SUV. O GT atual de código F34 continuará em linha até metade de 2020.

A linha GT da BMW foi criada como opção mais prática e com teto mais alto que os sedãs, atualmente o fabricante tem o Série 3 GT e o Série 6 GT – derivado do Série 5. Para consumidores que procuram alternativas mais práticas ao Série 3 sedã a BMW vai oferecer uma perua da nova geração G20 e tem o SUV X3. (ER)

 

Porsche anuncia recall de 777 unidades de cinco modelos

Sim, mais um dia, mais um recall na indústria automobilística global. Desta vez é a Porsche, que anunciou quatro campanhas diferentes para cinco de seus modelos.

Os 718 Cayman e Boxster estão envolvidos em duas das quatro campanhas. A primeira é devido a uma barra transversal do porta-malas dianteiro, que pode estar conectada incorretamente nos 718 produzidos entre 23/02/2016 e 14/02/2019, o que pode afetar o sistema de combustível em caso de colisão frontal, podendo causar vazamentos e incêndios. O reparo consiste na instalação de rebites para afixar as partes, dura cerca de 1h15 min e será feito a partir de 3 de junho.

A outra campanha, envolve os 718 e 911 fabricados entre 23/10/2017 e 16/05/2018. Neles os sensores dos airbags laterais podem estar presos de forma incorreta ao chassi, com firmeza insuficiente para seu funcionamento normal. Com isso, o funcionamento do equipamento de segurança pode ficar comprometido. O reparo consiste no reaperto dos parafusos que afixam os sensores. O reparo dura uma hora e meia e já pode ser agendado.

Depois há a campanha para o Panamera. Nos modelos produzidos entre 21/03/2016 e 15/11/2018, ocorre um erro no software do quadro de instrumentos, que pode não informar corretamente o desgaste das pastilhas de freios. Com isso o sistema não informa a necessidade de substituição do equipamento. O reparo é feito em 40 minutos e também já pode ser agendado.

Por último, algumas unidades do Cayenne fabricadas entre 17/08/2018 e 13/10/2018 podem apresentar erro na solda de uma das placas do comando do gateway, resultando em mensagens de erro no quadro de instrumentos e falhas em funções diversas do veículo que podem limitar o desempenho, fazendo-o operar em modo de emergência. O reparo consiste na substituição do comando e dura duas horas. O agendamento inicia em 10 de maio. (LC)

Matérias relacionadas

A história da GAZ, parte 2: o icônico Volga e o fim dos carros de passeio | Lasanhas sem Fronteiras

Dalmo Hernandes

Estranhos no ninho: quando ex-funcionários de grandes fabricantes criaram marcas rivais

Leonardo Contesini

Renault apresenta picape Alaskan, Lamborghini Huracán Spyder vaza na internet, BMW entra na era dos híbridos plug-in, o adeus a Jim Douglas e mais!

Gustavo Henrique Ruffo