Edição diária: 18/06/2019
FlatOut!
Image default
Notícias

Hora de dizer adeus: Chevrolet deixa de vender o Classic depois de quase 21 anos

Lembra como era o mundo há 20 anos? Internet engatinhando, celulares enormes pendurados na cintura, Ferrari F50, TVs de projeção eram o sonho dos cinéfilos. Era um lugar muito diferente, mas com algo em comum (parafraseando uma propaganda de cigarros da época): o Chevrolet Classic.

Claro, na época ele ainda nem se chamava Classic, afinal era recém-lançado. Mas ao longo destes 20 anos ele resistiu bravamente à morte da família, da geração seguinte e até de seus parentes mais distantes, o Celta e o Prisma. Era um velho solitário que não já não pertencia mais a este mundo de compactos inflados. Sim, era, conjugado no pretérito perfeito, porque nesta semana a Chevrolet encerrou as vendas do modelo, que será substituído pelos Onix e Prisma Joy.

O Chevrolet Classic foi lançado no final de 1995 como modelo 1996. Batizado Corsa Sedan, ele foi a terceira variação do Corsa B, depois do hatch de quatro portas e da picape. Em seu auge, o Corsa Sedan chegou a ser oferecido com motor 1.6 16 válvulas de 102 cv, airbags e freios ABS na versão GLS.

chevrolet_classic_17-620x465

A chegada da nova geração do modelo em 2002, contudo, levou a GM a reposicioná-lo como modelo de entrada. Foi quando o Corsa Sedan ganhou o sobrenome Classic. Ele foi oferecido com um leve facelift no capô, para-choques e farois até 2005, quando deixou de ser equipado com o motor 1.6 8v e passou a oferecer somente o motor 1.0.

chevrolet_classic_18-620x465

Nesta “nova” fase o nome Corsa foi abandonado e ele passou a ser chamado apenas Chevrolet Classic. Em 2010 o Classic foi reestilizado com o visual do Chevrolet Sail chinês. No ano seguinte a produção brasileira foi encerrada e o modelo passou a ser importado da Argentina.

Captura de Tela 2016-09-09 às 10.15.17

 

Houve quem apostasse em sua aposentadoria em 2014, quando os airbags e ABS tornaram-se obrigatórios, porém não foi difícil para a GM instalar estes equipamentos em um modelo que já foi equipado com eles no passado. Assim o Classic resistiu até este mês de setembro, quando finalmente foi aposentado após exatos 20 anos e 296 dias.

Se você não lembra muito bem como era o mundo na época em que o Corsa Sedan era um desejado lançamento, nós reconstruímos algumas memórias neste post.

Matérias relacionadas

Acidente, polêmica e as melhores imagens das 24 Horas de Daytona

Dalmo Hernandes

Piaggio Vespa está de volta ao Brasil – conheça os preços e versões

Leonardo Contesini

Justiça libera aplicação de multas por farol apagado em rodovias

Leonardo Contesini