A revista semanal dos entusiastas | jorn. resp. MTB 0088750/SP
FlatOut!
Image default
Notícias

Hyundai i30 chega à sua terceira geração com cara de alemão e pretensões esportivas

A primeira geração do Hyundai i30 era bastante razoável, com ergonomia correta, um bom conjunto de motor e câmbio e acabamento na média do seu segmento. As maiores críticas ao modelo eram direcionadas ao seu design não muito original. A dianteira tinha uma certa semelhança com o Honda Accord da época enquanto a traseira remetia ao BMW Série 1 de primeira geração.

Esse problema foi solucionado na segunda geração, que ganhou personalidade própria, e agora, em sua terceira geração as semelhanças com outros modelos estão… de volta!?

i30-news-wdf-407

Repare bem o novo i30 neste ângulo acima. Lembrou algum hatchback lançado recentemente pela Peugeot? Talvez com uma grade da Audi?

New-2014-Peugeot-308-front-side

Antes que você fale em cópia ou faça qualquer outra atribuição negativa ao design do novo Hyundai i30, lembre-se que há uma certa tendência à “germanização” do design automotivo — especialmente no mercado europeu. A Peugeot (e sua irmã Citroën) também passaram por este processo, algo que pôde ser notado na atual geração Citroën C5 (que foi lançada em 2008) e, mais recentemente, no Peugeot 308 europeu, que tem inspiração clara no Volkswagen Golf.

Na Hyundai-Kia essa mudança começou em 2006, com a contratação do alemão Peter Schreyer para o cargo de designer-chefe do grupo coreano. Schreyer fez sua carreira e chegou à fama no grupo Volkswagen, onde desenvolveu o Audi TT e o Volkswagen New Beetle, e atualmente ocupa o cargo de vice-presidente da Hyundai-Kia, além de ser o responsável pelo design dos modelos do grupo ao lado de seu colega Luc Donckerwolke, também trazido do grupo Volkswagen. Assim, qualquer semelhança não é mera coincidência, mas sim o estilo dos designers evidenciado. A contratação de designers europeus faz parte da estratégia de crescimento da Hyundai-Kia na Europa. Embora o design dos carros atenda ao mercado global, os coreanos sabem que precisam se consolidar na Europa depois de terem conquistado os EUA.

Unknown-1

 

Apesar do visual pouco inspirado, esta terceira geração do Hyundai i30 reafirma a evolução contínua da marca. Projetado e fabricado na Europa, o novo i30 usa uma evolução da arquitetura anterior, com suspensão MacPherson na dianteira e multilink na traseira, amortecedores com calibragem mais esportiva que resultam em, segundo a Hyundai, “um comportamento dinâmico muito ágil e responsivo”. A direção também ficou 10% mais direta e os freios foram redimensionados. A Hyundai afirma que, com isso, conseguiu “um bom equilíbrio entre conforto e esportividade”. “O conforto de rodagem estava em um bom nível na geração anterior, então nos concentramos no aperfeiçoamento dinâmico, em ganhar mais agilidade e torná-lo mais divertido”, completou o diretor do Hyundai Technical Centre Europe, Axel Honish.

Embora não seja uma arquitetura totalmente nova, a plataforma do novo i30 agora usa 53% de ligas de aço de alta resistência fabricadas pela própria Hyundai — mais que o dobro utilizado no modelo anterior. Com isso, o monobloco do hatchback euro-coreano ficou 28 kg mais leve e 22% mais rígido.

O conjunto mecânico terá três opções de motor a gasolina, começando por um 1.4 aspirado de 100 cv, um 1.0 turbo de três cilindros e 120 cv e um 1.4 turbo de quatro cilindros de 140 cv. Os dois primeiros serão combinados a um câmbio manual de seis marchas, enquanto o modelo turbo terá a companhia de um automatizado de sete marchas e embreagem dupla. Com o powertrain mais potente, o i30 vai de zero a 100 km/h em 8,9 segundos e chegará à máxima de 210 km/h.

Unknown

Achou pouco? É porque os coreanos estão reservando o melhor para a versão esportiva do i30, que se chamará RN30 e será o primeiro hot hatch da Hyundai e o também o primeiro modelo da divisão N. Ele terá um 2.0 turbo com mais de 260 cv e chegará aos 250 km/h. Lembra que falamos sobre isso neste post? O negócio está acontecendo.

Unknown-3

Por dentro o Hyundai i30 irá adotar um visual mais limpo, com menos botões e uma tela “flutuante” de oito polegadas no topo do console central. O sistema multimídia é compatível com Apple Carplay e Android Auto, e terá até base de carregamento wireless para smartphones e um plano de sete anos do sistema TomTom Live, com informações de trânsito em tempo real.

Unknown-4

Por último, para brigar em igualdade com as marcas mais tradicionais da Europa, o novo i30 terá recursos que já estão se tornando padrão nos carros modernos, como frenagem automática de emergência, cruise control adaptativo e escaneamento de obstáculos durante manobras em marcha à ré.

O Hyundai i30 será apresentado oficialmente no Salão de Paris, em outubro, e começará a ser vendido na Europa no início de 2017.

Matérias relacionadas

Alonso fora da F1 e de olho na Indy, novo BMW Z4 revelado, Veloster turbo perto do Brasil e as novidades da semana no FlatOut e no YouTube do FlatOut!

Leonardo Contesini

Hyundai Creta custará entre R$ 73.000 e R$ 99.500 – veja dados técnicos, versões e equipamentos

Leonardo Contesini

Não parece, mas este é o novo Nissan March (que pode chegar em 2018… ou não)

Dalmo Hernandes