A revista semanal dos entusiastas | jorn. resp. MTB 0088750/SP
FlatOut!
Image default
Zero a 300

Hyundai i30N esgota edição de lançamento em 2 dias, Maserati terá somente modelos híbridos, BMW X5 M confirmado no Brasil e mais!

Este é o Zero a 300, nossa rica mistura das principais notícias automotivas do Brasil e de todo o mundo, caro car lover. Assim você não fica destracionando por aí atrás do que é importante. Gire a chave, aperte o cinto e acelere com a gente!

 

Hyundai i30N esgota edição de lançamento em dois dias

hyundai_i30_581 (1)

Enquanto no Brasil a Hyundai está associada aos SUVs e à falta de sinceridade em números de potência, lá fora a imagem da marca é bem diferente. Prova disso foi a receptividade do novo i30 N na Alemanha: o primeiro hot hatch da marca que esgotou as 100 unidades de sua First Edition em apenas dois dias.

Parece muito tempo, afinal, a Alemanha é um dos maiores mercados do planeta e tem mais de 80 milhões de habitantes, mas estamos falando de um país onde os AMG, Porsche, Golf GTI, BMW M e Audi Sport são modelos nacionais.

hyundai_i30_n_79

A notícia é mais surpreendente por ter acontecido na Alemanha do que pelo carro em si. Como havíamos dito na ocasião do lançamento, a Hyundai seguiu um roteiro que é impossível de resultar em um carro ruim. Eles primeiro contrataram Albert Biermann, o antigo chefe da BMW M (o cara que participou do desenvolvimento do M3 CSL, do Z4 M Coupe, do M5 E39 e E60 e do M3 E92), depois desenvolveram um motor turbo para o esportivo e em seguida o colocaram para disputar as 24 Horas de Nürburgring por dois anos consecutivos onde ele foi pilotado e desenvolvido por seus engenheiros e pilotos para só então ser lançado.

hyundai_i30_910

 

Os 100 exemplares da First Edition foram oferecidos exclusivamente na Alemanha, e vêm equipados com o pacote opcional Performance Package, que inclui a variação mais potente do motor 2.0 turbo, com 275 cv, rodas de 19 polegadas com pneus de composto mais macio, freios maiores, sistema de escape ativo (com bypass dos silenciadores) e diferencial de deslizamento limitado.

Além do carro, os 100 compradores também recebem um curso de pilotagem coordenado pelo próprio Albert Biermann em Nürburgring Nordschleife.

 

BMW X5 M chega ao Brasil no primeiro semestre de 2018

Captura de Tela 2017-08-01 às 12.45.03

Enquanto o novo M5 não dá as caras, a BMW já confirmou a chegada da versão de dois andares do esportivo no Brasil: o novo X5 M começará a ser vendido por aqui no início de 2018.

Os preços ainda não foram definidos, mas estima-se que possa chegar na faixa dos R$ 550.000 a R$ 600.000. Por essa quantia você recebe um motor 4.4 V8 biturbo (dois turbos de fluxo duplo) de 575 cv e 76,1 mkgf de torque que levam o brutamontes aos 100 km/h em 4,5 segundos e à máxima de 250 km/h limitada eletronicamente.

b7a393ffb45a53fde209d7d2d17e7eda

Com a confirmação, a BMW também divulgou parte do pacote de equipamentos do modelo, como câmera de visão noturna, sistema de aquecimento dos bancos dianteiros, head-up display, sistema multimídia com monitores de vídeo para o banco traseiro e áudio Bang&Olufsen, faróis de LED adaptativos, acabamento interno de fibra de carbono, couro e alcantara e assistente de mudança de faixa.

 

Maserati terá apenas modelos híbridos a partir de 2019

141510M

Apesar de ter se mantido “fiel” aos motores V8 aspirados, a Maserati se renderá aos apelos da eletrificação a partir de 2019. A marca italiana faz parte dos planos da Fiat Chrysler em eletrificar mais da metade de sua linha de modelos até 2022, segundo o CEO do grupo, Sergio Marchionne.

Segundo o executivo, os recentes escândalos relacionados às emissões de motores a diesel levaram a um cenário de antecipação dos veículos elétricos e híbridos: “O que tornou esta questão urgente foi o destino do diesel, especialmente na Europa. Algum tipo de eletrificação nos motores a gasolina será inevitável”, disse Marchionne ao site Automotive News.

A Fiat Chrysler é uma das poucas fabricantes a não oferecer uma gama elétrica ou híbrida, “devido aos custos e à baixa demanda”, e o próprio Sergio Marchionne já havia pedido ao público que não comprasse seu único modelo elétrico, uma versão do Fiat 500, porque “a empresa tem prejuízo de milhares de dólares a cada venda”.

Mas a verdadeira motivação desta mudança rápida e radical por parte da Fiat Chrysler foram os recentes anúncios de banimento das vendas de veículos novos a gasolina e diesel na Noruega (a partir de 2025), Reino Unido e França (ambos em 2040).

O problema é que o custo das baterias ainda é elevado e levará algum tempo até cair. Por isso, a Maserati será uma espécie de “vitrine tecnológica” desta nova fase da Fiat Chrysler, e terá sua linha formada apenas por modelos híbridos e até totalmente elétricos para competir com a Tesla.

Apesar de não fazer mais parte do grupo Fiat Chrysler, a Ferrari, que tem fornecido motores para a Maserati nos últimos 15 anos, também passará por um processo de hibridização a partir de 2019. Melhor ir se acostumando.

 

Volkswagen T-Roc será apresentado em 23 de agosto

Como vimos no Zero a 300 de ontem, a Volkswagen está preparando a apresentação do novo Polo nacional para o dia 1º de setembro, mas antes dele, a marca irá apresentar um outro modelo que também deverá ser vendido por aqui, o T-Roc.

Seguindo as “Diretrizes de Lançamentos de Novos Modelos para a Década 2010-2020”, depois dos flagras e vídeos do carro camuflado, a Volkswagen começa agora a etapa de teasers do carro, antecipando o lançamento confirmado para 23 de agosto. A próxima etapa será o “vazamento de fotos oficiais”, que deverá ocorrer dois ou três dias antes do lançamento.

vw-t-roc-1

Baseado na plataforma MQB A0 (a mesma do Polo), o T-Roc terá um porte próximo do Tiguan da primeira geração  (o que talvez leve a Volkswagen a posicioná-lo no lugar do antigo crossover no Brasil) e terá motores 1.0 turbo, 1.5 turbo e 2.0 turbo, combinados a um câmbio manual de seis marchas ou à caixa automatizada DGS de sete velocidades e embreagem dupla. A tração será dianteira nos modelos mais baratos e integral nas versões de topo.

 

Dodge Challenger de “À Prova de Morte” está a venda

death-proof-dodge-challenger

Quando falamos em carros dos filmes de Quentin Tarantino, é mais provável que você lembre do Acura NSX do “Mr. Wolf”, da picape “Pussy Wagon” ou do Chevy Nova de Death Proof. O último carro que você lembraria seria o Dodge Challenger branco do mesmo “Death Proof”. Isso se lembrasse dele.

O carro foi usado na segunda metade do filme, depois que Stuntman Mike já detonou o Nova e agora está com um Charger 69. Ele encontra um grupo de amigas formado por Rosario Dawson, Zoe Bell e Sydney Tamiia Porter no Challenger branco 1971 em questão e, como na primeira metade do filme, tenta persegui-las para matá-las. Acontece que as garotas são mais preparadas do que ele esperava e, por isso, a cena logo se torna uma perseguição em alta velocidade com direito a um esfrega-esfrega automotivo que deixaria a Nascar com inveja.

s-l1600

Um dos carros sobreviventes agora está a venda, exatamente como estava quando as gravações foram encerradas: amassado e riscado, do jeito que você viu em cena. O que não se vê é que os bancos foram modificados por questões de visibilidade do interior do carro na cena e o rádio original foi removido. O restante continua como estava, incluindo o motor 383 Magnum.

s-l1600-1

O carro já havia sido anunciado em 2016, quando foi vendido por US$ 32.500. Agora, seu atual proprietário voltou a anunciá-lo no eBay em um leilão que terminará em cinco dias e atualmente está com o lance mais alto em US$ 13.100.

Matérias relacionadas

Aircooled porn: conheça todos os detalhes da reconstrução de um boxer Volkswagen

Leonardo Contesini

O Shelby de Carroll Shelby a venda, Hyundai lança airbag de teto solar, alguém está vendendo 18 Porsche 911 GT3 e mais!

Leonardo Contesini

Não parece, mas este Porsche 964 RSR só rodou 10 km – e ainda é um dos mais raros que existem

Dalmo Hernandes