A revista semanal dos entusiastas | jorn. resp. MTB 0088750/SP
FlatOut!
Image default
Car Culture Projetos Gringos

Isto é um Toyota GT86 com o V8 da Ferrari 458 Italia – e vai ser um carro de drift!

Uns dias atrás vimos um belo engine swap ítalo-japonês na forma do Lancia LaSupra — um Lancia Delta (ou, bem, o que restou dele) com o seis-em-linha 2JZGTE de um Toyota Supra preparado para render quase 1.000 cv. Agora, o piloto de drift Ryan Tuerck decidiu inverter as coisas e criar seu próprio monstro nipo-italiano: um Toyota GT86 com o motor V8 de uma Ferrari 458 Italia. E ele vai andar de lado com ele, claro!

O anúncio rolou já faz quase uma semana, por meio de uma foto no perfil de Tuerck no Instagram — apenas o motor e uma legenda que dizia para aguardarmos novidades.

Elas vieram no dia seguinte, quando um vídeo teaser do carro foi publicado pela Donut Media. Aí, a internet quebrou.

Veja bem: não precisamos de mais que algumas semanas depois do lançamento dos gêmeos Toyota GT86 e Subaru BRZ para começar a ver caras colocando motores V8 neles porque, ainda que 200 cv em um motor boxer aspirado de dois litros seja suficiente para garantir diversão, mais potência é sempre mais legal.

Meter no cofre do Toyobaru um V8 small block Chevrolet da família LS era uma maneira relativamente simples de fazer isso — lá fora, um motor desses é fácil de encontrar, não custa um absurdo e existem diversas receitas com eficácia comprovada para seguir. Além disso, com comando no bloco, o LS não é um motor gigantesco.

toyota-gt86-v8-ferrari (2)

Tuerck decidiu ser mais radical e, de algum jeito, descolou um V8 F136F da Ferrari 458 Italia — certamente com uma ajudinha dos patrocinadores da Gumout, fabricante de aditivos de alto desempenho. O motor parece zero-quilômetro, mas sua origem ainda não foi revelada — será que eles compraram novo ou descolaram de uma 458 batida?

De qualquer forma, isto são meros detalhes. O que importa é que realmente vai acontecer. Em suas redes sociais, Tuerck diz que o carro deverá ficar pronto em meados de outubro. Aparentemente a porção dianteira do monobloco já recebeu adaptações para acomodar o V8 da 458 Italia, mas ainda não se fala a respeito da transmissão (lembrando que a 458 só veio com câmbio de dupla embreagem e sete marchas, não exatamente o mais indicado para um carro de drift).

toyota-gt86-v8-ferrari (7)

Outra questão diz respeito a como eles vão adaptar o sistema de admissão — a 458 tem motor central-traseiro e, por isto, sua posição é invertida. Tuerck só diz que os caras da Huddy Racing, oficina responsável pelo trabalho, já encontraram “uma solução criativa” para o problema.

toyota-gt86-v8-ferrari (4)

Só para lembrar, originalmente o motor da 458 Italia entrega 570 cv a 9.000 rpm e 55 mkgf de torque a 6.000 rpm. Ainda é cedo para saber se Tuerck está pensando em modificar o motor mas, considerando que seu último GT86 tinha um motor de Supra preparado para render quase 900 cv, duvidamos muito que o V8 Ferrari continue stock. Um ou dois turbos, talvez?

Estamos genuinamente empolgados, e pode ter certeza que este é um projeto que vamos acompanhar de perto.

toyota-gt86-v8-ferrari (1) toyota-gt86-v8-ferrari (6) toyota-gt86-v8-ferrari (5)

 

 

Matérias relacionadas

Esta casa é uma garagem para 20 carros que por acaso tem quartos, sala e banheiro

Dalmo Hernandes

A bela coleção de carros de Per Gessle, o guitarrista do Roxette

Dalmo Hernandes

GT90: o sucessor do Ford GT40 que o mundo não teve

Dalmo Hernandes