Jesse e seu Volkswagen Jetta de “Velozes e Furiosos” se reencontram quinze anos depois

Dalmo Hernandes 10 agosto, 2017 0
Jesse e seu Volkswagen Jetta de “Velozes e Furiosos” se reencontram quinze anos depois

O primeiro filme da saga “Velozes e Furiosos” (The Fast and the Furious, 2001) vai completar a maioridade em breve e, indiscutivelmente, é um clássico – ao menos para os entusiastas, que adotaram frases ditas pelos personagem como bordões, recriam os carros em jogos de corrida, compartilham screenshots no Facebook e dizem que bom mesmo era antigamente, quando Dom Toretto, Brian O’Conner e os demais comparsas disputavam rachas nas ruas, e não ajudavam o FBI a combater organizações criminosas de alcance mundial em fugas explosivas. Bons tempos, não?

Somando o status do filme de 2001 com a (aparentemente) eterna onda de nostalgia que andamos vivendo, uma oficina canadense recriou um dos carros de “Velozes e Furiosos”. E não foi o Dodge Charger do Dom e nem o Toyota Supra do Brian, e sim o Volkswagen Jetta do Jesse.

volkswagen-jetta-jesse-race-wars

Sim, o Jetta sem pinças nos discos de freio no qual o personagem mais injustiçado de “Velozes e Furiosos” perdeu a vida depois de disputar um racha com Tran e seu Honda S2000 “com mais de 100 mil dólares” em preparação no motor, perder e não entregar o carro, em uma das cenas mais tensas do filme. Jesse era o cara que desenhava os grafismos nos carros de seus amigos e, na verdade, o Jetta era de seu pai, que estava na prisão.

Repare na falta das pinças nos discos de freio, na marca de 1:00. Foi só um dos vários erros de edição em “Velozes e Furiosos”. Nesta mesma cena, o VW Jetta e o Honda S2000 “se transformam” em um Honda Civic Coupe misteriosamente – note o painel do carro de Jesse aos 1:13 e, logo em seguida na transição entre Jesse e Tran. Provavelmente o mesmo carro foi utilizado com os dois personagens…

Por mais que jamais tenha conquistado a mesma fama que outros carros que estrelaram em “Velozes e Furiosos” e não tenha caído no gosto dos gearheads como o Civic de quinta geração, o Supra, o S2000 ou o Dodge Charger ( afinal, é um mero Golf sedã, com tração dianteira e visual meio careta de fábrica), o Jetta de Jesse foi recriado recentemente por uma oficina canadense… que chamou o próprio Jesse para dar uma olhada no carro.

É claro que, quando falamos que eles chamaram “o próprio Jesse”, nos referimos ao ator Chad Lindberg, que parece ter remontado o personagem – seu cabelo tingido, suas unhas pintadas de preto e sua echarpe vêm direto do início da década passada. Assim como a sua empolgação ao ver o Jetta.

O hero car do filme é um exemplar de 1996, com motor 2.0 8v e câmbio automático, equipado com óxido nitroso, bodykit e asa traseira da Wings West e rodas Konig. A dianteira do Jetta foi trocada pela frente do Golf (conversão conhecida como “Getta”, enquanto o Golf com frente de Jetta é conhecido como “Jolf”), além de faróis com refletores duplos e moldura na cor do carro. O Jetta apareceu na revista Super Street em 1999 e chamou a atenção dos produtores de “Velozes e Furiosos”, que o colocaram na história depois de realizar pequenas modificações em seu visual. Anos depois, o Jetta foi comprado pelo ator Frankie Muniz em 2002. Ele tinha 16 anos, e o Volks tunado foi seu primeiro carro – pelo qual pagou, ironicamente, US$ 100 mil.

sstp_9905_04_z+1996_vw_jetta_iii+front_view

Hoje em dia, carros com este tipo de modificação são considerados exagerados e desnecessários por muitos de nós. Mas a gente aposta que muita gente aqui curtia o estilo da cena tuning californiana e se inspirava em “Velozes e Furiosos” na hora de jogar Need for Speed Underground. É ou não é? É por isso que a gente consegue entender o apelo de uma recriação como esta.

De acordo com o Jalopnik, foi o próprio Scott Centra, primeiro dono do Jetta original, a ideia de produzir uma réplica, que foi montada pela oficina canadense GAB  Eurosport. O plano de Centra é, veja só, ressuscitar (figurativamente) o personagem de Jesse, tentar encaixá-lo em algum dos futuros filmes da franquia “Velozes e Furiosos” (faltam dois!) e participar de eventos de caridade com Jesse e o Jetta.

189640_Front_3-4_Web 189640_Side_Profile_Web 189640_Interior_Web 189640_Engine_Web

Ah, uma curiosidade: apenas o Jetta que disputou a corrida com o Honda S2000 de 100 mil dólares não tinha pinças nos freios. É possível vê-las na réplica do vídeo, e o hero car tinha pinças Brembo nas quatro rodas. Menos mal.