FlatOut!
Image default
Vídeos Zero a 300

Keiichi Tsuchiya e o incrível Nissan 240Z S30 da Spirit Garage em Ebisu

Nunca, nunca nos cansamos dos vídeos da Best Motoring International. Eles têm uma atmosfera retrô muito bacana e são engraçados, mas também trazem pilotagem de primeira e carros interessantíssimos. As legendas em inglês são meio fracas, de fato, mas já ajudam a entender o que os japoneses falam – mesmo que você precise do tradutor automático do Youtube, elas quebram um galho.

Já meio que virou tradição nossa trazer vídeos da Best Motoring para vocês, então lá vai mais um: que tal ver Keiichi Tsuchiya, o drift king, arrepiando no circuito de Ebisu com um Nissan 240Z S30 preparado?

Keiichi Tsuchiya dispensa apresentações, especialmente para os leitores do FlatOut: ele é o piloto japonês que ajudou a popularizar o drift ao empregar a técnica em corridas de turismo com seu Toyota AE86. Ele também apresenta os programas Best MotoringHot Version até hoje, aos 62 anos de idade e em plena forma.

Já o circuito de Ebisu é tido como a Meca dos drifters. E não é para menos: o circuito na província de Fukushima, no Japão, foi idealizado, projetado e construído por um piloto de drift – Nobushige Kumakubo, que tem uma longa carreira no D1 Grand Prix, o principal campeonato de drift do Japão, e teve a sorte de nascer em um família rica, conseguindo assim bancar a construção de um verdadeiro paraíso para quem curte dar derrapagens controladas. Não é à toa que, todos os anos, Ebisu recebe o Ebisu Drift Matsuri, um festival de dois dias seguidos onde os participantes podem, caso aguentem, ficar 36 horas deslizando pelas nove pistas do complexo – sete traçados normais e dois skidpads.

Por fim, temos o Nissan S30, esportivo dos anos 60 que foi um dos primeiros (e mais legais) carros que testamos no FlatOut. Projetado para excelência dinâmica e máximo envolvimento homem-máquina, ele é como um versão japonesa do Jaguar E-Type: capô longo, traseira curta, motor dianteiro, tração traseira, distribuição de peso praticamente perfeita e suspensão bem acertada e perfil elegante como o clássico britânico, porém com um motor e um sistema elétrico bem mais confiáveis. E ele não se tornou um esportivo gourmet como o E-Type – e, por isso, até hoje é um dos favoritos das preparadoras nipônicas.

Claro, o projeto que aparece no vídeo de hoje é “um pouco” mais antigo – vem do início do anos 2000, quando a Internet já era razoavelmente popular, mas ainda não era onipresente. Por isso, não há muito mais que informações picadas a respeito do S30 da Spirit Garage, um 240Z monstruoso inspirado pelos silhouette de turismo dos anos 70 e 80. O Nissan S30 fez muito sucesso em corridas nos EUA nos anos 70, participando e vencendo de provas organizadas pelo SCCA, o Sports Car Club of America com o piloto americano Bob Sharp, que era dono de uma concessionária Datsun (a divisão da Nissan nos Estados Unidos na época)  e acreditava que era preciso “vencer para vender”. Dos seis títulos que ele conquistou entre 1967 e 1975, três foram ao volante de um Z-Car.

501609-modeled-after01

A inspiração é visível

Infelizmente há poucas informações técnicas disponíveis sobre o S30 da Spirit Garage – havia uma página sobre o carro no antigo site da oficina, mas ele só é acessível em páginas arquivadas e quase totalmente ilegíveis. Sabemos que  o carro foi feito para participar de provas históricas na categoria F em no circuito de Tsukuba, e que ele teve o motor seis-cilindros de 2,4 litros ampliado para 2,8 litros.

s30-3 s30-4

A alimentação fica por conta de três carburadores Solex/Mikuni com corpos de borboleta individuais, e o câmbio é um manual do tipo dog leg (com as marchas ímpares para trás e as marchas pares para a frente). As bitolas foram obscenamente alargadas, o interior foi depenado quase completamente e equipado com uma gaiola de proteção integral, os freios são Brembo e a suspensão é extremamente firme. Quase não dá para perceber rolagem da carroceria nas curvas.

Keiichi Tsuchiya elogia a agilidade do carro, sua ergonomia e diz que o mesmo é muito divertido, mas podemos ver que seu conceito de diversão é brigar para manter o carro na trajetória, sempre no limite da aderência – chega a ser estranho ver o dorikin não executar um dorifuto sequer. O negócio é serious business.

35979829_large-v1342675509 35979801_org-v1342675473

Aparentemente o 240Z da Spirit Garage ainda está por aí – as duas fotos acima são de 2012, dez anos depois de o vídeo ter sido gravado, e aparentemente nada no carro mudou, ao menos por fora. Como será que ele está hoje em dia?

Matérias relacionadas

Um Corcel movido a água no Brasil: conheça a história do Projeto Chambrin

Leonardo Contesini

Seguro obrigatório (DPVAT) mais barato em 2017, Corolla usará motor BMW, CNH muda a partir de janeiro e mais!

Leonardo Contesini

Homem nu “estupra” carro em Minas Gerais, BMW apresenta novo Série 1, México supera Brasil em produção de veículos e mais

Leonardo Contesini