A revista semanal dos entusiastas | jorn. resp. MTB 0088750/SP
FlatOut!
Image default
História Sessão da manhã

M6GT: o primeiro de todos os McLaren de rua

A McLaren acabou de apresentar seu mais novo superesportivo em Genebra – o 720S, sucessor do 650S que, além da potência extra, caprichou no visual e na aerodinâmica e inaugura uma nova fase para a fabricante britânica. A marca entrou para a história com o F1, o carro mais veloz do planeta, incrível a ponto de ser referência até hoje mais de duas décadas depois. Nem mesmo seu sucessor, o McLaren P1, com seu conjunto híbrido de mais de 900 cv, causou tanto impacto. E pensar que tudo isto começou no fim da década de 1960, quando um neozelandês que corria nos Estados Unidos decidiu migrar para a Europa: Bruce McLaren, que estava indo muito bem com seus protótipos Can-Am, achou que era a hora de tentar a sorte no Grupo 4 da FIA, disputando com Ferrari, Ford e Porsche. Para isto, ele criou o McLaren M6GT, que acabou se tornando o primeiro de todos os carros de rua da McLaren. Quando a gente diz que a McLaren ia muito bem na Can-Am, não fazemos justiça à situação: a McLaren simplesmen

Matérias relacionadas

Tamanho não é documento: os pequenos foguetes que correm nas provas italianas de slalom

Dalmo Hernandes

Às vezes, em uma corrida, você tem que desafiar as leis da física…

Dalmo Hernandes

Mexido, não batido: uma breve história da Martini Racing

Leonardo Contesini